Prova FASA 2018 (Vestibular Medicina) com Gabarito

fasa-indagacao-vestibular
Prova FASA 2018 (Vestibular Medicina) com Gabarito
- Faculdades Santo Agostinho -

Questões de:
- Português e Literatura
- Inglês
- Espanhol
- História
- Geografia
- Química
- Biologia

LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA BRASILEIRA

TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 01 A 06

É inegável o caráter plural do brasileiro em função da mestiçagem de seu povo, pano de fundo das expressões culturais mais diversas ao longo do território brasileiro. Poderia parecer fácil e sem obstáculos falar a respeito de diversidade em um país mestiço, como o Brasil. No entanto, à qual diversidade nos referimos?

Segundo Sueli Carneiro, líder e ativista de movimentos de direitos dos negros e pertencente ao Conselho Deliberativo da Care Brasil, “o primeiro receio que o debate sobre a diversidade provoca é que se preste à despolitização dos processos de exclusão e discriminação que os ‘diferentes’ sofrem em nossa sociedade, ou seja, a forma pela qual historicamente esse ‘diferente’ vem sendo construído, em oposição a uma universalidade cultural branca e ocidental, supostamente legítima para se instituir como paradigma, segundo o qual a identidade ou a diferença dos diversos povos da terra sejam medidas.”

Essas questões vêm à tona quando falamos de diversidade como sinônimo de diferença. As diferenças físicas, étnicas, culturais, de gênero, etárias são um fato, mas não são o foco da discussão. O ponto crucial do debate sobre diversidade é a percepção, a reflexão e a atuação sobre os mecanismos sociais que transformam as diferenças em desigualdade, a ponto de apagar a realidade da igualdade na diferença.

Propõe-se, portanto, que diversidade seja compreendida como um valor, em que estão implicadas e articuladas as seguintes ideias: de igualdade na diferença, de diferença na igualdade, de diferença socialmente transformada em desigualdade.

Igualdade na diferença significa valorizar a humanidade que provém de todo e qualquer indivíduo, base da ideia de direitos humanos.

Diferença na igualdade define que as peculiaridades das pessoas devem ser reconhecidas, à medida que impliquem adaptações para que sua participação social seja efetivada. Essa ideia está na base do surgimento do conceito de diversidade.

Diferença socialmente transformada em desigualdade visa ao resgate dos direitos humanos e à valorização da diferença como formas de desconstruir a desigualdade. Essa é a base que fundamenta a prática da diversidade como valor.

Por anos viveu-se a hegemonia dos iguais, ficando difícil romper com essa visão e perceber que a diversidade não é problema. A promoção da diversidade como valor é a condição que viabiliza o surgimento do novo. Costuma-se colocar o “diferente” na figura do outro, que se torna um dessemelhante. É necessário que se perceba que todos somos diferentes. “Não há um lugar ‘normal’ de onde se olha a humanidade à procura dos ‘outros’. Somos todos diversos e promover a diversidade é valorizar essa condição” (Políticas da Diversidade em Portugal).

É necessário ir além da constatação de que somos todos diferentes. É preciso localizar e corrigir as distorções minorando ou eliminando os mecanismos produtores de desigualdade.

Não se trata de fazer ufania das diferenças, desconsiderando-se os critérios de competência e 65 habilidades pessoais. Ao contrário, trata-se de detectar aqueles talentos socialmente emudecidos, para que todos ganhem com a convivência e participem da promoção incondicional da diversidade como valor.
A diversidade como valor em uma sociedade inclusiva. Sistema Sorri.
Disponível em: http://sorri.com.br/diversidade_como_valor. Acesso
em: 22 maio 2018. Adaptado.

QUESTÃO 01
(FASA) Considerando-se o caráter multirracial do Brasil, parecem um despropósito as discussões sobre diversidade, no entanto faz-se necessária uma análise mais apurada desse tema. Por isso, para a ativista Sueli Carneiro, o debate sobre diversidade é

A) indiferente, já que existem políticas assertivas de valorização das diferenças com significativo sucesso.

B) promissor, porque esclarece o quanto já se faz pelos “diferentes” em toda a extensão territorial e se poderá fazer em prol dos desfavorecidos.

C) desnecessário, uma vez que a população brasileira é miscigenada, portanto receptiva às diferenças multiculturais e multirraciais.

D) preocupante, pela possibilidade de perda de uma política de conscientização construída historicamente e implantada na sociedade.

RESPOSTA.

QUESTÃO 02
(FASA) Segundo as ideias expressas no texto, a diversidade deve ser vista como valor, por isso as discussões sobre ela não devem se basear nas diferenças, mas nos mecanismos sociais adotados.

Respeitando-se esse raciocínio, é correto afirmar que ele se justifica porque

A) a construção histórica do “diferente” se dá em oposição à cultura branca e ocidental que se impõe como paradigma referencial para diversos povos.

B) a diversidade e a diferença, embora sejam palavras sinonímias no cotidiano social, detêm, quando contextualizadas historicamente, sentidos distintos.

C) as medidas afirmativas de valorização do diferente reforçam a discriminação e a desigualdade social, na medida em que não consideram as múltiplas diferenças como um direito legítimo do cidadão à igualdade.

D) todos têm direito a expressar suas diferenças, princípio fundamental dos direitos humanos em uma sociedade plural e democrática.

RESPOSTA.

QUESTÃO 03
(FASA) “Por anos viveu-se a hegemonia dos iguais, ficando difícil romper com essa visão e perceber que a diversidade não é problema.” (l. 48-50).

Considerando-se que, segundo o texto, a diversidade é vista como valor e não como problema, infere-se do fragmento destacado que a hegemonia dos iguais está intrinsecamente relacionada, historicamente, às questões

A) religiosas, pelo domínio do catolicismo em relação às demais religiões brasileiras.

B) sociais, pelas diversas e diferentes classes que constituem a pirâmide social brasileira.

C) econômicas, em virtude dos interesses da classe dominante.

D) políticas, visando à manutenção dos interesses capitalistas que imperam no Brasil.

RESPOSTA.

QUESTÃO 04
(FASA) “Temos o direito a ser iguais sempre que a diferença nos inferioriza; temos o direito a ser diferentes sempre que a igualdade nos descaracteriza.” (Boaventura de Souza Santos, 2006, p. 316)

A passagem do texto que mantém distância interpretativa com o pensamento destacado está em

A) “o primeiro receio que o debate sobre a diversidade provoca é que se preste à despolitização dos processos de exclusão e discriminação que os ‘diferentes’ sofrem em nossa sociedade” (l. 10-14).

B) “Igualdade na diferença significa valorizar a humanidade que provém de todo e qualquer indivíduo” (l. 34-35).

C) “Diferença na igualdade define que as peculiaridades das pessoas devem ser reconhecidas” (l. 37-38).

D) “Diferença socialmente transformada em desigualdade visa ao resgate dos direitos humanos e à valorização da diferença como formas de desconstruir a desigualdade.” (l. 43-46)

RESPOSTA.

QUESTÃO 05
(FASA) "Não se trata de fazer ufania das diferenças, desconsiderando-se os critérios de competência e habilidades pessoais." (l. 63-65).

A palavra “ufania”, no contexto em que está inserida, pode ser substituída, sem comprometer a mensagem, por

A) acirramento.
B) açodamento.
C) apologia.
D) apostasia.

RESPOSTA.

QUESTÃO 06
(FASA) Em relação aos recursos linguísticos de que se apropria o texto para transmissão das ideias, é correto afirmar:

A) As palavras “inegável” (l. 1) e “ mestiçagem”(l. 2) resultam de um mesmo processo de formação: derivação parassintética. Os vocábulos “Segundo” (l. 8) e “primeiro” (l. 10), dentro do contexto em que estão inseridos, configuram-se como numerais ordinais.

B) Na passagem “que se preste à despolitização dos processos” (l. 12), registram-se um verbo pronominal e dois complementos nominais.

C) Em “Diferença na igualdade define que as peculiaridades das pessoas devem ser reconhecidas, à medida que impliquem em adaptações para que sua participação social seja efetivada.” (l. 37-40), a expressão “à medida que” sugere causa.

D) Nas passagens: “valorizar a humanidade que provém de todo e qualquer indivíduo” (l. 34-35) e “É necessário que se perceba que todos somos diferentes.” (l. 53-55), o conector “que” inicia orações subordinadas de diferentes classificações.

RESPOSTA.

TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 07 A 09

Inclassificáveis

que preto, que branco, que índio o quê?
que branco, que índio, que preto o quê?
que índio, que preto, que branco o quê?

que preto branco índio o quê?
branco índio preto o quê?
índio preto branco o quê?


aqui somos mestiços mulatos
cafuzos pardos mamelucos sararás
crilouros guaranisseis e judárabes

orientupis orientupis
ameriquítalos luso nipo caboclos
orientupis orientupis
iberibárbaros indo ciganagôs

somos o que somos
inclassificáveis

não tem um, tem dois,
não tem dois, tem três,
não tem lei, tem leis,
não tem vez, tem vezes,
não tem deus, tem deuses,

não há sol a sós

aqui somos mestiços mulatos
cafuzos pardos tapuias tupinamboclos
americarataís yorubárbaros.

somos o que somos
inclassificáveis

que preto, que branco, que índio o quê?
que branco, que índio, que preto o quê?
que índio, que preto, que branco o quê?

não tem um, tem dois,
não tem dois, tem três,
não tem lei, tem leis,
não tem vez, tem vezes,
não tem deus, tem deuses,
não tem cor, tem cores,

não há sol a sós

egipciganos tupinamboclos
yorubárbaros carataís
caribocarijós orientapuias
mamemulatos tropicaburés
chibarrosados mesticigenados
oxigenados debaixo do sol.
ANTUNES, Arnaldo. Inclassificáveis. Disponível em: <https://
www.vagalume.com.br/arnaldo-antunes/inclassificaveis.html.>.
Acesso em: 22 maio 2018.

QUESTÃO 07
(FASA) Após a análise do poema, considere as seguintes afirmações acerca da intenção poética do eu lírico.

I. enaltecer todas as raças que compõem a humanidade como algo singular e incomparável.

II. desfazer a visão clássica que se tem sobre o povo brasileiro.

III. revelar a grandeza humana, reiterando sua singularidade.

IV. ressaltar a diversidade, desfazendo a problemática do preconceito histórico-político.

V. mostrar a pluralidade de etnias que compõem a raça humana.

São corretas as afirmações:

A) I e III.
B) II e III.
C) III e IV.
D) II, IV e V.

RESPOSTA.

QUESTÃO 08
(FASA) Em relação aos traços estilísticos de que se apropria o eu lírico para sua composição poética, é inobservável, no texto, a

A) quebra dos padrões da norma culta em relação à pontuação.

B) presença de jogo poético ao pluralizar algumas palavras.

C) incorporação de palavras resultantes de neologismos.

D) busca da perfeição poética por meios de uma linguagem excêntrica.

RESPOSTA.

QUESTÃO 09

Operários Tarsila Amaral

(FASA) Comparando-se a imagem destacada, “Operários”, de Tarsila do Amaral e o poema anterior, “Inclassificáveis”, de Arnaldo Antunes, é correto afirmar:

A) Tarsila e Arnaldo pertencem a um mesmo período artísticoliterário: Realismo, que visa à denúncia social.

B) A obra de Tarsila objetiva recriar uma realidade social vigente na Primeira Fase do Modernismo; o poema de Arnaldo busca ressignificar valores históricos arraigados no inconsciente brasileiro.

C) Em “Operários”, observa-se a tríade racial existente no período colonizador: brancos, negros e índios; em “Inclassificáveis”, nota-se uma multirracialidade que compõem a população brasileira.

D) A obra “Operários” distancia-se do poema “Inclassificáveis” tanto na forma de apresentação quanto na sua intenção criadora.

RESPOSTA.

QUESTÃO 10
I. “Longe do estéril turbilhão da rua,
Beneditino, escreve! No aconchego
Do claustro, na paciência e no sossego,
Trabalha, e teima, e sofre, e sua!”

II. “Bertoleza também trabalhava forte [...] e apesar disso, tinha de parte quase o necessário para a alforria. Um dia, porém, o seu homem, depois de correr meia légua, puxando uma carga superior às suas forças, caiu morte na rua, ao lado da carroça, estrompado como uma besta.”

(FASA) Os fragmentos de texto destacados contêm elementos estilísticos percebíveis que permitem inseri-los em um determinado estilo literário.

Considerando-se a linguagem, a temática e a forma, os excertos, respectivamente, pertencem ao

A) Parnasianismo/Naturalismo.
B) Romantismo/ Barroco.
C) Arcadismo/Romantismo.
D) Parnasianismo/Romantismo.

RESPOSTA.

INGLÊS

TEXTO:

texto-ingles-fasa-vestibular-medicina

Despite its fearsome, Velociraptor-like skull, a 161-million-year-old dinosaur the size of a duck would have been a shining, shimmering and splendid sight to behold — mostly because it sported gleaming, iridescent feathers that were rainbow-colored, a new study finds. Iridescent feathers glistened on the dinosaur’s head, wings and tail, according to an analysis of the shape and structure of the creature’s melanosomes, the parts of cells that contain pigment. “The preservation of this dinosaur is incredible — we were really excited when we realized the level of detail we were able to see on the feathers,” study coresearcher Chad Eliason, said.

After discovering its iridescence and noting the unique bony crest on top of the dinosaur’s head, researchers gave it a colorful name — Caihong juji — which is Mandarin for “rainbow with the big crest.” C. juji isn’t the first dinosaur on record to have iridescent feathers; Microraptor, a four-winged dinosaur also sported gleaming feathers. But that dinosaur lived about 40 million years after C. juji, so the newly identified dinosaur is by far the oldest dinosaur on record to flaunt iridescent plumage, the researchers said.

C. juji is also the oldest animal on record to have asymmetrical feathers, which help modern birds steer while flying. However, unlike modern birds, whose asymmetrical feathers are on their wing tips, C. juji sported these lopsided feathers on its tail. That, combined with the fact that C. juji likely couldn’t fly, led’the researchers to conclude the dinosaur likely used its feathers to attract mates and keep warm. This “bizarre” feature has never been seen before in either dinosaurs or birds, which evolved from dinosaurs, said study coresearcher Xing Xu.
GEGGEL, Laura. https://www.livescience.com/61429-little-rainbowdinosaur-discovered-by-farmer-in-china.html. Acesso em: 13 maio 2018. Adaptado.

QUESTÃO 11
(FASA) Fill in the parentheses with T (True) or F (False).

Considering the results of the studies about the fossilized dinosaur mentioned in the text, it’s correct to say:

( ) It lived about six million years ago.
( ) It was a kind of giant flying bird.
( ) It was covered with colorful feathers.
( ) It was in good condition when it was found.

The correct sequence, from top to bottom, is

A) T T T T
B) T F F T
C) T T F F
D) F F T T

RESPOSTA.

QUESTÃO 12
(FASA) The fossil dinosaur was given the name Caihong juji because of the feathers on its

A) head.
B) wings.
C) neck.
D) tail.

RESPOSTA.

QUESTÃO 13
(FASA) What makes C. juji different from the dinosaur Microraptor is that

A) Microraptor’s plumage didn’t shine.
B) C. juji isn’t as old as Microraptor.
C) Microraptor had no feathers
D) Microraptor is younger than C. juji.

RESPOSTA.

QUESTÃO 14
(FASA) The researchers think that C. juji used its tail feathers to

A) help in the take off.
B) frighten rival dinosaurs.
C) find a sexual partner.
D) cool off in hot weather.

RESPOSTA.

QUESTÃO 15
(FASA) Considering language use in the text, it’s correct to say:

A) The pronoun “its” (l. 1) refers to “duck” (l. 2).
B) The word “that” (l. 9) is functioning as a conjunction.
C) The verb form “were able to” (l. 12) is synonymous with “could”.
D) The phrase “by far” (l. 22) is the same as much less.

RESPOSTA.

ESPANHOL

TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 11 A 13

Hay ciertas cosas que podemos aprender o no a voluntad, pero no podemos saber de todo, así que debemos conformarnos humildemente con lo que sabemos. Podemos vivir sin saber de algunos temas, pero hay uno que debemos aprender para vivir: qué cosas nos convienen, y cuáles no. A estas cosas que nos convienen las llamamos buenas, y a las que no nos convienen, malas; todas las personas queremos adquirir el conocimiento de saber elegir entre lo bueno y lo malo. Esto de saber vivir no es fácil, porque nadie está de acuerdo, hay diversas opiniones y todas son correctas, según la persona. Por ejemplo, para una persona puede ser buena la escalada, porque le gusta, y para otra, sin embargo, puede ser mala, porque le da miedo.

En su medio de vida, los animales parece que distinguen muy bien entre lo bueno y lo malo sin problemas, ellos hacen las cosas y punto. Sin embargo, los humanos podemos elegir en un momento dado cómo queremos hacer una cosa: es la libertad. Los animales no tienen libertad, y hacen las cosas por instinto, porque están programados para esa tarea y no lo pueden cambiar. Hubiese sido extraño, pero no imposible, por ejemplo, que el guerrero Héctor hubiese dicho que no quería luchar, a pesar de la educación que había recibido; pero lo que sí sería imposible es un castor diciendo que no quiere hacer diques, sino celdillas estilo abeja.

Es cierto que no podemos hacer todo lo que queremos, pero lo que sí podemos es decidir si queremos hacer una cosa o no, y al tener que tomar una decisión, se nos plantean varias posibilidades. Las personas no somos libres de elegir lo que nos pasa, sino de responder de una forma u otra a lo que nos pasa. Ser libres para hacer algo tampoco quiere decir que vayamos a lograrlo; cuanta más capacidad de acción tenemos, mejores resultados obtenemos de nuestra libertad.

A diferencia de otros seres vivos, los seres humanos podemos elegir hacer algo que nos parece bueno, en vez de hacer algo que nos parece malo; también podemos equivocarnos al elegir y aprender de nuestros errores. Este saber vivir que vamos adquiriendo es lo que se llama la ética.
HAY CIERTAS... Disponível em: <http://html.rincondelvago.com/eticapara-amador_fernando-savater_78.html>. Acesso em: 13 maio 2018. Adaptado

QUESTÃO 11
(FASA) Señale Verdadero (V) o Falso (F).

En el texto, el autor

( ) critica el comportamiento desleal de las personas.

( ) explica que la libertad le permite al hombre hacer lo que le da la gana.

( ) afirma que, por lo que se ve, los animales hacen las cosas sin elección.

La secuencia correcta, de arriba abajo, es

A) V V V
B) V V F
C) V F V
D) F F V

RESPOSTA.

QUESTÃO 12
(FASA) “pero lo que sí podemos es decidir si queremos hacer una cosa o no” (l. 30-31)

Con esta frase, el autor quiere decir que

A) las personas pueden decidir si les apetece hacer algo o no.

B) todos los humanos viven obligados a hacer cosas que no quieren.

C) todo tipo de decisiones depende solamente de las personas.

D) saber tomar decisiones acertadas es fundamental en la vida de toda la gente.

RESPOSTA.

QUESTÃO 13
(FASA) En relación al uso del lenguaje en el texto, es correcto afirmar:

A) “muy” (l. 17) podría sustituirse por mucho.
B) “esa” (l. 22) es un pronombre demostrativo.
C) “sino” (l. 27) tiene la misma idea que sin embargo.
D) “u” (l. 34) e “y” (l. 42) desempeñan la misma función gramatical.

RESPOSTA.

TEXTO PARA AS QUESTÕES DE 14 A 15

Enfrentémonos a los hechos. Hace muchos años, el famoso teólogo suizo Hans Küng escribió esta verdad: “Las religiones nunca han servido para aproximar a los seres humanos los unos a los otros”. Jamás se dijo nada tan verdadero. Aquí no se niega (seria absurdo pensarlo) el derecho que cada uno tiene de adoptar la religión que más le apetezca, desde las más conocidas a las menos frecuentadas, seguir sus preceptos o dogmas (cuando los haya), ni siquiera se cuestiona el recurso a la fe como justificación suprema y, por definición (como demasiado bien sabemos), cerrada al raciocinio más elemental.

Es posible que la fe mueva montañas, no hay información de que tal haya sucedido alguna vez, pero eso no prueba nada, dado que Dios nunca ha estado dispuesto a experimentar sus poderes en ese tipo de operación geológica. Lo que sí sabemos es que las religiones no solo no aproximan a los seres humanos, sino que viven, las religiones, en estado de permanente enemistad mutua, pese a todos los discursos seudo ecuménicos que las conveniencias de unos y otros consideren provechosas por ocasionales y pasajeras razones tácticas.

Las cosas son así desde que el mundo es mundo y no se ve ningún indicio de que vayan a cambiar. Salvo la obvia idea de que el planeta sería mucho más pacífico si todos fuésemos ateos. Claro que, siendo la naturaleza humana lo que es, no nos faltarían otros motivos para todos los desacuerdos posibles e imaginables, pero no libertaríamos de esa idea infantil y ridícula de creer que nuestro dios es el mejor de los demás dioses que andan por ahí y de que el paraíso que nos espera es un hotel de cinco estrellas. Es más, creo que reinventaríamos la filosofía.
ENFRENTEMONOS A LOS... Disponível em: <http://cuaderno.josesaramago.org/2009/02/10/ateos/>. Acesso em: 13 maio 2018. Adaptado.

QUESTÃO 14
(FASA) Señale Verdadero (V) o Falso (F).

En el texto, se

( ) transmite la idea de que el hombre siempre encontraría motivos para la controversia.
( ) demuestra que la religión puede ayudar al hombre a construir su felicidad.
( ) afirma que la fe es algo muy infantil.

La secuencia correcta, de arriba abajo, es

A) F F V
B) F V F
C) V F F
D) V F V

RESPOSTA.

QUESTÃO 15
(FASA) El autor del texto

A) aconseja a que las personas se hagan ateas.
B) defiende que se reinvente la filosofía.
C) afirma que las religiones llevan la vida en continuo enfrentamiento mutuo.
D ) está seguro que el paraíso existe y que es algo bueno.

RESPOSTA.

HISTÓRIA

QUESTÃO 16
(FASA) Sobre a crise religiosa e as mudanças na Igreja Católica, na Europa Moderna, é correto afirmar:

A) O choque entre os interesses da classe economicamente dominante e a posição da Igreja Católica, no que se refere ao lucro excessivo, foi um importante fator dos movimentos reformistas.

B) A autoridade dos papas católicos saiu fortalecida e hegemônica, apesar dos conflitos com os imperadores e monarcas absolutistas europeus.

C) Os reformistas protestantes, nos tratados de paz religiosa, aceitaram todos os dogmas e preceitos da Igreja Católica, excetuando-se o celibato clerical.

D) Os humanistas do Renascimento participaram das discussões teológicas com filósofos católicos, com o objetivo de manter uma frente cristã unida no combate à expansão islâmica na Europa ocidental.

RESPOSTA.

QUESTÃO 17
(FASA) A virada do século XIX para o XX apresentou, no Brasil, características tão dramáticas quanto decisivas para o destino futuro do país. Em maio de 1888, era tardiamente abolida a escravidão, uma vez que fomos a última nação do Ocidente a dar fim a esse tipo de sistema de trabalho compulsório e violento – ainda depois dos Estados Unidos (1865) e de Cuba (1886). Um ano e meio após a Abolição caía a Monarquia, por demais vinculada à escravidão e, ao final, isolada entre as demais forças políticas. (A VIRADA... 2012. p. 123).

A partir da análise do texto, aliada aos conhecimentos sobre o período de transição do trabalho compulsório para o livre, no Brasil, é correto afirmar:

A) Os ex-escravos passaram a ter as mesmas condições da população branca, como direito à cidadania, igualdade e oportunidades da trabalho.

B) A Lei Áurea, iniciativa da Coroa, visou garantir a estabilidade e o apoio dos setores rurais do Império.

C) A abolição demandou a urgente substituição da mão de obra negra por imigrantes, principalmente o europeu.

D) Após a libertação dos escravos, priorizou-se uma política de amparo social aos ex-escravos, evitando sua exclusão.

RESPOSTA.

QUESTÃO 18
(FASA) Deve-se reconhecer que estes últimos anos tiveram como principal fonte de conflito [...] a oposição entre o capitalismo e o comunismo. Foi este conflito, denominado Guerra Fria, que envenenou as relações internacionais do após-guerra. (U-THAN. Secretário Geral da ONU. Em afirmativa de novembro de 1963). (U-THAN. IN: AQUINO ET AL.1990. p. 237).

A polarização do mundo entre as duas maiores potências do período pós-Segunda Guerra Mundial caracterizou-se

A) pelos desacordos em relação à distribuição territorial global das áreas de influência da Europa e dos Estados Unidos.

B) pela intensa propaganda ideológica entre o comunismo e o capitalismo.

C) pelo desarmamento mundial, decorrente dos flagelos provocados pela Segunda Guerra Mundial.

D) pelo predomínio da coexistência pacífica, graças ao trabalho dos organismos internacionais, como a OTAN e a ONU.

RESPOSTA.

QUESTÃO 19
(FASA) Falhamos. Participei do golpe de 64 como capitão e, por isso, faço essa autocrítica muito à vontade. Falhamos. O AI-5 foi um dos grandes erros, porque institucionalizou o arbítrio justamente quando houve a oportunidade de uma transição para a democracia, com a Constituição de 1967. (CAVAGNARI. IN: CONTREIRAS. 1998. p. 209).

No Brasil do período do regime militar, vários atos institucionais foram editados.

Em relação ao AI-5, é correto afirmar:

A) Estabeleceu a eleição indireta para presidente e adotou o sistema de partido único.

B) Cassou os mandatos dos governadores e criou a imunidade parlamentar.

C) Acabou com a garantia do habeas corpus, além de dar poderes ao governo de cassar mandatos e suspender direitos políticos.

D) Criou a Comissão da Verdade, para identificar os responsáveis pelos crimes de tortura.

RESPOSTA.

QUESTÃO 20
(FASA) Um carro esporte Mazda é desenhado na Califórnia, financiado por Tóquio; o protótipo é criado em Worthing (Inglaterra) e a montagem é feita nos Estados Unidos e no México, usando componentes eletrônicos inventados em Nova Jersey e fabricados no Japão. [...] Já a indústria de confecção norte-americana, quando inscreve em seus produtos “made in USA”, esquece de mencionar que eles foram produzidos no México, no Caribe ou nas Filipinas. (ORTIZ. In: CARMO. 2004. p. 147).

A análise do texto e os conhecimentos sobre a fase do capitalismo denominada de globalização permitem afirmar que ela apresenta, como uma de suas características, a

A) implementação de políticas de estatização de empresas privadas.

B) diminuição das desigualdades sociais entre os países ricos e pobres.

C) consolidação das organizações políticas dentro dos Estados, facilitando o advento de governos autoritários.

D) integração do espaço mundial, caracterizado pelo intenso fluxo de capital, serviços, produtos e tecnologias entre os países.

RESPOSTA.

GEOGRAFIA

QUESTÃO 21
(FASA) A partir dos conhecimentos sobre produção agrária e a utilização da terra no mundo, ao longo da história do homem, é correto afirmar:

A) As “revoluções verdes” ocorrem em todos os países periféricos e consistem basicamente na introdução de sementes melhoradas geneticamente que propiciam alto rendimento.

B) No sistema de plantation, inexiste a exploração do trabalhador rural, pois seu objetivo é produzir para atender à demanda interna.

C) A China, com a vitória da Revolução, no século XX, reestruturou a exploração da terra, implantando um sistema de produção coletivista, através do qual a rizicultura se tornou a base da economia rural.

D) No Brasil, não existe o subaproveitamento da terra, pois todo o espaço é utilizado com grandes produções agrícolas, principalmente a dos cereais.

RESPOSTA.

QUESTÃO 22
(FASA) Com base nos conhecimentos sobre estrutura econômica e social do Brasil, marque V nas afirmativas verdadeiras e F, nas falsas.

( ) O Plano de Metas do governo Kubitschek era composto de cinco setores básicos, energia, transporte, alimentação, indústria de base e educação, devendo os recursos do país serem canalizados para essas áreas.

( ) Durante o milagre econômico, na fase da ditadura civil-militar, o desenvolvimento foi diversificado, e os investimentos distribuídos por todas as regiões, o que provocou a desconcentração da renda.

( ) As oscilações dos preços dos produtos agrícolas no mercado externo atual têm beneficiado o grande produtor e penalizado o pequeno produtor.

( ) O país é, atualmente, um grande produtor e exportador de mercadorias de diversos tipos, principalmente commodities minerais e agrícolas.

A alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo, é a

A) F F V V
B) V F V F
C) V F F V
D) V V F F

RESPOSTA.

QUESTÃO 23
(FASA) Os conhecimentos sobre os aspectos físicos das regiões brasileiras permitem afirmar:

A) O relevo da Região Sul é pouco diversificado, não apresentando depressões ou planaltos.

B) A Região Centro-Oeste é a maior do país em extensão territorial e a mais populosa, fazendo fronteira com o Uruguai e o Paraguai.

C) A Mata Atlântica se encontra mais preservada na Região Sudeste, onde sofreu pouca devastação, sendo essa a única região brasileira em que todos os estados são litorâneos.

D) O Nordeste, dentre as regiões brasileiras, é a que possui, pela localização, maior proximidade com a Europa.

RESPOSTA.

QUESTÃO 24
(FASA) Com base nos conhecimentos sobre recursos energéticos, é correto afirmar:

A) Os países intertropicais são os que dispõem de maior potencial de energia solar.

B) A má qualidade do ar, respirado nos grandes centros urbanos, deve-se ao acúmulo de monóxido de carbono expelido pelas indústrias, pois os modernos veículos automotores já não poluem o ar.

C) No Brasil, o petróleo encontrado na Bahia e em Sergipe está acumulado em rochas cristalinas de estruturas antigas.

D) A energia eólica não produz poluição sonora, não é poluente, mas tem a desvantagem de não estar permanentemente disponível ao homem, já que a maioria dos países não possui ventos suficientemente fortes para produzir eletricidade.

RESPOSTA.

QUESTÃO 25
(FASA) No Brasil, o processo de conurbação das cidades é considerado recente, uma vez que estamos falando de um país com industrialização e urbanização tardias. Assim, as primeiras cidades conurbadas surgiram na década de 50 e 70 do século passado. Alguns exemplos de cidades brasileiras que passaram pelo processo de conurbação são Belo Horizonte, Goiânia, Curitiba além de Londrina (PR), Campinas (SP) e muitas outras. (CONURBAÇÃO. 2018).

O processo de conurbação, no Brasil, é decorrente

A) do crescimento vertical das megalópoles.

B) da junção espacial de uma ou mais cidades.

C) do crescimento vertical das cidades de médio porte.

D) do desenvolvimento econômico ocorrido nas últimas décadas nas cidades de pequeno porte.

RESPOSTA.

QUÍMICA

QUESTÃO 26
ANULADA.
RESPOSTA.

QUESTÃO 27

Por que a Cana é melhor que o Milho

(FASA) Analisando-se as informações da ilustração, é correto afirmar:

A) O consumo de combustíveis derivados do petróleo é maior para a obtenção do etanol da cana-de-açúcar do que para a produção de etanol do milho.

B) O teor de açúcar na cana-de-açúcar é 75% maior do que no milho, fazendo com que o etanol obtido da cana seja sete vezes mais eficiente do que o retirado do milho.

C) A reação de combustão de uma mesma quantidade de matéria de etanol e de gasolina libera, nas mesmas condições, a mesma quantidade de gás carbônico e de água.

D) O uso do etanol, em relação ao da gasolina, tem como uma das vantagens a absorção de parte do gás carbônico, liberado durante a combustão do álcool, na reação de fotossíntese realizada pelas plantas de cana-de-açúcar e de milho.

RESPOSTA.

QUESTÃO 28
(FASA)

SiO2(s) + HF(aq) → SiF4(l) + H2O(l)
Vidro

O vidro fosco e as gravações em vidro podem ser feitas com o HF(aq), Ka = 6,5.10ˉ⁴, e representadas pela equação química não balanceada em destaque.

Considerando-se essas informações e após o balanceamento dessa equação química com os menores coeficientes inteiros, é correto afirmar:

A) O SiF4 é sal iônico classificado como neutro.

B) O Nox do silício é alterado durante a gravação do vidro.

C) As moléculas HF e H2O possuem, respectivamente, forma geométrica linear e angular.

D) O HF(aq) se encontra completamente ionizado em soluções diluídas que possuem pH igual a 7.

RESPOSTA.

QUESTÃO 29

lodo sólido a vapor de iodo, álcool 96° GL, Ar atmonsférico, Petróleo

(FASA) Os sistemas I, II, III e IV são constituídos por substâncias importantes, empregadas em uma série de materiais de uso comercial.

Em relação a esses sistemas e considerando-se os conhecimentos sobre substâncias químicas, é correto afirmar:

A) O sistema I é bifásico.

B) O sistema II representa uma mistura heterogênea.

C) Os componentes dos sistemas III e IV são separados por destilação simples.

D) O sistema IV é constituído por hidrocarbonetos solúveis em água.

RESPOSTA.

QUESTÃO 30
(FASA) “Um vazamento de mais de quatro mil litros de gasolina ocorreu há alguns meses em uma Avenida na Capital baiana e aflorou à superfície e atingiu o espelho d’água de uma lagoa existente no local.”

Em relação à gasolina, é correto afirmar:

A) É solúvel em água, sendo, por isso, reconhecida no espelho d’água.

B) Apresenta temperatura e densidade variáveis durante o processo de destilação.

C) Libera, ao entrar em combustão, menor volume de CO2 do que o etanol, nas mesmas condições.

D) Possui pressão de vapor, a 25°C e 1atm, inferior à da água, sendo, por isso, facilmente identificada pelo odor.

RESPOSTA.

QUESTÃO 31

fio metalico

(FASA) Considerando-se o esquema, que representa uma pilha formada por lâminas de chumbo e de zinco, e sabendo-se que os potenciais-padrão de redução desses metais são respectivamente, − 0,13V e − 0,76V, é correto afirmar:

A) O cátodo da pilha é a lâmina de zinco.
B) A diferença de potencial da pilha é − 0,63V.
C) O zinco perde massa quando a pilha funciona.
D) O chumbo oxida-se mais facilmente do que o zinco.

RESPOSTA.

QUESTÃO 32
(FASA) Uma célula, mesmo simples como uma bactéria, pode conter, aproximadamente, 5000 espécies de compostos orgânicos, dentre os quais 3000 diferentes espécies de proteínas e 1000 diferentes espécies de ácidos nucleicos.

Com base nessa informação e sobre compostos orgânicos, é correto afirmar:

A) O átomo de carbono não apresenta formas alotrópicas.

B) Um composto orgânico não pode conter átomos de metais em suas moléculas.

C) Os compostos do carbono, de modo geral, apresentam densidade maior do que os compostos iônicos.

D) O grande número de compostos orgânicos existentes deve-se à estrutura peculiar do átomo de carbono.

RESPOSTA.

QUESTÃO 33

cafeína

(FASA) A cafeína, existente no café, no chá preto e nas bebidas “energéticas”, pode gerar dependência química.

Com relação a essa substância, é correto afirmar:

A) Dissocia, na presença da água, liberando o monóxido de carbono, CO(g).

B) Apresenta grupos funcionais das amidas e das aminas.

C) É classificada como um aminoácido de cadeia condensada.

D) Possui cadeia saturada e homogênea.

RESPOSTA.

QUESTÃO 34
(FASA) Um vazamento de petróleo em uma refinaria espalhou 1,3 milhão de litros de óleo, provocando um desastre ambiental e atingiu uma reserva ambiental, matando milhares de peixes e aves.

Considerando-se essa informação, é correto afirmar:

A) A massa de petróleo que se espalhou é menor que 1,3.10³ toneladas.

B) As interações entre os hidrocarbonetos que compõem o petróleo são de natureza dipolo permanente e dipolo induzido.

C) O óleo do corpo das aves atingidas é retirado utilizando-se de solução diluída de palmitato de sódio, C15H31COOˉ Na⁺.

D) O petróleo é uma substância composta, de origem fóssil, formado apenas por hidrocarbonetos alifáticos e aromáticos.

RESPOSTA.

QUESTÃO 35
(FASA) Desde que a era das fotografias espaciais começou, há quarenta anos, uma nova e prodigiosa imagem se formou no arquivo mental da humanidade sobre o que é o planeta no qual vivemos. Do nosso ponto de vista ao universo, provavelmente não existe nada que se compare à beleza desta vívida esfera azul, brilhando na imensidão do espaço, água e terra entrelaçadas num abraço eterno, envoltas num cambiante véu de nuvens. A luxuriante diversidade da vida espalhada por florestas, montanhas, desertos, oceanos, rios, vibrando num diapasão constante que evoca uma história de 3,5 bilhões de anos, desde as bactérias primevas até tudo o que respira, exala, anda, rasteja, suga, se fotossintetiza, se multiplica e se replica, neste momento exato, em nosso planeta. Métodos mais acurados de observar a Amazônia mapeiam o desmatamento. Desequilíbrio no ciclo das chuvas, causado pelo homem, ameaça a floresta. 75% das emissões de gás carbônico do Brasil vêm das queimadas na Amazônia, o que coloca o país entre os cinco maiores poluidores do mundo. Investimentos em florestas de proveta aliviam a pressão sobre a mata nativa. A totalidade da vida, conhecida como biosfera pelos cientistas e criação pelos teólogos, é uma membrana tão fina de organismos, que envolve a Terra que não pode ser vista a partir de uma nave espacial, porém internamente é tão complexa, que a maior parte das espécies que a compõem está por ser descoberta. (GRYZINSKI, 2005, p. 84-118).

Analisando-se o texto e estendendo essa análise para outros processos nos quais se produz CO2, é correto afirmar:

A) A combustão completa dos hidrocarbonetos da gasolina produz grandes quantidades de carbono sólido, gerando a fuligem.

B) Das substâncias orgânicas consumidas nas queimadas, apenas os hidrocarbonetos e os álcoois produzem CO2.

C) Os combustíveis fósseis colaboram de forma pouco significativa para o aumento do efeito estufa do planeta.

D) As queimadas reduzem a biomassa no Brasil.

RESPOSTA.

BIOLOGIA

QUESTÃO 36

a organização de células complexas

(FASA) A figura ilustra, de modo esquemático, a organização de células complexas.

Uma das habilidades funcionais, comum a essas células, é

A) armazenar amido no interior de grandes vacúolos no citoplasma.

B) converter energia luminosa em energia química, ao nivel do hialoplasma.

C) manter a forma e a integridade, mesmo em soluções altamente hipotônicas.

D) realizar processos de transcrição e tradução em diferentes compartimentos.

RESPOSTA.

QUESTÃO 37

Citosol

(FASA) A partir da análise da figura, que esquematiza parte da organização das membranas celulares de eucariontes, é correto afirmar:

A) A bicamada lipídica funciona como barreira seletiva entre o compartimento extracelular e o citosol.

B) O colesterol faz parte da estrutura das membranas, tanto do lado voltado para o lado exterior quanto para o lado interior da célula.

C) Os glicolipídios estão voltados para a parte hidrofóbica da bicamada lipídica.

D) Os ácidos graxos, na organização da membrana, realizam o transporte ativo.

RESPOSTA.

QUESTÃO 38
(FASA) Na luta contra a obesidade, o IGS, sigla para Implantable Gastric Stimulation System (Sistema Implantável de Estimulação Gástrica) é um aparelho que funciona nos moldes do marca-passo usado para regular os batimentos cardíacos. Implantado por laparoscopia, sob a pele, na região situada logo abaixo da cintura, o aparelho bombardeia a parede externa do estômago com pequenas descargas elétricas, imperceptíveis ao usuário. Ininterruptos, os choquinhos aumentam a sensação de saciedade. Assim, ao sentar-se à mesa, o paciente se sente satisfeito com uma quantidade de comida bem menor do que a que estava acostumado a ingerir. (PASTORE, 2018)

Os efeitos do “marca-passo” gástrico no organismo humano é uma evidência de

A) ausência de sinapses nervosas, associando secreção gástrica com sensação de saciedade.

B) redução das necessidades nutricionais exigidas para o perfeito funcionamento orgânico.

C) possibilidade de perda de peso pela diminuição do volume gástrico.

D) integração sistêmica controlada por circuitos nervosos.

RESPOSTA.

QUESTÃO 39

gene D4DR

(FASA) Existe um gene identificado como D4DR, que é a receita de uma proteína chamada de receptor de dopamina. A função dessa proteína é a de estender-se para fora da membrana do neurônio, na junção com outro neurônio, para capturar a dopamina, que é um neurotransmissor.

A figura esquematiza a associação de dois neurônios, discriminando a liberação de um neurotransmissor.

Atuando em muitas vias, a dopamina é uma substância muito importante na dinâmica do cérebro e o seu papel é bem definido, porque

A) é a expressão proteica do gene D4DR.
B) condiciona a estimulação do neurônio pós-sináptico.
C) proporciona a transmissão bidirecional da onda elétrica.
D) é liberada através de vesículas das terminações dendríticas.

RESPOSTA.

QUESTÃO 40

hemácias

(FASA) A anemia falciforme é a doença genética mais comum no Brasil e se deve a uma mutação que leva à produção de uma variante da hemoglobina, a Hemoglobina S (HbS), que prejudica o transporte de oxigênio, como mostrado na figura.

A análise da figura permite afirmar que a mutação

A) muda a carga genético das hemácias maduras e provoca a doença.
B) ocorre no mRNA, devido a falhas no processo de transcrição.
C) é uma alteração no DNA que pode afetar o fenótipo do indivíduo.
D) é originada na tradução com a troca de aminoácidos no polipeptídeo.

RESPOSTA.

QUESTÃO 41
(FASA) O glaucoma é uma grave patologia hereditária, caracterizada pela tendência ao aumento da pressão intraocular, que pode levar à cegueira permanente. Um casal formado por indivíduos com predisposição para o aumento da pressão intraocular pode ter filhos e filhas normais.

Considerando-se as informações em relação à herança do glaucoma, é correto afirmar:

A) O casal referido tem genótipo heterozigoto.

B) O locus do gene para glaucoma situa-se no cromossomo X.

C) A proporção fenotípica esperada para a descendência do casal é de 1:2:1.

D) O alelo para o glaucoma, em todas as populações, deve ter maior frequência do que o alelo para a pressão intraocular normal.

RESPOSTA.

QUESTÃO 42
(FASA) Em certas populações de coelhos, a cor da pelagem é condicionada por dois genes B e R de segregação independente. O alelo dominante B determina pelagem de coloração preta e seu alelo recessivo b, pelos de coloração marrom. O alelo dominante R condiciona pelagem longa, enquanto seu alelo recessivo r (de Rex) condiciona, aos animais, pelagem curta.

Considerando-se os princípios que regem a Segunda Lei de Mendel, a proporção fenotípica esperada em relação às duas características na descendência proveniente do cruzamento entre animais heterozigotos é

A) 9 marrons curtos: 3 marrons longos: 3 pretos curtos: 1 preto longo.
B) 9 pretos curtos: 3 pretos longos: 3 marrons curtos: 1 marron longo.
C) 9 marrons longos: 3 marrons curtos: 3 pretos longos: 1 preto curto.
D) 9 pretos longos: 3 pretos curtos: 3 marrons longos: 1 marron curto.

RESPOSTA.

QUESTÃO 43
(FASA) Durante quase três bilhões de anos, a vida na Terra estava presente em populações de organismos unicelulares muito simples. Em suas atividades, esses organismos interagiam e modificavam o ambiente, propiciando a diversificação das populações com aquisição de novas estratégias adaptativas.

Dentre essas adaptações, algumas repercutem como inovações revolucionárias que possibilitaram uma mudança drástica no perfil da biosfera: a explosão da vida em formas mais complexas e sua expansão, conquistando ambientes terrestres emersos.

Sobre inovações evolutivas mais diretamente relacionadas com essa revolução, no mundo procariótico, analise as afirmativas e marque com V as verdadeiras e com F, as falsas.

( ) A aquisição de um mecanismo de divisão celular que preserva a organização do genoma em um único cromossomo.

( ) A universalização do mecanismo semiconservativo na replicação da molécula do DNA.

( ) O surgimento de células com a habilidade para utilizar a água como matéria-prima na fotossíntese.

( ) A evolução de vias metabólicas que possibilitaram a bactérias realizar a oxidação completa da glicose.

( ) O estabelecimento de linhagem bacteriana com capacidade de estabelecer relações de endossimbiose.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a

A) F F V V F
B) F F V V V
C) V V F F F
D) V F V F V

RESPOSTA.

QUESTÃO 44
(FASA) As treze espécies de pássaros fringilídeos do arquipélago de Galápagos, apesar de muito semelhantes, apresentam hábitos alimentares bem diferentes. Cada uma delas predomina em uma ilha do arquipélago. Algumas têm bico mais robusto, adaptados ao consumo de sementes, enquanto outras têm bicos delicados, para alimentos moles, como brotos de plantas e frutos carnosos. (AMABIS, p. 223)

Considerando-se o texto que registra observações feitas por Darwin, que o direcionaram na elaboração de ideias evolucionistas, é correto afirmar que o papel do ambiente na evolução biológica, segundo a concepção darwinista, é

A) discriminar o formato de bico mais vantajoso para cada população de fringilídeos nas diversas ilhas de Galápagos.

B) induzir mutações que permitem a sobrevivência de qualquer espécie de fringilídeos em qualquer ilha de Galápagos.

C) uniformizar o formato do bico de fringilídeos em cada uma das ilhas do arquipélago de Galápagos.

D) permitir a formação de um tipo de bico considerado perfeito para todas as ilhas do arquipélago.

RESPOSTA.

QUESTÃO 45
(FASA) A discussão sobre a natureza viva ou não viva dos vírus continua de pé, ainda que exista uma forte tendência, entre os biólogos modernos, de considerá-los seres vivos.

Uma característica geral dos seres vivos não observada nos vírus é

A) a ocorrência de alterações espontâneas no material hereditário.

B) a utilização de proteínas como componentes de estruturas de proteção.

C) o consumo de energia à custa de um equipamento químico-enzimático próprio.

D) a especificação dos aminoácidos constituintes de suas proteínas por mensagens codificadas em ácido nucleico.

RESPOSTA.

QUESTÃO 46
(FASA) Um fungo geneticamente modificado que comete suicídio depois de cumprir sua função num processo industrial pode tornar mais seguros os micro-organismos transgênicos. Criado por pesquisadoras da USP, o micróbio destrói o próprio DNA quando sua comida acaba, evitando que genes estranhos contaminem o ambiente. As pesquisadoras acreditam ter desenvolvido um sistema promissor de biossegurança que pode ser aplicado a qualquer micro-organismo transgênico e buscaram um gene da bactéria Serratia marcescens, que codifica uma nuclease, enzima que quebra em pedacinhos os ácidos nucleicos, como o DNA e o RNA. “Na natureza a bactéria joga a enzima para fora a fim de degradar os ácidos nucléicos e se alimentar deles”. O gene bacteriano, após ter sido modificado para que a nuclease permanecesse no interior da célula, é então introduzido no genoma do fungo. Essa estratégia pode ser útil numa cepa transgênica da levedura que produzisse álcool de forma mais eficaz.” (LOPES, 2018)

A biotecnologia de transferência de um gene bacteriano para um fungo pode ser efetivada com sucesso, porque

A) o fungo e a bactéria têm genomas idênticos.

B) a tradução da mensagem genética faz-se sob um sistema de decodificação universal.

C) a transcrição e a tradução da mensagem genética em fungos e em bactérias ocorrem simultaneamente

D) o DNA e o RNA são constituídos pelas mesmas unidades monoméricas.

RESPOSTA.

QUESTÃO 47

seção transversal de um caule

(FASA) A figura ilustra a seção transversal de um caule em que se distinguem faixas mais ou menos concêntricas, alternadamente claras e escuras, que correspondem à produção secundária do xilema ou tecido de condução da seiva bruta. As faixas mais escuras correspondem aos períodos de menor crescimento em espessura do caule e em que as células do lenho são menores.

As variações na espessura e na coloração desses anéis podem “contar” um pouco da história do sol e da árvore, porque

A) o anel que é adjacente à casca do caule registra o primeiro ano de vida da árvore.

B) a espessura dos anéis depende da participação da celulose, produto imediato da fotossíntese, na formação do xilema.

C) a formação do amido, armazenado principalmente no xilema, sofre interferências das variações estacionais, em função das flutuações na incidência da luz, na superfície terrestre.

D) as variações no fluxo de energia emitido pelo Sol devem interferir na fixação do CO2 pela planta, o que repercute na síntese de carboidratos.

RESPOSTA.

QUESTÃO 48
(FASA) As mudanças climáticas de origem antrópica confirmadas pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, IPCC, acenam com uma série de impactos que, no Brasil, vão de mudanças na produção agropecuária à área de saúde pública e incluem deslocamentos populacionais.(JÚNIOR, 2008, p.70-93)

O que cada um pode fazer para atenuar os efeitos das mudanças climáticas, para as gerações futuras, é um problema ético de toda a sociedade.

A partir da análise dessa informação, conclui-se que, dentre as iniciativas ambientalmente corretas, se pode incluir a

A) queima do lixo doméstico para reduzir a ocupação de espaço nos aterros sanitários.

B) cobrança aos administradores públicos do combate à dengue, um problema de saúde pública da responsabilidade dos governantes.

C) substituição de veículos automotores por bicicletas ou pelo transporte coletivo para diminuir as emissões de CO2(g) proveniente da utilização de combustíveis fósseis.

D) manutenção de uma alimentação rica à base de carne bovina, de alto valor nutritivo, para melhorar o sistema imune de indivíduos portadores de doenças infecciosas, tais como malária, dengue, cólera, dentre outras.

RESPOSTA.

QUESTÃO 49

principais atividades e interações de diversos grupos de insetos

(FASA) A figura ilustra as principais atividades e interações de diversos grupos de insetos.

Os insetos, em especial as formigas, têm comportamentos sociais altamente especializados, que apresentam como uma de suas características

A) divisão de trabalho entre os integrantes de cada uma das castas.

B) organização colonial com total dependência entre os indivíduos.

C) reprodução envolvendo diferentes modalidades entre os subgrupos da população.

D) utilização de recursos ambientais partilhados com organismos de outras espécies.

RESPOSTA.

QUESTÃO 50
(FASA) Conhecida há séculos na Índia, a cólera é uma infecção bacteriana provocada pela Vibrio cholerae, indivíduo em forma de vírgula, dotado de um único flagelo, que lhe confere extrema mobilidade. Em 1961, teve início uma pandemia que se propagou por numerosos países da Ásia, África e Europa. No Brasil, onde não havia registros de casos desde o final do século XIX, aportou em 1991, atingindo indivíduos ribeirinhos do Alto Solimões, no Amazonas. De lá para cá, os casos se multiplicaram e a moléstia, indisfarçavelmente, voltou a integrar o quadro nosológico brasileiro. (SOARES, p. 117)

Sobre epidemiologia e estrutura bacteriana, é correto afirmar:

A) O processo de tradução nessas bactérias é subsequente à transcrição, devido à compartimentalização estrutural do seu citoplasma.

B) O agente etiológico da doença é um eucarionte do reino Monera, que costuma se agrupar, formando cadeias sinuosas (S) ou espiraladas.

C) O período de incubação do Vibrio cholerae é longo, em torno de 10 a 20 dias, com manifestação abrupta, seguida de acentuada perda de água e de eletrólitos.

D) A doença é transmitida por meio de água e/ou alimentos contaminados, devido às precárias condições de saneamento básico ofertado às populações.

RESPOSTA.

Prova FASA 2018 (Vestibular Medicina) com Gabarito Prova FASA 2018 (Vestibular Medicina) com Gabarito Reviewed by Redação on outubro 09, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.