(SLMandic 2019) Como forma de garantir a coesão textual, entre outros recursos, a autora utiliza determinados termos

NAS ENTRANHAS DA PROCTOLOGIA

O exame proctológico é talvez o mais estigmatizado pela sociedade entre todos os recursos semiológicos utilizados na prática médica, e muitas vezes visto com olhar de desconfiança, vergonha e preconceito. A destreza e naturalidade do médico são fundamentais na condução dos casos, pois os pacientes resistem até tal ponto em que sua patologia já interferiu em muitos aspectos de sua vida cotidiana, ou então menosprezam seus sintomas.

Há várias patologias passíveis de causar prejuízos intensos nas vidas dos pacientes, e algumas bem comuns, como por exemplo incontinência fecal, recebem abordagens diversas de acordo com sua etiologia. É incontestável que provocam impactos psicológicos bastante relevantes, à medida que afetam a realização das atividades diárias e mesmo a condução de uma vida normal. A doença hemorroidária, as fissuras anais e as fístulas são outros problemas comumente vistos nos ambulatórios.

Além disso, a proctologia é cercada de devaneios, muitos deles de caráter obscuro. Parafilias, por exemplo, estão presentes em alguns casos muito mais frequentemente do que imaginamos. Alguns cônjuges de pacientes colostomizados, segundo relatos, mantêm relações sexuais através do orifício da própria bolsa de colostomia. Essas parafilias não tiveram sua origem na cirurgia do paciente, mas em algum aspecto reprimido na mente do indivíduo acometido por elas. A mente humana é um labirinto cheio de mistérios, e elucidá-los por completo é uma tentativa ilusória.
(ISER, Gaile Fernanda. In CATALDO NETO, Alfredo et al..
O estudante de medicina e o paciente – Uma aproximação à prática médica.
Porto Alegre: EDIPUCRS, 2006, p. 161-164. Adaptado.)

(SLMandic 2019) Como forma de garantir a coesão textual, entre outros recursos, a autora utiliza determinados termos e expressões cuja afinidade de sentido permite retomar, complementar ou mesmo depreender o significado de outros vocábulos do texto. Assim, os termos “estigmatizado”, “semiológicos”, “etiologia” e “parafilias”, respectivamente, mantêm proximidade semântica com as palavras

A) destreza; patologia; impactos; devaneios.
B) utilizados; condução; problemas; relatos.
C) desconfiança; casos; realização; cirurgia.
D) naturalidade; prática; psicológicos; ilusórios.
E) preconceito; sintomas; origem; sexuais.

QUESTÃO ANTERIOR:
(SLMandic 2019) Acerca dos elementos que caracterizam o texto como narrativo-descritivo, são feitas as seguintes afirmações

GABARITO:
E) preconceito; sintomas; origem; sexuais.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (SLMandic 2019) Acerca das orações utilizadas na estruturação do texto e sua função sintática, são apresentadas as seguintes afirmações

Questão disponível em:
Prova São Leopoldo Mandic (VESTIBULAR - MEDICINA 2019) com Gabarito

PESQUISAR OUTRA QUESTÃO

Comentários