(UEL 2020) Com base na imagem e nos conhecimentos sobre modernidade e vida social, é correto afirmar que a obra representa

Analise a imagem a seguir.

DELACROIX, E. Liberdade Guiando o Povo. 1830.

Exposta no Museu do Louvre, a obra “Liberdade Guiando o Povo”, remete à existência de questão social ainda hoje debatida.

(UEL 2020) Com base na imagem e nos conhecimentos sobre modernidade e vida social, é correto afirmar que a obra representa

a) a luta de estratos sociais em defesa da igualdade jurídica e pela conquista dos direitos de cidadania.

b) a primeira tentativa de revolução social do proletariado moderno contra a burguesia.

c) a participação popular na luta pelo direito de voto pelas mulheres e contra o trabalho infantil.

d) o repúdio ao caráter sangrento das revoluções populares, produtoras de regimes ditatoriais.

e) a democracia, que atinge a plenitude quando homens, mulheres e jovens pegam em armas.

QUESTÃO ANTERIOR:
(UEL 2020) No Museu do Louvre, estão exibidos objetos metálicos usados por sociedades antigas.

Conteúdo programático:
Estrutura e Estratificação social/as desigualdades Sociais. Mudança/transformação social/movimentos sociais/cidadania. Política/Estado, dominação e poder.

RESOLUÇÃO:
a) Correta. Os ideais de liberdade, igualdade e fraternidade, dos quais resultou a Revolução Francesa, possuíram uma força ideológica capaz de mobilizar os estratos sociais populares, as “classes subalternas”, no sentido de lutarem por direitos e igualdade jurídica.

b) Incorreta. A Revolução Francesa foi uma revolução burguesa. A primeira tentativa de revolução proletária ocorrerá no século XIX, momento no qual a burguesia já havia consolidado seu poder econômico e político.

c) Incorreta. A luta pelo direito de voto das mulheres e o combate ao trabalho infantil foram essencialmente travados com o desenvolvimento da sociedade industrial capitalista.

d) Incorreta. A Revolução Francesa não foi uma revolução popular, proletária, e sim burguesa. Neste sentido, o espírito da tela não é o de apontar para a discussão de regimes ditatoriais, mas o momento violento dentro de um determinado processo para a construção da liberdade jurídica entre os indivíduos, discussão essa travada no século XX por Barrington Moore Jr. em seu livro "As origens sociais da ditadura e da democracia".

e) Incorreta. O espírito da tela não é a exaltação das armas e da violência, mas sim da necessidade de se lutar conjuntamente (homens, mulheres e jovens) para ampliarem seus espaços de liberdade.

GABARITO:
a) a luta de estratos sociais em defesa da igualdade jurídica e pela conquista dos direitos de cidadania.

PRÓXIMA QUESTÃO:
- (UEL 2020) Em “O banqueiro e sua esposa”, é possível verificar a emergência da sociedade capitalista.

QUESTÃO DISPONÍVEL EM:
Prova UEL 2020 (1ª e 2ª Fases) com Gabarito e Resolução

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.