Prova CFC 2019 1ª Edição; Questões com Gabarito

Prova CFC 2019 1ª Edição; Questões com Gabarito
Prova CFC 2019 1ª Edição; Questões com Gabarito
(CFC - Conselho Federal de Contabilidade)
Exame de Suficiência - TIPO 1 BRANCA

VEJA TAMBÉM:
Prova CFC 1ª Edição 2018 com Gabarito
Prova CFC 2ª Edição 2018 com Gabarito

QUESTÃO 01
CFC 2019: Com base na NBC TG 01 (R4) – Redução ao valor recuperável de ativos, analise as afirmativas a seguir.

I. A perda por desvalorização do ativo deve ser reconhecida imediatamente na demonstração do resultado, a menos que o ativo tenha sido reavaliado. Qualquer desvalorização de ativo reavaliado deve ser tratada como diminuição do saldo da reavaliação.

II. As perdas por desvalorização reconhecidas para o ágio por expectativa de rentabilidade futura (goodwill) devem ser revertidas em períodos subsequentes.

III. A entidade deve avaliar ao fim de cada período de reporte, se há alguma indicação de que um ativo possa ter sofrido desvalorização. Se houver alguma indicação, a entidade deve estimar o valor recuperável do ativo.

Estão corretas as afirmativas

A) I, II e III.
B) I e II, apenas.
C) I e III, apenas.
D) II e III, apenas.

GABARITO.

QUESTÃO 02
CFC 2019: De acordo com a NBC TG 22 (R2) – Informações por segmento, um segmento operacional é um componente de entidade:

I. Para o qual haja informação financeira individualizada disponível.

II. Que desenvolve atividades de negócio das quais pode obter receitas e incorrer em despesas (incluindo receitas e despesas relacionadas com transações com outros componentes da mesma entidade).

III. Cujos resultados operacionais são regularmente revistos pelo principal gestor das operações da entidade para a tomada de decisões sobre recursos a serem alocados ao segmento e para a avaliação do seu desempenho.

Completam corretamente as informações do enunciado o disposto em

A) I, II e III.
B) I e II, apenas.
C) I e III, apenas.
D) II e III, apenas.

GABARITO.

QUESTÃO 03
CFC 2019: A Companhia Siderúrgica “A”, ao encerrar o exercício social de 20X1, apresentou o valor de R$ 2.750.000,00 referente ao lucro atribuível aos titulares de suas ações ordinárias.

Com o objetivo de mensurar o resultado básico por ação no exercício social de 20X1, a Companhia Siderúrgica “A” levantou os seguintes dados sobre suas ações ordinárias:

saldo no início do exercício de 20x1

Com base somente nas informações apresentadas e considerando a NBC TG 41 (R2) – Resultado por ação, assinale a alternativa que evidencia o valor mais próximo do resultado básico por ação atribuível aos titulares de ações ordinárias da Sociedade Empresária “A” no encerramento do exercício social de 20X1.

Considere o exercício social de 20X1 com 365 dias e que ações em tesouraria são instrumentos patrimoniais readquiridos e mantidos pela própria entidade.

A) R$ 152,00
B) R$ 161,00
C) R$ 200,00
D) R$ 343,00

GABARITO.

QUESTÃO 04
CFC 2019: No que se refere à NBC TG 29 (R2) – Ativo biológico e produto agrícola, item 43, “a entidade é encorajada a fornecer uma descrição da quantidade de cada grupo de ativos biológicos, distinguindo entre consumíveis e de produção ou entre maduros e imaturos, conforme apropriado”.

Com base nessa informação e considerando a NBC TG 29 (R2) – Ativo biológico e produto agrícola, são exemplos de ativos biológicos consumíveis, EXCETO:

A) Plantações de milho e trigo.
B) Árvores para a produção de madeira.
C) Rebanhos de animais mantidos para a produção de carne.
D) Plantas portadoras mantidas para produzirem frutos por mais de um período.

GABARITO.

QUESTÃO 05
CFC 2019: Em 02/10/20X1, a Sociedade Empresária “A” adquiriu, em condições usuais e taxa de juros compostos condizentes ao mercado, um imóvel por meio de financiamento para ser liquidado em 6 prestações trimestrais, periódicas, iguais e postecipadas, com a primeira prestação após três meses da aquisição do imóvel, conforme tabela demonstrada a seguir:

prestação valor da prestação e juros

A Sociedade Empresária “A” manterá esse imóvel para uso no fornecimento de suas mercadorias e espera-se que ele seja utilizado por mais de um período para geração de benefícios futuros e econômicos à entidade.

Com base nas informações apresentadas e, que a Sociedade Empresária “A”, no reconhecimento inicial, aplicou a Resolução CFC nº 1.151, de 23 de janeiro de 2009 – Aprova a NBC TG 12 – Ajuste a valor presente, NBC TG 27 (R4) – Ativo imobilizado e Lei nº 6.404/76 (Lei das SAs), assinale os lançamentos contábeis que refletem corretamente, em 02/10/20X1, o registro do imóvel, das prestações e dos juros no patrimônio da Sociedade Empresária “A”.

Admita que os juros estão embutidos no valor das prestações e que o exercício social da Sociedade Empresária “A” finda-se em 31 de dezembro de cada ano. A Sociedade Empresária “A” considera que os lançamentos contábeis aludidos anteriormente apresentam efeito relevante aos usuários das informações contábeis.

alternativas questão 05

GABARITO.

QUESTÃO 06
CFC 2019: O Ativo A apresenta os seguintes fluxos de caixa futuros possíveis no horizonte de um ano e suas respectivas probabilidades:

Fluxos de Caixa Futuros Possíveis Probabilidade

Sabe-se que a taxa de juros livre de risco aplicável para fluxos de caixa futuros possíveis no horizonte de um ano é de 3% e o prêmio de risco sistemático para ativo com o mesmo perfil de risco é de 2%.

Diante dos dados apresentados e utilizando o Método 2 da Técnica de Valor Presente Esperado apontada na NBC TG 46 (R2) – Mensuração do valor justo, qual das alternativas a seguir indica o valor mais próximo do Valor Justo do Ativo A?

A) R$ 390,48
B) R$ 402,19
C) R$ 410,00
D) R$ 500,00

GABARITO.

QUESTÃO 07
CFC 2019: De acordo com a NBC TG 24 (R2) – Evento subsequente, as alternativas a seguir são exemplos de eventos subsequentes ao período contábil a que se referem as demonstrações contábeis. Tais eventos subsequentes exigem que a entidade ajuste os valores reconhecidos em suas demonstrações ou reconheça itens que não tenham sido previamente reconhecidos, EXCETO:

A) Descoberta de fraude ou erros que mostrem que as demonstrações contábeis estavam incorretas.

B) O declínio do valor justo de investimentos ocorrido no período compreendido entre o final do período contábil a que se referem as demonstrações e a data de autorização de emissão dessas demonstrações.

C) Determinação, após o período contábil a que se referem as demonstrações contábeis, do custo de ativos comprados ou do valor de ativos recebidos em troca de ativos vendidos antes do final daquele período.

D) Decisão ou pagamento em processo judicial após o final do período contábil a que se referem as demonstrações contábeis, confirmando que a entidade já tinha a obrigação presente ao final daquele período contábil.

GABARITO.

QUESTÃO 08
CFC 2019: A Sociedade Empresária “A” é do setor de varejo e comercializa suas centenas de produtos com uma garantia segundo a qual os clientes estarão cobertos pelo custo da reparação de qualquer defeito de fabricação que se tornar evidente dentro do primeiro ano após a compra.

A experiência passada da Sociedade Empresária “A” e as expectativas futuras indicam que, para o próximo ano, dos seus produtos vendidos, 60% não apresentarão defeitos, 30% apresentarão defeitos menores e 10% apresentarão defeitos maiores. Outras informações:

A Sociedade Empresária “A” irá incorrer:

- Em custos de reparação de R$ 800.000,00, caso sejam detectados defeitos menores em todos os seus produtos vendidos.

- Em custos de reparação de R$ 1.500.000,00, caso sejam detectados defeitos maiores em todos os produtos vendidos.

Considerando-se apenas as informações apresentadas e a NBC TG 25 (R2) – Provisões, passivos contingentes e ativos contingentes, assinale o valor esperado do custo das reparações que a Sociedade Empresária “A” reconheceria como provisão.

Admita que os valores dos custos de reparação, caso sejam detectados defeitos, e as probabilidades associadas aos possíveis desfechos, foram determinados pelo julgamento da Sociedade Empresária “A”, complementado pela experiência de transações semelhantes somado aos relatórios de peritos independentes. Ainda, admita que os critérios para reconhecimento da provisão foram atendidos conforme determina a NBC TG 25 (R2).

A) R$ 390.000,00
B) R$ 530.000,00
C) R$ 920.000,00
D) R$ 2.300.000,00

GABARITO.

QUESTÃO 09
CFC 2019: Em 20X1 a Sociedade Empresária “A” adquiriu, por R$ 1.000.000,00, o direito de explorar a marca comercial (registrada) ABC. O direito de exploração dessa marca foi estipulado em contrato e tem vigência de 10 anos. A Sociedade Empresária “A” não pretende renovar o contrato e julga que o método de amortização linear reflete o padrão de consumo pela entidade dos benefícios econômicos futuros esperados com a exploração da marca.

Com base somente nessas informações e, considerando-se a NBC TG 04 (R4) – Ativo intangível, assinale a seguir a alternativa que evidencia o valor contábil de amortização acumulada da marca comercial ABC que estará reconhecido no Balanço Patrimonial da Sociedade Empresária “A” ao encerrar o exercício social de 20X1.

Admita que não há valor residual e que a marca estava disponível para uso em 01/01/20X1, momento em que a Sociedade Empresária “A” iniciou a exploração.

A) R$ 8.300,00
B) R$ 100.000,00
C) R$ 200.000,00
D) R$ 1.000.000,00

GABARITO.

QUESTÃO 10
CFC 2019: A Companhia Ômega adquiriu para revenda mercadorias no valor de R$ 10.000,00 em maio de 2017. Os impostos recuperáveis sobre a compra perfazem o total de R$ 1.800,00. Sobre essa compra, a Companhia Ômega também pagou frete de R$ 200,00 com impostos recuperáveis de R$ 24,00 e seguros no valor de R$ 250,00.

A empresa vendeu 70% das mercadorias adquiridas no período. Sabe-se que a Companhia Ômega não tinha saldo anterior de mercadorias para revenda. É correto afirmar que o valor do Custo das Mercadorias Vendidas foi de:

A) R$ 5.740,00
B) R$ 5.863,20
C) R$ 6.038,20
D) R$ 8.626,00

GABARITO.

QUESTÃO 11
CFC 2019: Considere os dados extraídos da Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido da empresa Exemplar S.A., referente ao exercício social de 2018.

Saldo do Patrimônio Líquido em 31-12-2017

É correto afirmar que a variação total no Patrimônio Líquido da empresa no exercício social foi de:

A) R$ 6.200,00
B) R$ 14.200,00
C) R$ 22.200,00
D) R$ 28.000,00

GABARITO.

QUESTÃO 12
CFC 2019: De acordo com a NBC TG 26 (R5), o conjunto completo de demonstrações contábeis NÃO inclui:

A) Demonstração dos fluxos de caixa do período.
B) Demonstração do resultado abrangente do período.
C) Demonstração das origens e aplicações dos recursos.
D) Notas explicativas, compreendendo as políticas contábeis significativas e outras informações elucidativas.

GABARITO.

QUESTÃO 13
CFC 2019: De acordo com a NBC TG 03 (R3), a demonstração dos fluxos de caixa deve apresentar os fluxos de caixa do período classificados por atividades operacionais, de investimento e de financiamento. Nesse sentido, identifique as atividades e classifique-as como Atividades Operacionais (AO), Atividades de Investimentos (AI) e Atividades de Financiamentos (AF).

( ) Recebimentos de caixa resultantes da venda de ativo imobilizado, intangíveis e outros ativos de longo prazo.

( ) Pagamentos de caixa a fornecedores de mercadorias e serviços.

( ) Recebimentos e pagamentos de caixa de contratos mantidos para negociação imediata ou disponíveis para venda futura.

( ) Pagamentos em caixa a investidores para adquirir ou resgatar ações da entidade.

( ) Adiantamentos em caixa e empréstimos feitos a terceiros (exceto aqueles adiantamentos e empréstimos feitos por instituição financeira).

A sequência está correta em

A) AI, AF, AI, AF, AI.
B) AI, AO, AI, AI, AF.
C) AI, AO, AO, AF, AI.
D) AF, AO, AO, AF, AI.

GABARITO.

QUESTÃO 14
CFC 2019: De acordo com a NBC TG 01 (R4), a Companhia G & F S.A. possui em seu ativo imobilizado uma máquina que, com o passar do tempo, verificou-se perda do valor de mercado e também de desempenho econômico. Diante disso, decidiu-se calcular o valor da possível redução ao valor recuperável desse ativo, de acordo com os dados a seguir:

- Valor Contábil da Máquina – R$ 425.000,00;
- Valor em Uso da Máquina – R$ 414.800,00;
- Valor Justo da Máquina – R$ 415.000,00; e,
- Gastos para colocar a Máquina à Venda – R$ 35.000,00.

Nesse contexto, a perda por desvalorização a ser reconhecida é de:

A) R$ 10.000,00.
B) R$ 10.200,00.
C) R$ 45.000,00.
D) R$ 45.200,00.

GABARITO.

QUESTÃO 15
CFC 2019: O art. 176 da Lei nº 6.404/1976 estabelece que “ao fim de cada exercício social, a diretoria fará elaborar, com base na escrituração mercantil da companhia, as seguintes demonstrações financeiras, que deverão exprimir com clareza a situação do patrimônio da companhia e as mutações ocorridas no exercício […]” (BRASIL, 1976). Dentre essas demonstrações, é listada a demonstração do valor adicionado, aplicável às companhias abertas.

A Demonstração do Valor Adicionado pode ser utilizada como ferramenta gerencial que serve para informar o usuário da informação contábil do(a)(s)

A) contas de depreciação, correspondentes à perda do valor dos direitos que têm por objeto bens físicos sujeitos a desgaste ou perda de utilidade por uso, ação da natureza ou obsolescência.

B) saldo inicial do período e os ajustes de exercícios anteriores; as reversões de reservas e o lucro líquido do exercício; as transferências para reservas, dividendos, parcela de lucros incorporada ao capital e saldo final do exercício.

C) alterações ocorridas, durante o exercício, no saldo de caixa e equivalentes de caixa, uma vez que apresenta a capacidade de a entidade gerar caixa e equivalentes de caixa, bem como as necessidades da utilização desses fluxos.

D) índice de avaliação do desempenho na geração da riqueza, ao medir a eficiência na utilização dos fatores de produção; e do desempenho social, ao demonstrar na distribuição da riqueza gerada a participação dos elementos que contribuíram para sua geração.

GABARITO.

QUESTÃO 16
CFC 2019: A cada exercício social a empresa apura o resultado de suas operações. De acordo com o art. 187 da Lei nº 6.404/76, deverão ser apresentadas na demonstração do resultado do exercício as informações a seguir, EXCETO:

A) As despesas com as vendas.
B) A receita bruta das vendas e serviços.
C) A receita líquida das vendas e serviços.
D) A segregação entre vendas no mercado doméstico e no mercado externo.

GABARITO.

QUESTÃO 17
CFC 2019: A Lei nº 6.404/76, apresenta a ordem de classificação das contas do ativo:

Art. 178 [...]
§ 1º “no ativo, as contas serão classificadas em ordem decrescente de grau de liquidez”.

Essa afirmativa acarreta no fato da(s):

A) Contribuição do subscritor de ações que ultrapassar o valor nominal será classificada como Reserva de Capital.

B) Contas de Ativo Circulante serem apresentadas antes das contas que informam o Ativo Não Circulante – Imobilizado pertencente à companhia.

C) Participações Permanentes em outras sociedades e os Direitos de qualquer natureza serem classificados no Ativo Não Circulante – Ativo Intangível.

D) Ações em Tesouraria deverão ser destacadas no Balanço Patrimonial como dedução da conta do patrimônio líquido que registrar a origem dos recursos aplicados na sua aquisição.

GABARITO.

QUESTÃO 18
CFC 2019: A Companhia BETA fabrica um único tipo de produto e apresentou as seguintes informações em determinado período:

- Quantidade Produzida: 16.000 unidades;
- Custos Variáveis: R$ 200.000,00;
- Custos Fixos: R$ 120.000,00;
- Despesas Variáveis: R$ 70.000,00;
- Despesas Fixas: R$ 30.000,00;
- Quantidade Vendida: 11.000 unidades; e,
- Preço de Venda Unitário: R$ 35,00.

De acordo com as informações anteriores e considerando o custeio por absorção, assinale a alternativa correspondente ao Resultado Bruto e ao Resultado Líquido do Período, respectivamente.

A) R$ 165.000,00; R$ 27.500,00.
B) R$ 165.000,00; R$ 65.000,00.
C) R$ 177.500,00; R$ 27.500,00.
D) R$ 177.500,00; R$ 65.000,00.

GABARITO.

QUESTÃO 19
CFC 2019: Uma indústria apresentou a seguinte relação contendo seus custos e despesas em um determinado período. Observe.

descricao

O custo de fabricação, o custo primário e o custo de transformação têm, respectivamente, os valores de:

A) R$ 930.000,00; R$ 642.000,00; R$ 580.000,00.
B) R$ 930.000,00; R$ 642.000,00; R$ 616.000,00.
C) R$ 966.000,00; R$ 630.000,00; R$ 580.000,00.
D) R$ 966.000,00; R$ 630.000,00; R$ 616.000,00.

GABARITO.

QUESTÃO 20
CFC 2019: O controle da empresa James coletou alguns dados para duas atividades, que calcula as taxas do custo de atividades com base na capacidade do direcionador de custo.

Atvidade Direcionador de Custo Capacidade Custo

A empresa fabrica dois produtos: Bauru e Marília. Para o ano que finda, o seguinte consumo de direcionadores de custo foi relatado. Observe.

Produto Quilowatt-hora Inspeções de Qualidade

“Os custos alocados para cada produto de cada atividade serão, respectivamente, _____________ de energia e ____________ de inspeções de qualidade.” Assinale a alternativa que completa correta e sequencialmente a afirmativa anterior.

A) R$ 36.000,00 / R$ 13.000,00
B) R$ 100.000,00 / R$ 240.000,00
C) R$ 180.000,00 / R$ 260.000,00
D) R$ 190.000,00 / R$ 300.000,00

GABARITO.

QUESTÃO 21
CFC 2019: Uma determinada fábrica de produção não deu prioridade às medidas de segurança contra incêndio exigidas pelo Corpo de Bombeiros.

Assim, houve um incêndio e o fogo destruiu parte da fábrica. Porém, certos registros contábeis, mantidos em outra repartição, revelaram o período de 1º de janeiro a 26 de fevereiro de 2019:

Materiais Diretos Comprados

Para saber o custo histórico dos estoques para a estimativa de financiamento, considerando os dados fornecidos anteriormente, é correto afirmar que o valor do estoque de materiais diretos em 26/02/2019 é de

A) R$ 10.000,00.
B) R$ 18.000,00.
C) R$ 28.000,00.
D) R$ 33.000,00.

GABARITO.

QUESTÃO 22
CFC 2019: A normatização dos procedimentos contábeis relativos a provisões, passivos contingentes e ativos contingentes foi elaborada com base na Norma Brasileira de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, NBC TSP 03, de 21 de outubro de 2016, aprovada pelo Conselho Federal de Contabilidade e utilizada no Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (MCASP) 8ª edição para colaborar com o processo de elaboração e execução do orçamento.

Segundo a NBC TPS 03 e o MCASP 8ª edição, o Passivo Contingente NÃO pode ser definido como um(a)

A) obrigação presente que decorre de eventos passados, mas não é reconhecida porque não é possível fazer uma estimativa confiável do valor da obrigação.

B) obrigação possível que resulta de eventos passados, e cuja existência será confirmada apenas pela ocorrência ou não de um ou mais eventos futuros incertos, não completamente sob o controle da entidade.

C) obrigação presente que decorre de eventos passados, mas não é reconhecida porque é improvável que a saída de recursos que incorporam benefícios econômicos ou potencial de serviços seja exigida para liquidar a obrigação.

D) evento não planejado ou não esperado que não esteja totalmente sob o controle da entidade e que acarreta a possibilidade de um ingresso de recursos sob a forma de benefícios econômicos ou potencial prestação de serviços à entidade.

GABARITO.

QUESTÃO 23
CFC 2019: “Os Princípios Orçamentários visam estabelecer diretrizes norteadoras básicas, a fim de conferir racionalidade, eficiência e transparência para os processos de elaboração, execução e controle do orçamento público. Válidos para os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de todos os entes federativos – União, Estados, Distrito Federal e Municípios – são estabelecidos e disciplinados por normas constitucionais, infraconstitucionais e pela doutrina” (MCASP, 2019, p. 28).

Considerando o seguinte enunciado “[...] cabe ao Poder Público fazer ou deixar de fazer somente aquilo que a lei expressamente autorizar, ou seja, subordina-se aos ditames da Lei”. Para o cumprimento desse princípio, o Poder Executivo deverá estabelecer o plano plurianual, as diretrizes orçamentárias e os orçamentos anuais.

O enunciado refere-se ao Princípio

A) da Unidade.
B) da Legalidade.
C) da Exclusividade.
D) da Universalidade.

GABARITO.

QUESTÃO 24
CFC 2019: O Manual da Contabilidade Aplicada ao Setor Público estabelece os tratamentos contábeis para o ativo imobilizado das entidades do Setor Público, de forma que os usuários das demonstrações contábeis possam analisar informações consistentes acerca do ativo imobilizado no grupo do ativo não circulante. Diante do exposto, analise as afirmativas a seguir.

I. Compreende os bens móveis que têm existência material e que podem ser transportados por movimento próprio ou removido por força alheia sem alteração da substância ou da destinação econômico-social. (Exemplos: máquinas, veículos, dentre outros).

II. Compreende os bens vinculados ao terreno que não podem ser retirados sem destruição ou danos. (Exemplos: imóveis comerciais, viadutos, dentre outros).

III. O custo de um item do imobilizado deve ser reconhecido como ativo sempre que for provável que benefícios econômicos futuros ou potencial de serviços associados ao item fluirão para a entidade; e se o custo ou valor justo do item puder ser mensurado com segurança. Partindo dessa premissa, o item do imobilizado deve ter uma base monetária confiável.

IV. Quando um item do ativo imobilizado é reavaliado, a depreciação acumulada na data da sua reavaliação deve ser eliminada contra o valor contábil bruto do ativo, atualizando-se o seu valor líquido pelo valo reavaliado. O valor do ajuste decorrente da atualização ou da eliminação da depreciação acumulada faz parte do aumento ou da diminuição no valor contábil registrado.

Estão corretas as afirmativas

A) I, II, III e IV.
B) I e II, apenas.
C) II e III, apenas.
D) I, II e III, apenas.

GABARITO.

QUESTÃO 25
CFC 2019: A Sociedade Empresária “A” produz um único produto e sua produção atual está em 80% de sua capacidade total. Toda essa produção já foi contratada para ser vendida ao preço de R$ 1,00 por unidade para a Sociedade Empresária “B”. A Sociedade Empresária “C” mostrou-se interessada em adquirir 10.000 unidades do produto da Sociedade Empresária “A”, mas se o preço de venda fosse de R$ 0,60 por unidade.

Sabe-se que os custos de produção da Sociedade Empresária “A” – independentemente de aceitar ou não a proposta de “C” – são caracterizados da seguinte maneira: Custo Fixo total R$ 25.000,00 e Custo Variável R$ 0,50 por unidade.

Outra informação relevante é que a capacidade total de produção da Sociedade Empresária “A” é de 100.000 unidades. Se a Sociedade Empresária “A” aceitar a proposta da Sociedade Empresária “C”, a margem de contribuição total após o incremento de 10.000 unidades na produção atual será de

A) R$ 40.000,00.
B) R$ 41.000,00.
C) R$ 65.000,00.
D) R$ 70.000,00.

GABARITO.

QUESTÃO 26
CFC 2019: Uma empresa produz um único produto (Produto A) e, no ano 20X1, vendeu todas as 10.000 unidades produzidas naquele ano ao preço de R$ 0,70 por unidade. Em seus relatórios, a empresa informou que ampliará sua fábrica em 20X2, e tal ampliação adicionará, em relação a 20X1, um custo fixo de R$ 2.000,00 e, consequentemente, aumentará a capacidade total de produção em 60%.

Sabe-se que, em 20X1, os custos totais de produção foram: Custo Variável R$ 2.500,00 e Custo Fixo R$ 1.800,00. Considerando que a capacidade total de produção em 20X1 foi de 10.000 unidades, e em 20X2 a fábrica opere também, depois da ampliação, em sua capacidade total de produção, assinale o valor do Resultado Bruto que seria possível à empresa auferir ao vender todas as unidades produzidas do Produto A em 20X2.

Adicionalmente, considere que, em 20X2, a empresa manterá o mesmo preço por unidade vendida e os Custos Variáveis crescerão na mesma proporção que o aumento na capacidade total de produção.

A) R$ 2.700,00
B) R$ 3.400,00
C) R$ 7.200,00
D) R$ 7.800,00

GABARITO.

QUESTÃO 27
CFC 2019: A missão da controladoria é assegurar a otimização do resultado econômico da organização, com a responsabilidade de tornar as informações úteis para breves ou futuras e importantes mudanças no cenário empresarial.

Em organizações descentralizadas, grande parte do poder na tomada de decisão está nas subunidades. Nesses casos, o sistema de controle gerencial frequentemente usa preços de transferência para coordenar as ações das subunidades e avaliar o desempenho.

A empresa Computadores MMX Ltda., com matriz em São Francisco, fabrica e vende computadores. Ela conta com três divisões, cada uma delas localizada em um país diferente:

- Divisão da China – fabrica componentes de memória e teclados;

- Divisão da Coreia do Sul – monta os computadores usando peças fabricadas internamente e componentes de memória e teclados da divisão da China; e,

- Divisão dos Estados Unidos – embala e distribui os computadores.

Cada divisão é operada como um centro de lucro. Os dados para o trabalho feito em cada divisão para um único computador são:

tabela

Considerando o resultado das três divisões, o valor total do lucro líquido por unidade de computadores da empresa Computadores MMX Ltda. será

A) R$ 725,00.
B) R$ 890,00.
C) R$ 935,00.
D) R$ 1.050,00.

GABARITO.

QUESTÃO 28
CFC 2019: As obrigações tributárias dividem-se em principais e acessórias. Dentre as alternativas relacionadas, assinale a que corresponde a uma obrigação principal.

A) Escrituração dos livros fiscais.
B) Emissão da nota fiscal de venda de mercadoria ou serviço.
C) Cálculo do saldo credor de ICMS por uma empresa exportadora.
D) Pagamento dos tributos incidentes sobre a prestação de serviços de qualquer natureza.

GABARITO.

QUESTÃO 29
CFC 2019: O conceito de tributo pode ser encontrado no art. 3º do Código Tributário Nacional, ao exprimir que “tributo é toda prestação pecuniária compulsória, em moeda ou cujo valor nela se possa exprimir, que não constitua sanção de ato ilícito, instituída em lei e cobrada mediante atividade administrativa plenamente vinculada”.

Ao condicionar a existência do tributo a sua instituição em lei, tal definição encontra-se amparada por qual dos princípios constitucionais?

A) Isonomia.
B) Legalidade.
C) Anterioridade.
D) Irretroatividade.

GABARITO.

QUESTÃO 30
CFC 2019: “Espécie tributária destinada a atender às despesas extraordinárias decorrentes de calamidade pública, guerra externa ou sua iminência.” Este conceito se aplica a:

A) Taxa.
B) Imposto.
C) Empréstimo compulsório.
D) Contribuição de melhoria.

GABARITO.

QUESTÃO 31
CFC 2019: Determinado cliente captou um empréstimo de R$ 20.000,00 para ser liquidado em 4 prestações mensais, periódicas, iguais e postecipadas, à taxa de juros compostos de 2% a.m. Assim que efetuou o pagamento da 2ª prestação, o cliente informou que poderia pagar, naquela mesma data, as duas prestações que ainda restavam, mas se o banco concedesse algum desconto.

O banco informou que poderia conceder 1% a.m. de desconto comercial simples sobre o valor de cada uma das duas prestações que ainda restavam.

Considerando somente as informações apresentadas, assinale, entre as alternativas a seguir, o valor total mais próximo que o cliente desembolsaria para quitar, com desconto, as duas prestações que ainda restavam.

Admita o mês comercial de 30 dias em todas as situações apresentadas e que os juros mensais estão embutidos no valor das prestações.

A) R$ 5.252,48
B) R$ 10.347,39
C) R$ 15.599,87
D) R$ 20.000,00

GABARITO.

QUESTÃO 32
CFC 2019: Durante o primeiro semestre de 2019, as Sociedades Empresárias Alfa e Beta apresentaram os seguintes valores de receitas de vendas ao mês:

Receitas de Vendas

Considerando apenas as informações apresentadas, quais são os respectivos valores que mais se aproximam do desvio-padrão amostral das receitas de vendas da Sociedade Alfa e da Sociedade Beta no primeiro semestre de 2019?

A) 7.071,07 e 7.340,91
B) 7.340,91 e 7.071,07
C) 7.340,91 e 8.041,56
D) 7.745,97 e 8.916,28

GABARITO.

QUESTÃO 33
CFC 2019: Ludícibus et al (2018) afirma que “o maior pesquisador e escritor sobre a Escola Europeia de Contabilidade foi Francisco D’Auria”. Ele abordou em seu livro “Primeiros Princípios de Contabilidade Pura”, as principais teorias que compõem a Escola Europeia de Contabilidade.

Uma das principais teorias da Escola Europeia que considera a conta como o “centro de gravidade” da aplicação contábil, afirmando que ela é o raciocínio aritmético para medir a grandeza dos valores relacionados entre si e as pessoas é a teoria:

A) Econômica.
B) Patrimonial.
C) Materialista.
D) Matemática.

GABARITO.

QUESTÃO 34
CFC 2019: Depois de ganhar o concurso America’s Next Top Model, Fabiane Lins assinou um contrato com a Ford Models; foi nomeada modelo propaganda da Cover-Girl e firmou um contrato para uma divulgação de fotos na revista Elle.

Embora a Ford não tenha revelado detalhes do contrato, em condições normais, os pagamentos seriam de R$ 500.000,00 anuais para os próximos três anos. Considere que o valor atual desses pagamentos é de R$ 1,5 milhão. Ao assinar o contrato com Fabiane, a Ford também a presenteia com um BMW M3 esporte conversível, avaliado em R$ 70.000,00.

Em relação a reconhecimento e mensuração de ativos e passivos, é correto afirmar que a Ford Models deverá tratar o valor de R$ 70.000,00 no momento da assinatura como:

A) Patrimônio Líquido.
B) Somente como uma saída de caixa.
C) Passivo, pois se trata de uma dívida da empresa para o próximo ano.
D) Ativo, pois se trata de um adiantamento sobre contrato de R$ 70.000,00.

GABARITO.

QUESTÃO 35
CFC 2019: A história tem mostrado que, conforme ocorre o desenvolvimento econômico, a Contabilidade se torna cada vez mais importante. Em relação às escolas ou doutrinas na história da Contabilidade e sua evolução, observa-se que:

I. A primeira literatura contábil relevante elaborada pelo Frei Luca Pacioli, em 1494, consolida o método das partidas dobradas.

II. A Contabilidade é uma Ciência Social Aplicada, pois é a ação humana que gera e modifica o fenômeno patrimonial.

III. Antes da criação do método das partidas dobradas, a Contabilidade, na sua forma rudimentar, não era capaz de avaliar bens, direitos e obrigações.

IV. No início do século XX, houve uma queda da Escola Europeia e a ascensão da Escola Norte-Americana.

V. Hatfield escreveu três volumes entre 1909-1910, em que conceituou a contabilidade como a “Ciência Econômica das Entidades”.

Estão corretas apenas as afirmativas

A) III e IV.
B) I, II e IV.
C) I, III e V.
D) I, II, III e V.

GABARITO.

QUESTÃO 36
CFC 2019: O Patrimônio Líquido pode ser caracterizado como a diferença entre o Ativo e o Passivo. Ele mostra o valor dos recursos que os proprietários aportaram, seja pela compra de ações, seja ao reinvestir (acumular) os ativos líquidos gerados pelos lucros. No Patrimônio Líquido encontramos uma série de Teorias.

A Teoria do Patrimônio Líquido que considera o Ativo como somatório das aplicações que foi possível fazer pela utilização dos recursos provindos de terceiros e de capitais próprios é chamada de teoria:

A) Dos Fundos.
B) Da Entidade.
C) Operacional.
D) De Comando.

GABARITO.

QUESTÃO 37
CFC 2019: A legislação que regula a profissão contábil estabelece diversos direitos e deveres a serem observadores pelos profissionais da classe contábil. Dentre os deveres previstos pela norma, é VEDADO ao contador:

A) Publicar trabalho, científico ou técnico, assinado e sob sua responsabilidade.

B) Indicar, em qualquer modalidade ou veículo de comunicação, os títulos e especializações por ele obtidos.

C) Transferir o contrato de serviços a seu cargo a outro profissional, tendo a anuência por escrito do cliente.

D) Auferir qualquer provento em função do exercício profissional que não decorra exclusivamente de sua prática lícita.

GABARITO.

QUESTÃO 38
CFC 2019: O plenário do Conselho Federal de Contabilidade é o órgão responsável pela aprovação do Código de Ética Profissional do Contador. Nos termos deste Código, é permitido ao contador efetuar ações publicitárias, desde que estas:

A) Sejam efetuadas de forma moderada e discreta.
B) Desenvolvam ações comerciais que iludam a boa-fé de terceiros.
C) Façam comparações depreciativas entre o seu trabalho e o de outros.
D) Caracterizem a mercantilização dos serviços oferecidos pelo contador.

GABARITO.

QUESTÃO 39
CFC 2019: O Conselho Federal de Contabilidade é uma autarquia criada e regida por lei específica: o Decreto-Lei nº 9295/45. Cabe ao Conselho Federal de Contabilidade, as atividades a seguir, EXCETO:

A) Fiscalizar o exercício da profissão contábil.

B) Lavrar autos de infração em virtude de ilícitos tributários cometidos pelos contribuintes.

C) Decidir, em última instância, recursos de penalidade imposta pelos Conselhos Regionais.

D) Publicar o relatório anual de seus trabalhos, em que deverá figurar a relação de todos os profissionais registrados.

GABARITO.

QUESTÃO 40
CFC 2019: O Código de Ética Profissional do Contador prevê os elementos que devem nortear o valor dos serviços a serem prestados. Ao apresentar o valor dos honorários em sua proposta de prestação de serviços profissionais, o contador deverá considerar os seguintes elementos, EXCETO:

A) O tempo que será consumido para a realização do trabalho.

B) O resultado lícito favorável que, para o contratante, advirá com o serviço prestado.

C) A relevância, o vulto, a complexidade, os custos e a dificuldade do serviço a executar.

D) As afirmações desproporcionais feitas sobre os serviços que oferece, a fim de que possam ser cobradas mais horas.

GABARITO.

QUESTÃO 41
CFC 2019: O art. 2º da Resolução CFC nº 1328/11 classifica as Normas Brasileiras de Contabilidade em Profissionais e Técnicas. Qual conjunto de normas relacionado a seguir NÃO condiz com a estrutura das Normas de Contabilidade Profissionais?

A) De Perícia – NBC TP: são as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicáveis aos trabalhos de Perícia.

B) Geral – NBC PG: são as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas indistintamente a todos os profissionais de Contabilidade.

C) Do Perito – NBC PP: são as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas especificamente aos contadores que atuam como peritos contábeis.

D) Do Auditor Independente – NBC PA: são as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas, especificamente, aos contadores que atuam como auditores independentes.

GABARITO.

QUESTÃO 42
CFC 2019: Com base na Resolução CFC nº 1.374/2011 – NBC TG Estrutura Conceitual, as “Demonstrações Contábeis têm por finalidade satisfazer as necessidades comuns da maioria dos seus usuários, uma vez que quase todos eles utilizam essas demonstrações contábeis para a tomada de decisões econômicas”. Considerando o disposto na referida resolução, NÃO é uma decisão econômica comum a maior parte dos usuários:

A) Determinar políticas tributárias.

B) Determinar a distribuição de lucros e dividendos.

C) Decidir quando comprar, manter ou vender instrumentos patrimoniais.

D) Determinar quais instrumentos de controle gerencial são melhores para mensurar o desempenho organizacional.

GABARITO.

QUESTÃO 43
CFC 2019: Com base na Resolução CFC nº 803/96, que aprova o Código de Ética Profissional do Contador, analise as afirmativas a seguir.

I. É dever do contador quando perito, assistente técnico, auditor ou árbitro abster-se de interpretações tendenciosas sobre a matéria que constitui objeto da perícia, mantendo absoluta independência moral e técnica na elaboração do respectivo laudo.

II. É dever do contador quando perito, assistente técnico, auditor ou árbitro recusar sua indicação quando reconheça não se achar capacitado em face da especialização requerida.

III. É vedado ao profissional da contabilidade contador assinar documentos ou peças contábeis elaborados por outrem alheio à sua orientação, supervisão ou revisão.

IV. A transgressão de preceito deste Código constitui infração ética, sancionada, segundo a gravidade, com a aplicação de uma das seguintes penalidades: advertência reservada, censura reservada, ou censura pública.

Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s)

A) I, II, III e IV.
B) I, apenas.
C) I e III, apenas.
D) I, II e IV, apenas.

GABARITO.

QUESTÃO 44
CFC 2019: A NBC PG 100, de 24 de janeiro de 2014 – Aplicação Geral aos Profissionais da Contabilidade “estabelece a estrutura conceitual que o profissional da contabilidade deve aplicar para: (a) identificar ameaças ao cumprimento dos princípios éticos; (b) avaliar a importância das ameaças identificadas; e (c) aplicar salvaguardas, quando necessário, para eliminar as ameaças ou reduzi-las a um nível aceitável”. Quanto aos princípios éticos que o profissional da contabilidade deve cumprir, analise as afirmativas a seguir.

I. Integridade: ser franco e honesto em todos os relacionamentos profissionais e comerciais.

II. Objetividade: cumprir as leis e o regulamento pertinentes e evitar qualquer ação que desacredite a profissão.

III. Competência profissional e devido zelo: manter o conhecimento e a habilidade profissionais no nível adequado para assegurar que clientes e/ou empregador recebam serviços profissionais competentes com base em desenvolvimentos atuais da prática, legislação e técnicas, e agir diligentemente e de acordo com as normas técnicas e profissionais aplicáveis.

Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s)

A) I, II e III.
B) I, apenas.
C) I e II, apenas.
D) I e III, apenas.

GABARITO.

QUESTÃO 45
CFC 2019: Segundo a NBC TA 620 – Utilização do Trabalho de Especialistas, o especialista do auditor é uma pessoa ou organização com especialização em área que não contabilidade ou auditoria, contratado pelo auditor, cujo trabalho nessa área é utilizado pelo auditor para ajudá-lo a obter evidência de auditoria suficiente e apropriada.

O especialista do auditor pode ser interno (um sócio, ou equivalente no setor público quando relevante, ou uma pessoa que faz parte da equipe, incluindo equipe temporária, da firma do auditor ou de firma da rede), ou externo. Um especialista do auditor pode ser necessário para ajudar o auditor em um ou mais dos seguintes assuntos, EXCETO:

A) Entendimento da entidade e de seu ambiente, incluindo seus controles internos.

B) Determinação e implementação de respostas gerais aos riscos avaliados no nível de demonstrações contábeis.

C) Avaliação da suficiência e adequação da evidência de auditoria obtida na formação de opinião sobre as demonstrações contábeis.

D) Execução de procedimentos adicionais de auditoria para responder aos riscos avaliados no nível de afirmação, compreendendo a indagação e os procedimentos analíticos.

GABARITO.

QUESTÃO 46
CFC 2019: A NBC TA 500 (R1) – Evidência de Auditoria descreve os procedimentos de auditoria que podem ser utilizados como procedimentos de avaliação de riscos, testes de controles ou procedimentos substantivos, dependendo do contexto em que sejam aplicados pelo auditor. Diante do exposto, analise as afirmativas, marque V para as verdadeiras e F para as falsas.

( ) Inspeção: envolve o exame de registros ou documentos, internos ou externos, em forma de papel, em forma eletrônica ou em outras mídias, ou o exame físico de um ativo. A inspeção de registros e documentos fornece evidência de auditoria com graus variáveis de confiabilidade, dependendo de sua natureza e fonte e, no caso de registros internos e documentos, da eficácia dos controles sobre a sua produção. Um exemplo de inspeção utilizada como teste é a inspeção de registros em busca de evidência de autorização.

( ) Indagação: consiste na busca de informações junto a pessoas com conhecimento, financeiro e não financeiro, dentro ou fora da entidade. A indagação é utilizada extensamente em toda a auditoria, além de outros procedimentos de auditoria. As indagações podem incluir desde indagações escritas formais até indagações orais informais. A avaliação das respostas às indagações é parte integral do processo de indagação.

( ) Observação: consiste no exame de processo ou procedimento executado por outros, por exemplo, a execução independente pelo auditor de procedimentos ou controles que foram originalmente realizados como parte do controle interno da entidade. A observação fornece evidência de auditoria a respeito da execução de processo ou procedimento, mas é limitada ao ponto no tempo em que a observação ocorre e pelo fato de que o ato de ser observado pode afetar a maneira como o processo ou procedimento é executado.

( ) Procedimentos analíticos: consistem em avaliação das informações feitas por meio de estudo das relações plausíveis entre dados financeiros e não financeiros. Os procedimentos analíticos incluem também a investigação de flutuações e relações identificadas que sejam inconsistentes com outras informações relevantes ou que se desviem significativamente dos valores previstos.

A sequência está correta em

A) V, V, F, V.
B) V, F, V, V.
C) F, V, F, V.
D) V, F, V, F.

GABARITO.

QUESTÃO 47
CFC 2019: De acordo com a NBC TP 01 – Perícia Contábil “os procedimentos periciais contábeis visam fundamentar o laudo pericial contábil e o parecer técnico-contábil e abrangem, total ou parcialmente, segundo a natureza e a complexidade da matéria, exame, vistoria, indagação, investigação, arbitramento, mensuração, avaliação e certificação”.

De acordo com a referida norma, marque a alternativa que apresenta um significado correto.

A) Arbitramento: é a especulação de valores, quantidades ou a solução de controvérsia por critério técnico-científico.

B) Vistoria: é a diligência que objetiva a verificação e a constatação de situação, coisa ou fato, de forma circunstancial.

C) Investigação: é a busca de informações mediante entrevista com conhecedores do objeto ou de fato relacionado à perícia.

D) Indagação: é a pesquisa que busca trazer ao laudo pericial contábil ou parecer técnico-contábil o que está oculto por quaisquer circunstâncias.

GABARITO.

QUESTÃO 48
CFC 2019: A NBC PP 01 – Perito Contábil apresenta diversos termos e os conceitos atribuídos a cada um. À luz da referida norma, e marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Perito oficial: é nomeado pelo juiz, árbitro, autoridade pública ou privada para exercício da perícia contábil.

( ) Perito-assistente: é o contador, regularmente registrado em Conselho Regional de Contabilidade, que exerce a atividade pericial de forma pessoal, devendo ser profundo conhecedor, por suas qualidades e experiências, da matéria periciada.

( ) Perito do juízo: é o investido na função por lei e pertencente a órgão especial do Estado destinado, exclusivamente, a produzir perícias e que exerce a atividade por profissão.

( ) Perito: é o contratado e indicado pela parte em perícias contábeis.

A sequência está correta em

A) F, F, F, F.
B) V, F, V, F.
C) F, V, F, V.
D) F, V, V, V.

GABARITO.

Texto para responder às questões 49 e 50.

A língua e a cultura

Cada língua representa uma cultura e, por conseguinte, uma visão de mundo. Por isso, não há palavras para Natal, democracia ou microprocessador digital em ianomami. (Talvez hoje, após anos de contato com os brancos, já haja).

Mas, será que a cultura determina a língua ou é a língua que determina a cultura? Segundo a tese de Sapir-Whorf [...] há uma coextensão entre língua e cultura, de tal modo que ambas se condicionam mutuamente. Não dá para saber ao certo quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha.

Nesse sentido, nenhum povo pode criar conceitos ou expressar vivências que a sua língua não permita. [...]
(Segundo o biólogo americano Jared Diamond [...] as condições históricas e geográficas também influem).

Não se trata de uma visão racista ou etnocêntrica [...], mas da constatação de que certas línguas oferecem mais recursos a um pensamento complexo e abstrato do que outras.

[...]

Mas, quer tenham sido as condições naturais que determinaram o surgimento da civilização – e a consequente complexificação da linguagem – em alguns lugares do planeta e não em outros, quer tenha sido o contrário, o fato é que a complexidade linguística resultante desse processo ensejou um círculo virtuoso que prossegue até hoje. Não se trata de povos mais inteligentes do que outros, mas talvez de povos mais sortudos.
(BIZZOCCHI, Aldo. A língua e a cultura.
Língua Portuguesa, ano 3, nº 27,
p. 60-61, jan. 2008. Adaptado.)

QUESTÃO 49
CFC 2019: No trecho “Não se trata de uma visão racista ou etnocêntrica [...], mas da constatação de que certas línguas oferecem mais recursos a um pensamento complexo e abstrato do que outras.” (3º§), o autor:

A) Intensifica a credibilidade das ideias apresentadas referindo-se ao seu discurso como isento de posições pontuais, sendo estruturado em fatos que evidenciam resultados obtidos.

B) Limita-se a esclarecer seu interlocutor de que o funcionamento de uma língua não está vinculado a quaisquer elementos externos, pois tal fato ocasionaria um preconceito linguístico inaceitável.

C) Parte de uma negativa que tem como objetivo refutar os argumentos contrários já evidenciados nos parágrafos anteriores ao trecho selecionado, confirmando a tese defendida no desenvolvimento do texto.

D) Esclarece que seu objetivo é convencer o leitor de que há uma polarização de pensamentos e, ainda, reforça que as ideias anteriores ao trecho selecionado são organizadas no sentido de persuadir contribuindo, positivamente, para tal convencimento.

GABARITO.

QUESTÃO 50
CFC 2019: Dentre as diversas estratégias que asseguram a elaboração de um texto coeso e coerente estão alguns mecanismos linguísticos, tais como o emprego de vocábulos como os destacados no trecho “Cada língua representa uma cultura e, (I) por conseguinte, uma visão de mundo. (II) Por isso, não há palavras para Natal, democracia ou microprocessador digital em ianomami. ((III) Talvez hoje, após anos de contato com os brancos, já haja). (IV) Mas, será que a cultura determina a língua ou é a língua que determina a cultura? (V) Segundo a tese de Sapir-Whorf [...] há uma coextensão entre língua e cultura, de tal modo que ambas se condicionam mutuamente. Não dá para saber ao certo quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha”. (1º§) Analise as afirmativas a seguir considerando o emprego dos vocábulos e as expressões destacadas (Observe a identificação feita por meio de algarismos romanos).

I. Atribui ao enunciado um maior grau de formalismo expressando uma ideia de conclusão, sendo uma continuação lógica de um raciocínio já iniciado.

II. Indica que a intenção discursiva do enunciador é aproximar o seu interlocutor das ideias e fatos apresentados utilizando, para isso, um adjunto conjuntivo de uso estritamente coloquial; afastando-se, assim, da norma padrão com objetivo específico.

III. Quanto ao sentido produzido no discurso, a expressão circunstancial de dúvida introduz uma possibilidade de alteração da informação apresentada anteriormente.

IV. Introduz um questionamento que se sobrepõe à expressão anterior, alcançando importância e lugar de destaque na atenção do leitor.

V. No texto, a ideia de conformidade expressa e introduz um recurso que confere ao enunciado a passagem de uma ideia a outra sem que estejam relacionadas.

Estão corretas apenas as afirmativas

A) I, II e IV.
B) I, III e IV.
C) II, III e V.
D) III, IV e V.

GABARITO.

Comentários