Prova de Residência de Medicina UESPI 2019 Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia com Gabarito.

UESPI 2019
Prova de Residência de Medicina UESPI 2019 Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia e Programa de Requisitos em área Cirúrgica Básica com Gabarito.

CIRURGIA GERAL

UESPI 2019 - QUESTÃO 01
Achado na avaliação pré-operatória de paciente sugestivo de neoplasia de vesícula biliar, exceto:

a) Vesícula em “porcelana”.

b) US abdominal com vesícula escleroatrófica.

c) US abdominal com vesícula apresentando grande espessamento e irregularidade da parede.

d) Linfonodos loco-regionais aumentados.

e) Presença de múltiplos pequenos cálculos.


UESPI 2019 - QUESTÃO 02
Na colecistite aguda, em que muitas vezes no intra-operatório observa-se vesícula biliar necrohemorrágica de difícil abordagem cirúrgica. O cirurgião tem como alternativa a técnica à Torek.

Que consiste basicamente em:

a) colecistectomia fundo-cística com ligadura do ducto cístico.

b) colecistectomia com abertura da vesícula deixando a parede posterior e cauterizando a parede remanescente.

c) colecistectomia com coledocotomia e exploração das vias biliares.

d) aspiração da vesícula previamente à colecistectomia fundo-cística.

e) colecistectomia com coledocotomia e posterior anastomose biliodigestiva utilizando a técnica mais adequada.


UESPI 2019 - QUESTÃO 03
São achados encontrados na acalasia de esôfago, chagásica ou idiopática, EXCETO:

a) perda ponderal.
b) diminuição do peristaltismo ou até aperistalse.
c) contrações terciárias associada à angina.
d) regurgitação de alimentos não digeridos.
e) esfíncter esofagiano inferior com pressão basal elevada.


UESPI 2019 - QUESTÃO 04
Paciente foi submetido a uma cirurgia de Billroth dois. Evoluindo no 15º dia pós-operatório com mal-estar, taquicardia e sudorese, logo após refeição rica em carboidratos. A principal hipótese diagnóstica é:

a) Síndrome de estenose pilórica.
b) Hérnia interna encarcerada.
c) Hérnia interna com estrangulamento.
d) Dumping.
e) Obstrução intestinal.


UESPI 2019 - QUESTÃO 05
No cisto adenoma mucinoso pancreático, o principal achado histológico é:

a) Displasia de baixo grau.
b) Células em anel de sinete.
c) Células cuboides na cápsula.
d) Estroma do tipo ovariano.
e) Células cuboides na cápsula e no interior da lesão.


UESPI 2019 - QUESTÃO 06
Assinale o local de maior formação de embolia pulmonar.

a) Veia porta.
b) Veia poplítea.
c) Veia femoral.
d) Veia esplênica.
e) Veia jugular.


UESPI 2019 - QUESTÃO 07
Qual o local mais comum de incidência de GIST (tumor estromal gastrointestinal) no aparelho digestivo?

a) Esôfago.
b) Estômago.
c) Fígado.
d) Intestino delgado.
e) Cólon.


UESPI 2019 - QUESTÃO 08
Quanto ao trauma de vísceras ocas, marque a alternativa CORRETA.

a) Sangue identificado em sonda nasogástrica indica perfuração de víscera oca.

b) O trauma duodenal é de fácil abordagem e dificilmente evoluem com fístula.

c) Lesões de vísceras ocas são de fácil identificação na laparotomia exploradora, principalmente, aquelas causadas por armas de fogo.

d) As lesões de vísceras ocas ocorrem mais quando o trauma ocorre nos flancos do abdômen.

e) Todas as alternativas estão incorretas.


UESPI 2019 - QUESTÃO 09
Vítima de trauma abdominal por arma branca há 12 horas. Ferimento por punhal no hipocôndrio direito na linha axilar anterior. Ao exame paciente encontra-se estável com PA 110/70mmhg, pulso cheio com frequência de 85bpm. Eupnéico. Consciente. Abdômen com dor discreta à palpação. TC abdominal revela lesão envolvendo cápsula e chegando a 3cm de profundidade no parênquima hepático. Foi adotada uma conduta inicial conservadora. Algumas horas após, evoluiu com intensificação da dor abdominal com reação à descompressão. O quadro hemodinâmico, porém permanece estável. Qual a melhor conduta?

a) Nova TC abdominal com contraste.
b) Ressonância magnética do abdômen.
c) Laparoscopia.
d) Laparotomia exploradora.
e) Lavado peritoneal diagnóstico. 


UESPI 2019 - QUESTÃO 10
Sobre os marcadores tumorais, marque a alternativa CORRETA.

a) O CEA é utilizado no segmento dos tumores do cólon e reto.

b) A alfafetoproteína sérica encontra-se elevada até a puberdade, declinando após os 20 anos de idade.

c) A alfafetoproteína sérica elevada só ocorre no caso de neoplasias.

d) O CA 19-9 tem pouca importância no segmento de neoplasias das vias biliares.

e) Após a ressecção de neoplasia de cólon, o CEA encontra-se normal.


UESPI 2019 - QUESTÃO 11
Com relação à hemorragia digestiva, marque a alternativa CORRETA.

a) A ligadura elástica de varizes tem menores taxas de complicação em comparação com a esclerose endoscópica.

b) Paciente com hemorragia digestiva aguda instável hemodinamicamente deve ser imediatamente abordado via endoscópica com esclerose do foco hemorrágico.

c) Sonda nasogástrica sem retorno hemorrágico serve como parâmetro de exclusão para hemorragia digestiva.

d) O uso do propranolol, um beta-bloqueador, aumenta o risco de um sangramento primário.

e) O TPIS (derivação portossitêmica intrahepática transjugular) não influencia na pressão portal.


UESPI 2019 - QUESTÃO 12
Paciente de 30 anos, de idade com hérnia inguinal à direita há 2 anos. Evoluindo com discreto aumento de volume, progredindo para a bolsa escrotal, principalmente, quando realiza grande esforço físico. Durante a cirurgia, observou-se um anel inguinal profundo com 2 cm de diâmetro e a parede inguinal posterior comprometida com saco herniário evidente.

Marque a alternativa CORRETA.

a) Trata-se de um paciente com hérnia inguinal tipo IIIB de Nyhus.

b) Trata-se de um paciente com hérnia tipo II e IIIA de Nyhus. 

c) Trata-se de um paciente com hérnia tipo IIIA e IIIB de Nyhus.

d) Trata-se de um paciente com hérnia tipo II e IIIB de Nyhus.

e) Trata-se de um paciente com hérnia tipo IIIA e IIIC de Nyhus.


UESPI 2019 - QUESTÃO 13
Paciente MSPS, 40 anos, tem três filhos. Após a última gestação, há 2 anos, apresentou abaulamento progressivo na cicatriz na umbilical. No momento sem queixas. Ao exame físico notase, na cicatriz umbilical, volumoso abaulamento indolor e que fica mais evidente com a manobra de Valsalva. Não sendo possível, entretanto, avaliar o diâmetro do anel herniário. No intraoperatório, observa-se grande saco herniário com alça intestinal inclusa. Qual a melhor abordagem?

a) Ressecção da alça contida no saco herniário e síntese da falha herniária transversalmente.

b) Enterectomia e síntese da falha herniária longitudinalmente.

c) Redução da alça contida no saco herniário e correção da falha com uso de prótese, visto que o anel tem 4cm de diâmetro .

d) Redução da alça contida no saco herniário e correção da falha utilizando síntese transversal, mesmo com o anel tendo 4cm de diâmetro.

e) Todas as abordagens anteriores estão incorretas.


UESPI 2019 - QUESTÃO 14
Paciente com mamilo hemorroidário que se exterioriza com a evacuação e depois reduz espontaneamente. Segundo o grau de evolução a doença hemorroidária está classificada como:

a) Grau I.
b) Grau II.
c) Grau III A.
d) Grau III.
e) Grau IV.


UESPI 2019 - QUESTÃO 15
Um cirurgião está realizando um procedimento ambulatorial que requer uma diluição do anestésico local. Ele tem disponível um frasco de lidocaína a 2% de 20 ml. Utilizando uma seringa de 20 ml ele fará a diluição do anestésico a 0,5%. Qual a opção CORRETA?

a) Retirar do frasco de lidocaína 10 ml e completar com 10 ml de diluente.

b) Retirar do frasco de lidocaína 5 ml e completar com 10 ml de diluente.

c) Retirar do frasco de lidocaína 5 ml e completar com 20ml de diluente.

d) Retirar do frasco de lidocaína 5ml e completar com 15ml de diluente.

e) Não há vantagem na diluição do anestésico, no que diz respeito a diminuir os riscos relacionados à dose deste.


UESPI 2019 - QUESTÃO 16
Paciente JPS 65 anos com perda ponderal de 5%, icterícia e dor epigástrica. A elevação de qual marcador sugere adenocarcinoma de pâncreas?

a) Ácido 5-hidroxiindolacético.
b) Alfafetoproteína.
c) CEA.
d) CA 125
e) CA 19-9


UESPI 2019 - QUESTÃO 17
Marque a alternativa em que estão descritos apenas fios cirúrgicos não absorvíveis.

a) Polipropileno, ácido poliglicólico, algodão.
b) Polidiaxona, seda, ácido poliglicólico.
c) Polipropileno, polidiaxona, poliéster.
d) Polipropileno, algodão, seda, poliéster.
e) Polidiaxona, algodão, seda.


UESPI 2019 - QUESTÃO 18
Paciente com quadro de peritonite difusa persistente. Foi feita coleta de material para análise em duas ocasiões, não apresentando agente patógeno na análise do material. Qual o diagnóstico mais provável?

a) Peritonite supurativa.
b) Peritonite secundária.
c) Peritonite terciária.
d) Peritonite espontânea.
e) Peritonite bacteriana com abcessos múltiplos.


UESPI 2019 - QUESTÃO 19
Queimadura por agente térmico que atinge a epiderme e derme. Com quadro de dor, vermelhidão local e formação de bolhas. É classificada como:

a) Queimadura primeiro grau.
b) Queimadura segundo grau.
c) Queimadura terceiro grau.
d) Queimadura quarto grau.
e) Não pode ser classificada, pois não foi determinada a extensão da área corporal acometida. 


UESPI 2019 - QUESTÃO 20
Paciente com suspeita de síndrome de Boerhaave. Qual melhor abordagem na investigação radiológica?

a) Exame com contraste de sulfato de bário.

b) Exame com contraste hidrossolúvel.

c) Realizar tomografia com contraste radioativo.

d) Deve ser utilizado contraste hidrossolúvel.

e) O uso de exame contrastado está formalmente contraindicado.


CLÍNICA MÉDICA 

UESPI 2019 - QUESTÃO 21 - NULA

UESPI 2019 - QUESTÃO 22
Hemorragia digestiva alta-HDA é uma das principais causas de atendimento em serviços de urgência e emergência. Assinale a alternativa CORRETA em relação a esta entidade.

a) A principal causa é a rotura de varizes de esôfago.

b) O exame inicial a ser solicitado na admissão de pacientes com HDA é a endoscopia digestiva alta.

c) Úlceras gástricas e duodenais são a principal causa de HDA.

d) Terlipressina e Octreotide se mostraram úteis no controle da HDA independentemente da etiologia do sangramento.

e) O uso do inibidor de bomba de prótons está indicado na urgência, pois auxilia na cicatrização rápida das úlceras e na prevenção da rotura das varizes esofágicas.


UESPI 2019 - QUESTÃO 23
Na avaliação de paciente de 78 anos, do sexo feminino com diagnóstico prévio de acidente vascular cerebral isquêmico, diabética e hipertensa com fibrilação atrial não valvar e insuficiência cardíaca (fração de ejeção do ventrículo esquerdo de 32%), qual o valor do escore CHA2DS2-VASC e qual o significado da pontuação encontrada?

a) Escore de 07; elevado risco de sangramento.
b) Escore de 05; elevado risco tromboembólico.
c) Escore de 08; elevado risco tromboembólico.
d) Escore de 08; elevado risco de sangramento.
e) Escore de 07; elevado risco tromboembólico.


UESPI 2019 - QUESTÃO 24
Paciente de 88 anos, admitido na unidade de emergência cardiológica com diagnóstico de estenose aórtica grave. Quais os sintomas apresentados nessa patologia?

a) Angina, isquemia e infarto do miocárdio.
b) Síncope, desmaio e queda da própria altura.
c) Tonturas, angina e sudorese.
d) Angina, dispneia e síncope.
e) Dispneia, síncope e palpitações


UESPI 2019 - QUESTÃO 25
Paciente do sexo masculino, 42 anos de idade, chega ao departamento de emergência com história de palpitações. Um traçado eletrocardiográfico foi obtido demonstrando taquicardia de complexo QRS estreito e FC de 190bpm e pressão arterial sistólica de 100/80 mmHg. Qual a primeira conduta?

a) Cateterismo de urgência.
b) Manobra vagal com compressão do seio carotídeo.
c) Adenosina.
d) Atenolol.
e) Ablação por cateter.


UESPI 2019 - QUESTÃO 26
Uma mulher de 45 anos comparece ao ambulatório, queixando-se de artrite de punhos, metacarpofalângicas e tornozelos há 8 meses, com rigidez matinal de 3 horas. O hemograma mostrou Hb=10,5 g% e a contagem total e diferencial de leucócitos normal. Plaquetas normais. VHS 65 mm na primeira hora;. AST e ALT normais; Fator reumatoide positivo 1/160;. Hbsag e anti-HCV não reagentes; Rx de mãos mostra osteopenia justa-articular carpal. Diante desse cenário, responda:

a) Trata-se de Osteoartrite e o tratamento inicial deve ser com Hidroxicloroquina 400mg/dia.

b) Trata-se de Artrite Reumatóide e o tratamento inicial deve ser com Anti TNF Adalimumaabe 40 mg SC a cada 14 dias.

c) Trata-se de Lupus Eritematoso Sistêmico (LES) e o tratamento inicial deve ser com Prednisona 1mg/Kg/dia.

d) Trata-se de Artrite Reumatóide e o tratamento inicial deve ser feito com Methotrexate 12,5mg/sem

e) Trata-se de Osteoartrite e o tratamento inicial deve ser feito com Methotrexate 10mg/sem.


UESPI 2019 - QUESTÃO 27
Sobre os achados laboratoriais no Lupus Eritematoso Sistêmico (LES), assinale a alternativa CORRETA.

a) O FAN mais específico do LES é o padrão nucleolar e tem alta especificidade para comprometimento neurológico.

b) O FAN apresenta baixa especificidade e alta sensibilidade para o diagnóstico de lúpus e pode estar relacionado com a atividade da doença.

c) Os anticorpos Anti-Sm possuem íntima correlação com a atividade da doença, podendo ser utilizados para avaliar o controle terapêutico.

d) O anticorpo anti-P está relacionado também com a presença de síndrome de Sjögren.

e) Habitualmente o complemento está consumido nos pacientes portadores de lúpus e não melhora com o tratamento. Por essa razão, a avaliação dos níveis séricos de C3 e C4 não é útil no controle da doença e no diagnóstico de recaídas.


UESPI 2019 - QUESTÃO 28
Qual Vasculite Sistêmica tem associação com infecções de vias aéreas superiores + Glomerulonefrites + ANCA C positivo?

a) Churgg Straus.
b) Poliangeite Granulomatosa.
c) Arterite de Takayassu.
d) Arterite temporal.
e) Poliarterite nodosa.


UESPI 2019 - QUESTÃO 29
Paciente, 60 anos, masculino, internado devido a dor importante em região lombar, refere dor intensa (9/10 - escala de dor) que prejudica o sono e a deambulação. Paciente com antecedente de adenocarcinoma de próstata com metástase óssea.

De acordo com caso acima, responda: Qual e a prescrição adequada para o manejo de dor deste paciente? 

a) Dipirona 1 g IV 4/4h, resgate paracetamol 500mg VO ate 6/6h.

b) Tramadol 100mg IV 8/8h, resgate de tramadol 50mg VO ate 8/8h.

c) Codeina 30mg VO 6/6h, codeina 30mg VO ate 6/6h.

d) Morfina 1mg IV 12/12h, morfina 2mg ate 6/6h VO.

e) Morfina 1mg IV 4/4h, morfina 1mg IV ate 4/4h.


UESPI 2019 - QUESTÃO 30
Idosa, 64 anos, deu entrada com história de emagrecimento de 5kg no último mês, anorexia, adinamia e queda do estado geral, ao exame: paciente emagrecida, sonolenta, desidratada, pesando 45kg. Exames laboratoriais de entrada: Hb = 10,5, ht = 30%, VCM 84, leucócitos 5530, plaquetas 80.0000, ureia=230, creatinina 5,1, sódio: 135, potássio 4,5, cálcio iônico = 1,64.

De acordo com o caso acima, responda: qual e a medida não recomendada para a correção da hipercalcemia?

a) Hidratação endovenosa com soro fisiológico.
b) Hemodiálise.
c) Ácido zoledrônico endovenoso.
d) Furosemida endovenosa.
e) Nenhuma das anteriores.


UESPI 2019 - QUESTÃO 31
Paciente 54 anos, masculino, em hemodiálise há 5 anos devido a hipertensão arterial, deu entrada com queixa de dor lombar há 3 meses com piora no último mês de caráter mecânico. Queixa de febre diária no final do dia de 39ºC. Ao exames: paciente acamado devido à dor, lasègue positivo.

De acordo com o caso clínico, responda: qual é a principal hipótese diagnóstica?

a) Espondilodiscite.
b) Infecção do trato urinário.
c) Pielonefrite.
d) Hérnia de disco.
e) Endocardite.


UESPI 2019 - QUESTÃO 32
Paciente homem, 95 anos, chega à unidade de Pronto-Atendimento com anorexia e apatia há 4 dias. Apresenta, ainda, agitação psicomotora no período noturno. Sobre o caso exposto, assinale a alternativa CORRETA.

a) Devemos rastrear processo infeccioso como etiologia do quadro.

b) Efeito medicamentoso pode ser causa desses sintomas.

c) A agitação psicomotora pode ser tratada com Quetiapina.

d) Apenas as alternativas a e b estão corretas.

e) As alternativas a, b e c estão corretas.


UESPI 2019 - QUESTÃO 33
Paciente mulher, 85 anos, apresentando tristeza, desânimo, insônia e falta de apetite há 30 dias. Sobre o caso exposto, assinale a alternativa CORRETA.

a) Mirtazapina é uma boa opção terapêutica.

b) Deve-se evitar benzodiazepínicos.

c) Os efeitos terapêuticos dos antidepressivos tricíclicos devem-se ao bloqueio da recaptação da serotonina, noradrenalina e dopamina.

d) Apenas as alternativas a e b estão corretas.

e) As alternativas a, b e c estão corretas.


UESPI 2019 - QUESTÃO 34
Paciente hipertenso e diabético, de 55 anos, é admitido com hemiparesia direita e afasia de início há 1 hora. PA=240x110 mmHg. Realizou Tomografia de crânio normal. Sobre o caso apresentado, assinale a alternativa CORRETA.

a) Como a tomografia está normal, será necessário realizar Ressonância magnética de crânio para definir o tamanho da área isquêmica e só assim definir sobre trombolítico.

b) Segundo as novas diretrizes, esse paciente é candidato a receber trombolítico, não devendo reduzir seus níveis pressóricos, pois é baixo o risco para sangramento.

c) Idealmente esse paciente deveria ser tratado em uma unidade de acidente vascular cerebral, reduzir os níveis pressóricos e avaliar as contraindicações, antes de iniciar trombolítico.

d) O trombolítico de escolha para este paciente é a estreptoquinase em dose plena.

e) A trombectomia mecânica só estaria indicada neste paciente, se a tomografia mostrasse área isquêmica bem definida.


UESPI 2019 - QUESTÃO 35
Uma paciente é admitida com dor intensa em flanco direito e, após avaliação e exames complementares, recebeu o diagnóstico de litíase renal e a dor atribuída ao cálculo impactando no ureter. Avaliando as medicações em uso para as suas comorbidades: hipertensão, diabetes, dislipidemia e enxaqueca crônica, concluiu-se que uma contribuiu para o quadro de litíase renal, qual?

a) Propranolol.
b) Metformina.
c) Sinvastatina.
d) Losartana.
e) Topiramato.


UESPI 2019 - QUESTÃO 36
A Miastenia Gravis tem como base o tratamento sintomático e o imunossupressor. O tratamento sintomático com piridostigmina, por exemplo, visa aumentar a concentração de qual neurotransmissor na junção neuromuscular?

a) Acetilcolina.
b) Noradrenalina.
c) Serotonina.
d) Dopamina.
e) Glutamato.


UESPI 2019 - QUESTÃO 37
Na injúria renal aguda, em casos avançados, recorre-se à realização de terapia renal substitutiva. São indicações de diálise na injúria renal aguda:

a) Urina concentrada e fadiga.
b) Hipocalemia e acidose respiratória.
c) Clearance de creatinina < 10 ml/min e atrofia renal.
d) Azotemia e síndrome urêmica.
e) Oligúria por 6 horas e hipercalcemia.


UESPI 2019 - QUESTÃO 38 - NULA

UESPI 2019 - QUESTÃO 39
Paciente 65 anos, portador de diabetes mellitus tipo II há 20 anos, também portador de DRC supostamente. Apresenta neuropatia e retinopatia diabética. Exames mostram clearance de creatinina de 41 ml/min. Proteinúria 1000mg/d. Estava em uso de losartana. Baseado nesse caso, responda:

a) Recomenda-se corticoide, caso a proteinúria não reverta apenas com losartana.

b) Recomenda-se associar enalapril e furosemida, caso a proteinúria não reverta apenas com losartana.

c) Recomenda-se trocar losartana por enalapril, caso a proteinúria não reverta apenas com losartana.

d) Recomenda-se trocar enalapril por prednisona, caso a proteinuria não reverta apenas com losartana ou enalapril.

e) Recomenda-se associar espironolactona, caso a proteinúria não reverta apenas com losartana.


UESPI 2019 - QUESTÃO 40
Paciente de 60 anos foi admitido com quadro de anasarca. Seus exames evidenciaram Cr 1,5mg/dL (normal até 1,2), EAS com proteinúria 4+/4, sem hematúria. Dosagem de antiPLA2R positivo. Baseado neste caso, qual glomerulopatia apresenta esse paciente?

a) Nefropatia da IgA.
b) Glomerulonefrite rapidamente progressiva.
c) Glomerulopatia membranosa.
d) Doença de lesão mínima.
e) Glomeruloesclerose focal e segmentar.


MEDICINA PREVENTIVA E SOCIAL

UESPI 2019 - QUESTÃO 41
Sobre a história da saúde pública no Brasil, é INCORRETO afirmar:

a) A evolução das políticas de saúde ocorreu de maneira dissociada da evolução político-social e econômica da sociedade brasileira.

b) No sistema capitalista brasileiro, a saúde nunca foi tratada como prioridade, passando a receber atenção dos governantes somente quando as grandes epidemias ameaçavam a economia do país.

c) A organização e a reivindicação dos trabalhadores levaram às conquistas sociais do direito à saúde e à previdência no Brasil, mesmo que de maneira parcial.

d) A Constituição de 1934 concedeu garantias ao operariado, como assistência médica, licença remunerada à gestante trabalhadora, jornada de trabalho de 8 horas e salário mínimo.

e) Somente após a Constituição de 1988 e por meio das Leis Orgânicas da Saúde, o Sistema Único de Saúde foi regulamentado e a saúde foi considerada um direito de todos os cidadãos, independente de sua inserção no mercado de trabalho formal.


UESPI 2019 - QUESTÃO 42
Leia o trecho do discurso de Hiroshi Nakajima, diretor da Organização Mundial da Saúde, em 1990: “O descobrimento desta enfermidade devemo-lo à epidemiologia! A Aids foi reconhecida pela primeira vez como uma enfermidade em 1981, antes que o vírus da imunodeficiência humana, dois anos mais tarde, fosse identificado ou que se suspeitasse que era o agente causador da Aids”. Assinale a alternativa CORRETA sobre os usos e aplicações da Epidemiologia:

a) estuda a ocorrência e distribuição de doenças transmissíveis em populações humanas, fatores determinantes desses eventos e propõe medidas de prevenção e controle.

b) estuda a ocorrência e distribuição de doenças negligenciadas em populações humanas, fatores determinantes desses eventos e propõe medidas de prevenção e controle.

c) estuda a ocorrência e distribuição de eventos relacionados com a saúde das populações, fatores determinantes desses eventos e propõe medidas de prevenção e controle.

d) estuda a ocorrência e distribuição de doenças transmissíveis com ênfase no indivíduo, sem considerar fatores determinantes desses eventos, e propõe medidas de prevenção e controle.

e) estuda a ocorrência e distribuição de eventos relacionados com a saúde das populações, excluindo a análise do contexto sócio-histórico, e propõe medidas de prevenção e controle.


UESPI 2019 - QUESTÃO 43
Sobre a História Natural da Doença, assinale a alternativa INCORRETA.

a) Refere-se às interrelações do agente, do suscetível e do meio ambiente que afetam o processo global e seu desenvolvimento, desde as primeiras forças que criam o estímulo patológico, no meio ambiente até as alterações que levam a um defeito, invalidez, recuperação ou morte.

b) O período pré-patogênico envolve condicionantes ambientais e sociais e os fatores próprios do suscetível até que se estabeleça uma configuração favorável para a instalação da doença.

c) Os fatores que marcam o período de pré-patogênese podem se classificados em: socioeconômicos, sociopolíticos, socioculturais e psicossociais.

d) Fatores ambientais podem ser elencados como elementos presentes no período pré-patogênico, como situação geográfica, solo, clima, recursos hídricos, topografia, agentes químicos e físico.

e) Os fatores genéticos não determinam a suscetibilidade das pessoas à aquisição de doenças, por isso não são considerados no período pré-patogênico.


UESPI 2019 - QUESTÃO 44
As ações de saúde (promoção, proteção, recuperação e reabilitação) constituem uma prática social e trazem consigo as influências do relacionamento dos grupos sociais. Assinale a alternativa INCORRETA sobre a atuação no campo da promoção da saúde:

a) atuar no campo das políticas públicas saudáveis e de equidade em relação a todos os setores.

b) reconhecer a saúde como campo independente das questões da ecologia e da comunidade, na qual o indivíduo está inserido.

c) apoiar e capacitar as pessoas para que se mantenham saudáveis, quer seja por meio de financiamentos e incentivos financeiros do governo quer seja por outras formas de apoio.

d) reconhecer a saúde como o maior desafio e o principal investimento social dos governos.

e) agir contra a má nutrição, a degradação ambiental e a produção de produtos prejudiciais à saúde.


UESPI 2019 - QUESTÃO 45
Sobre o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos, é INCORRETO afirmar:

a) foi implantado no Brasil, inicialmente, em 1990 e expandido para todos os estados, a partir de 1994.

b) tem como fonte de dados a Declaração de Nascido Vivo.

c) permite monitorar as condições da criança na época do nascimento, características da gestão e parto, além de algumas características materna.

d) o preenchimento da Declaração de Nascido Vivo e a avaliação do índice de Apgar são atribuições exclusivas do médico, quando este realiza o parto.

e) fornece dados essenciais para o cálculo dos coeficientes de mortalidade materna e mortalidade infantil.


UESPI 2019 - QUESTÃO 46 NULA

UESPI 2019 - QUESTÃO 47
“Mortalidade infantil é a terminologia utilizada para designar todos os óbitos ocorridos em crianças menores de 1 ano de uma determinada população num período de tempo”. Para a construção do coeficiente de mortalidade infantil neonatal precoce, é necessário conhecer:

a) os óbitos ocorridos entre a 22ª semana completa de gestação e os 7 dias completos após o nascimento, ou seja, 0 a 6 dias de vida.

b) óbitos fetais e neonatais precoces com peso, ao nascer, de 500g e/ou 22 semanas de idade gestacional.

c) óbitos em menores de 28 dias.

d) óbitos ocorridos entre o 28º dia, após o nascimento e antes de 1 ano de idade.

e) óbitos ocorridos em menores de 7 dias de vida, ou seja, de 0 a 6 dias.


UESPI 2019 - QUESTÃO 48
Sobre o coeficiente de letalidade, é CORRETO afirmar:

a) estima o risco de morte por determinada doença/agravo na população residente total.

b) com atual cenário de desenvolvimento científico e de assistência à saúde, a letalidade de doenças/agravos nunca poderá atingir 100%.

c) o coeficiente de letalidade de uma doença não sofre interferência de fatores, como idade, sexo, condições socioeconômicas, estado imunitário do indivíduo nem virulência do bioagente, em caso de doenças infecciosas.

d) estima o risco de morte por determinada doença/agravo na população portadora ou afetada pela mesma doença/agravo.

e) para o correto cálculo do coeficiente de letalidade, é indispensável a informação sobre o quantitativo de pessoas expostas ao risco de contrair a doença/agravo de interesse.


UESPI 2019 - QUESTÃO 49
O indicador que mensura a proporção de pessoas que morreram com 50 anos ou mais de idade em relação ao total de óbitos em determinada população e área é conhecido como:

a) índice de Moraes.
b) índice de mortalidade proporcional por causa específica.
c) índice de Swaroop & Uemura.
d) índice de mortalidade proporcional por local de residência.
e) quantificação de Guedes.


UESPI 2019 - QUESTÃO 50
A relação entre uma sequência de marcos cronológicos sucessivos e uma variável de frequência constitui uma distribuição cronológica de frequência de casos ou de óbitos. Assinale a alternativa CORRETA sobre as distribuições cronológicas em estudos epidemiológicos:

a) tomam-se como marcos cronológicos somente o ano-calendário.

b) mostra o tipo de variação que caracteriza o processo estudado, se cíclico ou atípco, se sazonal ou não.

c) detecta e interpreta a evolução da incidência de um evento somente de maneira prospectiva.

d) variação cíclica ocorre, quando o fenômeno considerado é periódico e repete-se sempre, na mesma estação do ano.

e) variação sazonal é caracterizada por flutuações temporais que ocorrem em período maior que um ano.


UESPI 2019 - QUESTÃO 51
As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) foram responsáveis por cerca de 56,9% das mortes no Brasil no ano de 2017, na faixa etária de 30 a 69 anos e são consideradas um dos maiores problemas globais de saúde pública da atualidade. Para o enfrentamento desse problema, é fundamental priorizar, EXCETO:

a) concentrar o investimento de recursos financeiros em hospitais de maior complexidade para o atendimento às sequelas das DCNT.

b) monitorar a ocorrência das DCNT e seus fatores de risco na população, para subsidiar o direcionamento das ações.

c) intensificar ações de prevenção primária, principalmente promoção, da saúde, o mais precocemente possível.

d) compreender os condicionantes sociais e econômicos, para auxiliar no planejamento dos serviços de saúde.

e) fornecer orientações nutricionais, incentivar o acesso a alimentos saudáveis, prática de atividade física e outras condições de vida promotoras de saúde.


TEXTO I

“No período de 22/09/2019 a 14/12/2019 (SE 39-50), foram notificados 19.090 casos suspeitos de sarampo, destes, 2.710 (14,2%) foram confirmados, 11.056 (57,9%) estão em investigação e 5.324 (27,9%) foram descartados. Os casos confirmados nesse período representam 17% do total de casos confirmados no ano de 2019”.

Tabela 1 - Casos confirmados de sarampo e coeficiente de incidência dos Estados com surto de sarampo, segundo faixa etária e sexo, Semanas Epidemiológicas 39 a 50 de 2019, Brasil.

UESPI 2019
Fonte: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico. v. 50, n. 39, dezembro/2019. 

UESPI 2019 - QUESTÃO 52
Sobre os dados apresentados na Tabela 1, assinale a alternativa CORRETA.

a) o grupo de 20 a 29 anos apresentou o maior risco de adoecer por sarampo.

b) o grupo de menores de um ano de idade apresentou maior risco de adoecer por sarampo.

c) o grupo de 20 a 29 anos apresentou aproximadamente o dobro do risco de adoecer por sarampo em relação ao grupo de 15 a 19 anos.

d) indivíduos do sexo masculino apresentaram maior risco de adoecer por sarampo;

e) o risco de adoecer por sarampo entre menores de um ano foi semelhante ao risco apresentado pelo grupo de 15 a 19 anos.


UESPI 2019 - QUESTÃO 53
A elaboração da Tabela 1 só foi possível porque foram utilizados dados sobre doenças de notificação compulsória, disponíveis no sistema de informação gerenciados pelo Ministério da Saúde chamado:

a) SINAN.
b) SIM.
c) SIA/SUS.
d) e-SUS.
e) SIH/SUS.


UESPI 2019 - QUESTÃO 54
Para o cálculo do coeficiente de incidência, apresentado na Tabela 1, foi necessário incluir o número de casos confirmados de sarampo no numerador e o número de ______ no denominador. Assinale a alternativa que preenche CORRETAMENTE a frase anterior:

a) população residente diagnosticada com sarampo em Estados com surto de sarampo.
b) população notificada com suspeita de sarampo em Estados com surto de sarampo.
c) população com confirmação laboratorial de sarampo e Estados com surto de sarampo.
d) população residente em Estados com surto de sarampo.
e) população internada por sarampo em Estados com surto de sarampo.


UESPI 2019 - QUESTÃO 55
A notificação de casos de sarampo deve ocorrer:

a) mediante a suspeita clínica da doença em pacientes de qualquer idade.

b) mediante a suspeita clínica da doença em pacientes de qualquer idade, desde que oriundos de Estados com surto de sarampo.

c) mediante a confirmação laboratorial (sorologia) em pacientes de qualquer idade, desde que oriundos de Estados com surto de sarampo.

d) mediante a confirmação laboratorial (sorologia) em pacientes de qualquer idade.

e) somente nos Estados com surto de sarampo em curso.


UESPI 2019 - QUESTÃO 56
Sobre a vacinação contra o sarampo, é CORRETO afirmar:

a) crianças de zero a 11 meses e 29 dias devem receber uma dose de vacina contra o sarampo;

b) crianças de um ano completo a menores de cinco anos devem receber somente uma dose da vacina contra o sarampo;

c) crianças devem receber uma dose de vacina contra o sarampo aos 12 e 15 meses de vida;

d) indivíduos de 1 a 29 anos com esquema incompleto ou que nunca se vacinaram contra o sarampo devem atualizar seu esquema vacinal, inclusive gestantes;

e) indivíduos de 30 a 49 anos devem receber somente uma dose da vacina contra o sarampo, inclusive gestantes, caso não tenham recebido ou comprovado nenhuma dose anterior.


UESPI 2019 - QUESTÃO 57
Assinale a alternativa que contém SOMENTE doenças ou agravos de notificação compulsória imediata para o Ministério da Saúde, devido à sua grande importância epidemiológica:

a) hanseníase, hantavirose.
b) febre do Nilo Ocidental, febre maculosa.
c) febre tifoide, febre maculosa.
d) hantavirose, hepatites virais.
e) tétano, tuberculose.


TEXTO II

Título: Impacto da vacina pneumocócica na redução das internações hospitalares por pneumonia em crianças menores de 5 anos, em Santa Catarina, 2006 a 2014

Objetivo: analisar o impacto da vacina pneumocócica conjugada (PCV10) nas internações hospitalares por pneumonia em menores de 5 anos de idade, em Santa Catarina, Brasil, no período 2006-2014. Métodos: estudo XXXX com dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus) em 2006 - 2009 (período pré-vacinal) e 2010-2014 (período pós-vacinal); tendências temporais foram avaliadas pelo coeficiente de regressão de Poisson. Resultados: comparados os períodos pré e pós-vacinal, a diferença percentual da taxa de internação por pneumonia em menores de 1 ano variou de -44,1% na região Oeste a - 1,4% no Planalto Serrano, e nas crianças de 1-4 anos, de -37,1% no Planalto Norte a 16,9% no Planalto Serrano (p<0,05), implicando reduções nas taxas de internação no estado de 23,3% em <1 ano e de 8,4% em crianças de 1-4 anos. Conclusão: observou-se redução significativa da taxa de internação por pneumonia em menores de 1 ano, sugerindo a efetividade da vacina.
Fonte: Epidemiol. Serv. Saúde vol.27 no.4 Brasília 2018 Epub 29-Nov-2018.

UESPI 2019 - QUESTÃO 58
Com base nas informações apresentadas no resumo, trata-se de um estudo do tipo:

a) descritivo.
b) coorte.
c) ensaio clínico randomizado.
d) caso-controle.
e) ecológico. 


UESPI 2019 - QUESTÃO 59
Como características do estudo apresentado no Texto II, citam-se, EXCETO:

a) baseia-se na comparação de indicadores relacionados com a exposição em estudo;
b) a magnitude do efeito devido à exposição pode diferir entre o nível individual e o agregado;
c) sofre interferência de vieses relacionados à qualidade dos registros e informações;
d) sua unidade de análise é representada por indivíduos;
e) sua unidade de análise é representada por grupos. 


UESPI 2019 - QUESTÃO 60
Com base nas informações contidas no resumo, infere-se que a medida de associação do referido estudo foi:

a) regressão de Poisson.
b) taxa de internação por pneumonia.
c) risco relativo.
d) incidência de pneumonia.
e) dispensada devido ao tipo de estudo desenvolvido.


GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

UESPI 2019 - QUESTÃO 61
Gestante, G2P1(C1)A0, obesa, hipertensa crônica, em uso de metildopa 2g/dia e nifedipina 80 mg/dia; idade gestacional atual compatível com 38 semanas e 2 dias. Optou-se por interrupção da gravidez por cesariana por escolha e autonomia materna. Frente ao quadro em questão, analise as assertivas e marque a CORRETA.

a) A via de parto deveria ser cesariana (cirúrgica), pois a gestante possui fatores de morbidade que elevam o risco perinatal no parto vaginal.

b) A tromboprofilaxia pós-parto com dicumarínicos está formalmente indicada nos primeiros dias do puerpério.

c) A introdução do sulfato de magnésio por via parenteral possui relevância importante para a neuroproteção do concepto neste caso.

d) A metilergonovina é o agente uterolítico de escolha para as primeiras horas de puerpério.

e) Trata-se de uma paciente com indicação de tromboprofilaxia, na qual deve-se instituir medidas mecânicas (deambulação precoce) e farmacológicas (heparinas).


UESPI 2019 - QUESTÃO 62
"A incompetência istmo-cervical (IIC) caracterizase por fraqueza congênita ou adquirida na junção do orifício interno cervical e o segmento inferior”. Tendo em vista as possibilidades diagnósticas e terapêuticas, a melhor assertiva é:

a) O tratamento padrão para a IIC é clínico, tendo a progesterona micronizada como principal indicação.

b) O tratamento da IIC de escolha é a cerclagem por via vaginal, a ser realizada preferencialmente ao redor da 14a semana da gravidez, ocasião em que ainda não aconteceram modificações cervicais.

c) O diagnóstico da IIC contém vários aspectos polêmicos, sendo obrigatório a modificação cervical visível à ultrassonografia.

d) O pessário, como método terapêutico, possui maiores complicações obstétricas maternas e perinatais.

e) O diagnóstico clínico caracteriza-se por achados de modificação cervical atual, na qual se desconsidera o passado obstétrico da gestante e classifica-se em tipo primário ou secundário.


UESPI 2019 - QUESTÃO 63
Frente aos desafios da Doença Hemolítica perinatal ou Isoimunizacão materna pelo fator Rh, as principais dificuldades englobam o seguimento e diagnóstico do comprometimento fetal. Dentre os achados abaixo, qual se associa fortemente à anemia fetal grave:

a) Dopplerfluxometria da artéria cerebral média alterada, com decréscimo significativo da velocidade sistólica.

b) Hidropsia fetal.

c) Restrição de crescimento intrauterino fetal.

d) Insuficiência tricúspide cardíaca fetal.

e) Defeitos estruturais cardíacos.


UESPI 2019 - QUESTÃO 64
Em relação à aplicabilidade do fórcipe, o conhecimento torna-se essencial para a prática obstétrica em determinadas situações. Sobre o tema, assinale a assertiva INCORRETA.

a) As aplicações de fórcipe em apresentações altas no estreito médio do canal de parto devem ser evitadas no contexto das boas práticas.

b) O fórcipe de alívio requer algumas condições de aplicabilidade, sendo as principais: diagnóstico correto da variedade de posição, proporcionalidade feto-pélvica, apresentações baixas (De Lee= +3 ou +4).

c) A pega ideal (frontomastoideia) deve ser preconizada com o intuito de reduzir tocotraumatismos fetais.

d) Nas variedades transversas, utiliza-se o fórcipe de Kielland, sendo que a primeira colher a ser alocada é a anterior e mediante técnica migratória, reproduzindo a manobra de Lachapelle até ficar sob o pube.

e) A revisão do canal de parto é indispensável, quando se realiza fórcipe baixo ou de alívio, pois se associa à baixa probabilidade de traumas perineais.


UESPI 2019 - QUESTÃO 65
"A incidência da rotura prematura de membranas ovulares (RPMO) varia de 3 a 18,5%. Acontece em aproximadamente 8 a 10% das pacientes com gestação a termo”. Sobre o tema, assinale a melhor alternativa.

a) Possui diversos fatores de risco e todos evitáveis, tais como: infecções vulvo-vaginais, polidramnia, gemelaridade e incompetência istmo-cervical.

b) O diagnóstico clínico necessita da ratificação ultrassonográfica para melhor caracterização do quadro.

c) As normativas legais amparam o médico que procede com a interrupção da gravidez, em qualquer fase da gestação, sob a ótica materna.

d) Na presença de corioamnionite, a interrupção da gestação torna-se imperativa, independente da idade gestacional.

e) O principal marcador cardiotocográfico associado a comprometimento de vitalidade fetal na amniorrexe é a ausencia do tônus fetal.


UESPI 2019 - QUESTÃO 66
Considerando-se a relevância do Diabetes Mellitus Gestacional (DMG), tanto por sua prevalência como pelas consequências para o binômio materno-fetal, marque a opção CORRETA.

a) Recomenda-se o rastreamento universal apenas para as pacientes com fator de risco associado, otimizando exames com maior sensibilidade como a hemoglobina glicada.

b) Efeitos fetais relevantes, como as malformações cardíacas, são mais marcantes, quando o descontrole glicêmico acomete o 2o e 3o trimestre.

c) O diabetes mellitus gestacional se caracteriza pela intolerância à glicose exclusiva, na segunda metade da gravidez.

d) Malformacões cardíacas fetais, macrossomia, polidramnia são diretamente decorrentes das hipoglicemias da terapêutica farmacológica.

e) A ultrassonografia obstétrica com Doppler normal, com estudo da artéria umbilical, cerebral média e duto venoso, não garante a boa vitalidade fetal, pelo componente metabólico marcante da patologia.


UESPI 2019 - QUESTÃO 67
Paciente de 28 anos, secundigesta, puérpera de cesariana, associada à amniorrexe prematura e idade gestacional de 36 semanas. No quarto dia de puerpério, apresentou temperatura axilar de 38,5o C, mamas não ingurgitadas, útero doloroso à palpação, amolecido e dois dedos acima da cicatriz umbilical. Lóquios em pequena quantidade.

O diagnóstico e o tratamento padrão para essa paciente são, respectivamente:

a) Endometrite, esquema duplo com Ampicilina e Penicilina G Cristalina, via endovenosa.

b) Endometrite, esquema duplo com Clindamicina e Gentamicina, via endovenosa.

c) Endometrite, esquema triplo com Gentamicina, Amicacina e Metronidazol, via endovenosa.

d) Pelviperitonite, esquema triplo com Penicilina G Cristalina, Gentamicina e Amicacina, via parenteral.

e) Pelviperitonite, esquema triplo com Ceftrianoxa, Gentamicina e Amicacina, via endovenosa.


UESPI 2019 - QUESTÃO 68
A Organização Mundial de Saúde (OMS) conceitua abortamento como a expulsão ou extração do concepto pesando menos de 500 g. É considerado precoce, se ocorre até a 12a semana e tardio, quando ocorre após esse período. A respeito desse tema, assinale a opção CORRETA.

a) Infecção por toxoplasmose não se associa a abortamento no início da gestação.

b) As perdas fetais de repetição merecem tratamento empírico com heparina e AAS, mesmo com provas laboratoriais negativas para trombofilias.

c) A aspiração manual intrauterina (AMIU) pode ser realizada, desde que a anestesia seja geral.

d) O material curetado não precisa ir sempre para o exame anatomopatológico, pois sabese que 90% desses abortos são consequentes de problemas genéticocromossômicos.

e) A ultrassonografia pélvica torna-se imprescindível para o diagnóstico de abortamento completo.


UESPI 2019 - QUESTÃO 69
As malformações congênitas e cromosssomopatias devem ter atenção no rastreamento pré-natal, pois o entendimento e preparo para o nascer torna-se importante para o desfecho perinatal. Sobre o tema, marque a CORRETA.

a) A medida da translucência nucal dentro dos valores normais para a idade gestacional exclui malformações congênitas e cromossomopatias.

b) Não se deve oferecer o cariótipo fetal, mesmo em casos de achados de malformações fetais, pois a impossibilidade terapêutica torna desnecessário o procedimento invasivo fetal.

c) A ecocardiografia fetal deve ser solicitada por volta de 14 a 16 semanas para as pacientes de maior risco para patologias cardíacas fetais.

d) Os defeitos de fechamento de parede abdominal (onfalocele e gastrosquise) já podem ser diagnosticados através de ultrassonografia com 12 semanas de gestação.

e) A reposição de folato no desenvolvimento da neurulação fetal deve ser realizada entre 11 e 14 semanas, pois, nessa etapa, a necessidade desse substrato é imprescindível para evitar defeitos de fechamento de tubo neural.


UESPI 2019 - QUESTÃO 70
Primigesta, idade gestacional = 32 semanas, vem ao pronto-atendimento com cefaleia persistente, turvação visual e edema significativo em membros inferiores. Ao exame: feto vivo, único, cefálico, ausência de metrossístoles; altura de fundo uterino = 29 cm; PA: 170/110mmHg. Qual a melhor conduta frente ao caso?

a) Tratar crise hipertensiva com nifedipina, avaliação laboratorial materna e fetal e seguimento ambulatorial.

b) Tratar crise hipertensiva com nifedipina, sulfato de magnésio parenteral, internação hospitalar para corticoterapia e interrupção imediata da gravidez por via obstétrica.

c) Tratar crise hipertensiva com nifedipina, sulfato de magnésio parenteral, internação hospitalar para tratamento clínico, avaliação materna e fetal, corticoterapia.

d) Tratar crise hipertensiva com metildopa, sulfato de magnésio parenteral, internação hospitalar para tratamento clínico, avaliação materna e fetal.

e) Tratar crise hipertensiva com nifedipina, sulfato de magnésio oral, internação hospitalar para tratamento cirúrgico, avaliação materna e fetal, corticoterapia.


UESPI 2019 - QUESTÃO 71
Paciente de 22 anos, queixa-se de longos períodos de atraso menstrual, chegando até a 3 meses, desde a menarca. Refere também acne e aumento de pelos em mento e região lateral da face. 

Já havia procurado auxílio médico há vários anos, porém foi informada de que a irregularidade era normal da idade. Menarca aos 13 anos. DUM: há 2 meses, costuma ter fluxo intenso e sem cólica. Sexarca aos 17 anos, com uso irregular de condom. Ao exame: IMC: 24, acne moderada e pelos pouco aumentados em face e abdome inferior. Exame ginecológico normal. A melhor conduta para esta paciente, diante da suspeita clínica seria:

a) Prescrição de metformina 1500mg/dia, tendo em vista evitar complicações futuras decorrentes da síndrome metabólica.

b) Prescrição de progesterona contínua para proteção endometrial, anticoncepção e preservação do futuro reprodutivo

c) Prescrição de anticoncepcional oral contínuo com etinilestradiol + acetato de ciproterona para regularização dos ciclos, proteção endometrial, e melhora do hiperandrogenismo.

d) Prescrição de Flutamida para tratamento dos sinais de hiperandrogenismo, que trazem as piores sequelas físicas e psicológicas para estas pacientes.

e) Orientar inicialmente a mudança no estilo de vida com ênfase na perda de peso e sem tratamento medicamentoso, a princípio.


UESPI 2019 - QUESTÃO 72
Mulher de 59 anos, G3P2(N)A1, menopausa aos 47 anos, usou TH por 5 anos. Refere sangramento transvaginal discreto por duas ocasiões nos últimos 2 meses. Refere ainda desconforto abdominal, sensação de plenitude e aumento de volume abdominal. 

Ao exame: aumento de volume abdominal com massa pélvica móvel de consistência endurecida predominante à esquerda. Ao toque vaginal, tumoração palpável predominantemente em anexo esquerdo de aproximadamente 8-10cm, móvel e algo dolorosa. USG transvaginal: útero de volume 44cm3, endométrio de 5mm e tumor cístico-sólido irregular de 9cm à esquerda e outro de característica semelhante de 5cm à direita. O próximo passo será:

a) Realizar histeroscopia diagnóstica com biópsia de endométrio, para em seguida planejamento terapêutico.

b) Realizar biópsia percutânea das lesões anexiais, para em seguida planejamento cirúrgico.

c) Realizar vídeo-laparoscopia para diagnóstico e possível planejamento terapêutico das lesões anexiais

d) Planejar Laparotomia exploradora para confirmação diagnóstica e tratamento cirúrgico do provável tumor ovariano.

e) Quimioterapia neoadjuvante, para em seguida planejamento cirúrgico.


UESPI 2019 - QUESTÃO 73
Paciente de 48 anos, G5P5(N)A0, encaminhada ao seu consultório com citologia oncótica compatível com lesão de alto grau. Qual a etapa seguinte na propedêutica desta paciente e qual o tratamento mais adequado, caso o diagnóstico se confirme?

a) Realizar conização de colo uterino com finalidade diagnóstica e terapêutica

b) Repetir a citologia oncótica, após 2 meses do tratamento medicamentoso das infecções concomitantes

c) Proceder à colposcopia com biópsia dirigida de colo uterino, caso haja achado anormal. Confirmado o diagnóstico pela biópsia, proceder à conização de colo uterino.

d) Proceder à colposcopia com biópsia dirigida de colo uterino, caso haja achado anormal. Confirmado o diagnóstico pela biópsia, proceder à histerectomia total.

e) Realizar exérese da zona de transformação com corrente de alta frequência.


UESPI 2019 - QUESTÃO 74
Paciente de 33 anos, procura o serviço com queixa de ciclos hipermenorrágicos com piora há 6 meses. Sabidamente portadora de miomas há 3 anos, vinha em acompanhamento, pois o médico anterior havia lhe informado que os miomas eram pequenos e sem necessidade de tratamento cirúrgico. Coitarca aos 17 anos. Nuligesta, sem atividade sexual no momento. Hb: 10,8 Ht:34%. USG transvaginal recente: volume uterino 144 cm3 com 3 miomas intramurais de 2,0 cm, 1,5 cm e 1,0 cm e um mioma submucoso G1 de 2,4 cm. Qual a melhor conduta para esta paciente?

a) Miomectomia convencional para a retidada de todos os miomas possíveis

b) Miomectomia por videolaparoscopia, tendo em vista a menor morbidade do procedimento

c) Miomectomia histeroscópica para a retirada somente do mioma submucoso

d) Conduta medicamentosa com anticoncepcional oral até o desejo de gestar.

e) Conduta expectante, sendo indicada a cirurgia somente, se houver aumento de tamanho dos miomas.


UESPI 2019 - QUESTÃO 75
Paciente de 32 anos, nuligesta, com quadro de infertilidade conjugal há três anos. A propedêutica revelou presença de mioma submucoso de 3 cm. O marido tem 35 anos e dois filhos de relacionamento anterior. A conduta adequada é:

a) Miomectomia histeroscópica e solicitar espermograma.

b) Tratamento com análogos do GnRH por seis meses.

c) Miomectomia laparoscópica e solicitar espermograma.

d) Miomectomia por laparotomia.

e) Se prova de Cotte positiva, pode induzir ovulação.


UESPI 2019 - QUESTÃO 76
A Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia (ESHRE), a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO) publicaram suas orientações e recomendações para o tratamento de mulheres com endometriose. O tratamento cirúrgico está indicado na seguinte situação:

a) Presença de endometrioma bilateral.
b) Falha terapêutica hormonal para aliviar a dor.
c) Infertilidade associada à obstrução tubária.
d) Correção de adenomiose difusa.
e) Paciente assintomática para prevenir o aumento da doença.


UESPI 2019 - QUESTÃO 77
Sobre tratamentos de vulvovaginites na gestação, é CORRETO.

a) Para candidíase sintomática, dar-se preferência ao uso de azólicos orais, em comparação aos imidazólicos tópicos.

b) Para tricomoníase, o secnidazol ou tinidazol, 2g via oral, dose única, são considerados de primeira escolha.

c) Segundo CDC, o metronidazol pode ser administrado com segurança na gestação pois é categoria B pela FDA.

d) Mulheres com alto risco para parto prematuro devem realizar testes de rotina para pesquisa de vaginose bacteriana, tricomoníase e candidíase.

e) Os casos sintomáticos de vaginose bacteriana podem ser tratados com metronidazol via oral ou geleia vaginal e o tratamento do parceiro é recomendado.


UESPI 2019 - QUESTÃO 78
Paciente com 55 anos de idade e em uso de terapia hormonal há cerca de 2 anos; apresentou mamografia com BI-RADS 0. A melhor conduta sugerida:

a) Repetir mamografia após seis meses.
b) Realizar ultrasonografia mamária complementar.
c) Seguimento normal.
d) Suspender terapia hormonal.
e) Biopsia dirigida por ultrassonografia.


UESPI 2019 - QUESTÃO 79
Paciente, 23 anos de idade, sexo feminino com amenorreia há 28 dias, massa anexial heterogênea à direita ao ultrassom endovaginal, sangramento genital discreto, náuseas e dores abdominais generalizadas, deve ser feita a principal hipótese diagnóstica de:

a) Hidrossalpinge.
b) Teratoma ovariano.
c) Ovários policísticos.
d) Gravidez ectópica.
e) Adenoma seroso de ovário.


UESPI 2019 - QUESTÃO 80
O momento ideal de escolha para realização do ultrassom endovaginal para avaliação endometrial depende muito da fase do ciclo menstrual que a paciente se encontra. Assim, qual a melhor fase do ciclo menstrual para a realização da ultrassonografia, com intuito de realizar o diagnóstico de pólipo endometrial?

a) Fase folicular ou proliferativa.
b) Fase secretora ou Lútea.
c) Fase periovulatória.
d) Período Menstrual.
e) Qualquer fase tem o mesmo resultado.


PEDIATRIA

UESPI 2019 - QUESTÃO 81
Nayara, sete anos, 25 kg, portadora de Síndrome Nefrótica, em uso de Prednisona oral 50 mg/dia, perdeu o cartão vacinal e precisa atualizá-lo. Não tem cicatriz de BCG visível. Assinale a alternativa CORRETA.

a) Aplicar vacina BCG pelo risco maior de desenvolver tuberculose.

b) Aplicar tríplice bacteriana e tríplice viral a qualquer momento da terapia.

c) Aplicar todas as vacinas, pois o uso de corticoide nessa dosagem não é contraindicação.

d) Não aplicar tetraviral e febre amarela até interromper o tratamento por pelo menos um mês.

e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 82
Roberto, três anos, é levado à emergência pediátrica com história de febre (39ºC) há 12 dias, “inchaço” no pescoço por sete dias e conjuntivite não purulenta em ambos os olhos. Exame físico: febril, adenomegalia cervical posterior esquerda medindo 2cm, sem sinais flogísticos, hiperemia de conjuntiva sem exudato, edema de mãos e pés, lábios secos e fissurados.

Nesse caso, deve ser instituído tratamento precoce com:

a) Antiviral.
b) Antifúngico.
c) Antimicrobiano.
d) Imunoglobulina.
e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 83
Fernanda, 5 anos, 15 kg, portadora de cardiopatia congênita complexa, deu entrada na emergência pediátrica desacordada. No exame físico: EGMau, pálida, pulsos centrais presentes e fracos, PA: 78:50 mmHG. No monitor, o seguinte traçado eletrocardiográfico:

UESPI 2019

Assinale a alternativa CORRETA.

a) Administração de Adenosina intravenosa.
b) Administração de Amiodarona intravenosa.
c) Desfibrilação elétrica com carga de 30 Joules.
d) Cardioversão sincronizada com carga de 15 Joules.
e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 84
Gabriela, cinco dias de vida, a termo, apresenta, há 2 dias, máculas, pápulas e pústulas eritematosas localizadas em fronte, face, tronco e membros, sem acometimento de palmas das mãos e plantas dos pés. Mãe relata que as lesões desaparecem de uma área e surgem em outra área em horas e que o RN se encontra em excelente estado geral e sugando bem o seio materno. O diagnóstico mais provável nesse caso é:

a) Miliária.
b) Impetigo.
c) Eritema tóxico.
d) Melanosepustular transitória.
e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 85
Carlos, cinco anos, previamente hígido, começou a reclamar de dor na perna direita pela manhã e à tarde já não conseguia andar. No dia seguinte, por não ter melhorado com o repouso, foi levado pela mãe à emergência. Nega trauma prévio ou febre. Apresentou quadro respiratório viral há sete dias. Exame físico: bom estado geral, afebril, limitação de movimentos de rotação do quadril direito. Exames laboratoriais: hemograma, VHS e PCR normais. Assinale a alternativa com o provável diagnóstico e o exame complementar mais indicado.

a) Epifisiólise de quadril; radiografia do quadril.

b) Artrite séptica; punção articular e cultura do líquido sinovial.

c) Tenossinovite transitória do quadril; ultrassonografia do quadril.

d) Dor do crescimento; tomografia computadorizada do quadril.

e) nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 86
Francisco, 8 meses, portador de síndrome de Down, foi sacudido violentamente pelo pai, pois estava chorando muito, durante a madrugada.

Qual a consequência mais característica deste tipo de maus tratos?

a) Luxação C1-C2.
b) Hemorragia retiniana.
c) Fratura de clavículas.
d) Hematoma temporal.
e) Nenhuma das anteriores.


UESPI 2019 - QUESTÃO 87
Lucas, 1 ano e 6 meses, vem para consulta pediátrica de rotina. A mãe queixa-se que seu filho “não come e não dorme”. Na antropometria: Peso: 11,5 kg (Z = 0,28); Altura: 78 cm (Z = - 1,9); IMC: 18,9 (Z = 1,9). Assinale a alternativa CORRETA.

a) Peso adequado, eutrofia com altura adequada.

b) Peso adequado, eutrofia com baixa estatura.

c) Peso elevado, risco de sobrepeso com estatura adequada.

d) Peso elevado, obesidade com estatura adequada.

e) Peso adequado, risco de sobrepeso com estatura adequada.


UESPI 2019 - QUESTÃO 88
Adolescente, 14 anos, sexo masculino, apresenta artrite bilateral em tornozelos, com manchas elevadas, vermelhas, indolores e não pruriginosas. Essas lesões cutâneas eram fixas e localizavam-se em nádegas e coxas. Exames complementares: hemoglobina: 9g/dL, reticulócitos: 10%, leucócitos: 4.600/mm3 (neutrófilos: 78%, linfócitos: 20%, e monócitos: 2%), plaquetas: 232.000/mm3; sedimento urinário: hemácias (300 por campo), proteínas: 0,9g e cilindros hemáticos e granulares; FAN: 1/480, FR: negativo, anticorpo anticardiolipina (IgM e IgG): positivos. O diagnóstico do paciente é:

a) Poliarterite nodosa.
b) Lúpus eritematoso sistêmico.
c) Vasculite leucocitoclástica.
d) Granulomatose com poliangeíte.
e) Poliangeítemicroscópica. 


UESPI 2019 - QUESTÃO 89
Lactente, 4 meses, sexo masculino, é levado por sua mãe ao consultório com história de febre 39°C, recusa alimentar e vômitos. Relata aleitamento materno exclusivo e que é a primeira vez que ele fica “doentinho”. Exame físico: algo irritado, tax: 38,3°C, sem nenhuma outra alteração. EAS colhido por cateterismo vesical: nitrito positivo e presença de GRAM negativo na amostra. Nesse caso, a conduta é iniciar:

a) Antibiótico imediatamente, sem necessidade de confirmação pela urinocultura. Realizar ultrassonografia após o término do tratamento.

b) Antibiótico apenas após o resultado da urinocultura. Pedir ultrassonografia renal e de vias urinárias e programar cintigrafia com DMSA.

c) Antibiótico imediatamente. Confirmar o diagnóstico pela urinocultura. Pedir ultrassonografia renal e de vias urinárias, assim como cintilografia com DMSA e UCM.

d) Antibiótico e confirmar o diagnóstico pela urinocultura. Pedir ultrassonografia renal e de vias urinárias. Programar cintilografia com DMSA, se houver recorrência do caso.

e) Aguardar resultado de Urocultura para iniciar antibiótico guiado por antibiograma. Se confirmado, solicitar ultrassonografia e uretrocistografia, iniciar profilaxia e encaminhar para nefrologista pediátrico.


UESPI 2019 - QUESTÃO 90
Escolar de sete anos apresenta edema em face, abdômen e membros inferiores progressivo há 4 dias, sem febre. Exame físico: bom estado geral, edema palpebral bilateral. PA: 130x98mmHg. ACV: bulhas rítmicas normofonéticas, FC: 90bpm. AR: estertores subcrepitantes em bases. 

Abdômen: normotenso, fígado: 2,5cm do RCD; edema de +/++ em membros inferiores, com pequenas lesões crostosas. Exames laboratoriais: urina: densidade de 1025, pH: 5,5, leucócitos: 3/ campo; hemácias: 95/ campo; raras bactérias, proteína ++. Ureia: 20mg/ dL; creatinina: 0.5mg/dL. Raio X de tórax: aumento discreto da área cardíaca. A hipótese diagnóstica e o marcador laboratorial mais fidedigno a ser solicitado são:

a) Infecção urinária / urocultura com teste de sensibilidade antibiótica .

b) Glomerulonefrite difusa aguda / dosagem sérica de complemento.

c) Glomerulonefrite difusa aguda / ASLO.

d) Síndrome nefrótica / proteinúria de vinte e quatro horas.

e) Síndrome nefrótica / proteínas totais e frações.


UESPI 2019 - QUESTÃO 91
Pais relatam que, há aproximadamente 20 dias, filho de cinco anos iniciou quadro de adinamia, fadiga, dores em membros inferiores e nas articulações dos joelhos, febre intermitente e equimoses pelo corpo, após traumas leves.

Exame físico: palidez cutâneo mucosa++/4+, linfonodomegalias em região cervical bilateralmente, baço palpável a 6,5cm do rebordo costal esquerdo, fígado palpável a 3,5cm do rebordo costal direito, equimoses difusas em membros inferiores e dorso. Há cerca de uma semana, foi iniciado pelo médico assistente corticoide via oral para criança, com melhora das dores em membros inferiores. Exames laboratoriais: hematócrito: 22,5%; hemoglobina: 7,4g/dL, VCM: 78,3fL, CHCM: 32,8g/dL; HCM: 25,7pg; leucócitos: 8.000/mm3 (linfócitos 88%, segmentados 12%), contagem de plaquetas 25.000/mm3. A principal hipótese diagnóstica é:

a) Aplasia medular.
b) Artrite reumatóide.
c) Leucemia linfoide aguda.
d) Mononucleose infecciosa.
e) Lúpus eritematoso sistêmico.


UESPI 2019 - QUESTÃO 92
Lactente, oito meses, previamente hígido, é levado à emergência com história de febre há 36 horas e episódio de crise convulsiva tônicoclônica com duração de cinco minutos. 

Responsável nega episódios anteriores. Exame físico: febril e sonolento, porém facilmente despertável, sem sinais de irritação meníngea. Hiperemia de orofaringe. Restante do exame sem alterações. A abordagem imediata é realizar:

a) Tomografia computadorizada de crânio.
b) Dosagem de eletrólitos.
c) Hemograma e PCR.
d) Solicitar avaliação de neuropediatra.
e) Punção lombar.


UESPI 2019 - QUESTÃO 93
Durante as manobras de reanimação neonatal, a administração de adrenalina pode ser necessária. Segundo o Programa de Reanimação Neonatal, a diluição e a dose a ser administrada por via IV, respectivamente são:

a) 1/1.000 / 0,1-0,5ml/kg.
b) 1/2.000 / 0,3-0,5ml/kg.
c) 1/5.000 / 0,05-0,1ml/kg.
d) 1/10.000 / 0,1-0,3ml/kg.
e) Nenhuma das anteriores.


UESPI 2019 - QUESTÃO 94
Roberto, dois anos e seis meses, é levado pela mãe ao seu consultório. Queixa-se de, há 3 meses, aumento peniano e de pêlos na região genital de seu filho. Exame físico: pelos grossos, encaracolados em púbis e bolsa escrotal, pênis com cerca de 7,5 cm de comprimento com aumento do diâmetro e testículos aumentados (8 cm³) bilateralmente. A possível etiologia da puberdade precoce está relacionada lesão de:

a) Adrenal.
b) De Wilms.
c) De testículo.
d) Da região hipotalâmica–hipofisária.
e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 95
Lactente de dois anos, com anemia falciforme, chegou ao pronto-socorro com história de dor em membros inferiores, febre de 38,5°C e tosse há três dias. Ao exame físico está hipocorado ++/4+, eupneico, sem hepatoesplenomegalia, sem edema ou sinais flogísticos em membros inferiores. Raio-X de tórax normal. A conduta mais adequada para o caso é:

a) Analgesia – liberar com antibiotico terapia via oral.

b) Analgesia – encaminhar para reavaliação ambulatorial.

c) Anti-inflamatório – liberar com antibioticoterapia via oral.

d) Analgesia – internar com antibioticoterapia via parenteral.

e) Analgesia - internar para transfundir.


UESPI 2019 - QUESTÃO 96
Mãe leva seu filho, lactente de 18 meses, à emergência e refere sonolência, vômito várias vezes nas últimas 24 horas, sem história de febre ou diarreia. Em uso de ondansetron.

Exame físico: pálido, sonolento, porém despertável, tax = 37°C; FC=130bpm; FR=24irpm; PA=90x 60mmHg; pupilas isocóricas e reativas; ACV e AR sem anormalidades; abdome algo doloroso, levemente distendido, com ruídos hidroaéreos diminuídos. Durante o exame, o paciente apresentou um episódio de vômito bilioso e discreto sangramento retal. Com base nesses dados, a hipótese diagnóstica e a conduta, respectivamente, são:

a) Estenose hipertrófica do piloro/ultrassom de abdome.

b) Invaginação intestinal/toque retal e ultrassom de abdome

c) Sepse / hemocultura e antibioticoterapia de largo espectro

d) Meningite / punção lombar e ceftriaxone IV

e) Intoxicação por ondansetron/lavagem gástrica e prometazina IM.


UESPI 2019 - QUESTÃO 97
É característica da síndrome de Munchausen por procuração:

a) Deixar sequelas físicas e psíquicas, com a criança assumindo o papel de doente, frágil e dependente de seu agressor.

b) Agressor com psicopatologia diagnosticada, compulsivo, que utiliza a criança para seus rituais sadomasoquistas.

c) Forma de autoagressão, com a simulação de doença para obtenção de vantagens pessoais.

d) Classificada como transtorno somatoforme, em que a criança simula a doença para chamar a atenção dos pais e do meio médico.

e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 98
Em relação às manifestações clínicas da estenose hipertrófica do piloro (EHP), é CORRETO afirmar que:

a) Vômito bilioso é o sintoma inicial mais comum.

b) Classicamente têm início na quinta semana de vida.

c) Icterícia com predomínio de bilirrubina direta é comum.

d) Insuficiência adrenal pode simular o quadro clínico da EHP, principalmente pelos níveis séricos de potássio.

e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 99
Lactente de um ano e dois meses engatinha e anda com apoio, consegue apanhar objetos, reconhece a mãe, aponta o que quer e imita gestos, como bater palmas e dar tchau.

Entretanto, ainda não fala palavra alguma nem mantém jargão (fala com emissão de sons com entonação e sem significado). Esse lactente tem:

a) Desenvolvimento normal para sua idade.

b) Autismo, pois já deveria estar falando algumas palavras.

c) Possível atraso no desenvolvimento, pois ainda não anda.

d) Atraso na aquisição da linguagem, sendo necessária investigação

e) Nenhuma das anteriores está correta.


UESPI 2019 - QUESTÃO 100
Mãe relata que seu filho de sete anos apresentou febre alta, calafrios, cefaleia, adinamia e dor de garganta. Dois dias depois, surgiu exantema formado por pápulas eritematosas puntiformes próximas umas das outras, mais intenso em dobras/ pregas cutâneas. Percebe-se também um discreto rubor facial, exceto por uma nítida palidez peribucal. Considerando esse quadro, o diagnóstico mais provável é:

a) Eritema infeccioso.
b) Mononucleose.
c) Escarlatina.
d) Rubéola.
e) Nenhuma das anteriores.


COMENTÁRIOS

DESTAQUE

Nome

administração,7,administração financeira,1,administração orçamentária,1,administração pública,1,ads,36393,advogado,1,agricultura,1,agronomia,4,alberteinstein,22,alfabeto,2,anasem,1,anatomia,2,aocp,142,arquitetura,1,arquitetura e urbanismo,3,arquivologia,1,arte,8,assistente social,1,atividade,267,atividade biologia,8,atividade ciências,63,atividade de português,55,atividade espanhol,17,atividade filosofia,5,atividade física,8,atividade fundamental,156,atividade geografia,6,atividade história,83,atividade inglês,2,atividade literatura,3,atividade matemática,24,atividade quimica,6,atividade sociologia,3,auditor fiscal,1,auditoria,1,autoajuda,1,auxiliar administrativo,3,auxiliar judiciário,1,bem-estar,13,biblioteconomia,4,biografia,1,biologia,63,biomedicina,6,bioquimica,1,blogger,3,bncc,12,bolsafamilia,1,callfrom,1,carnaval,2,cecierj,5,cederj,5,cefetba,40,cefetmg,33,celebridades,2,celpebras,1,cesgranrio,50,cfc,8,ciencias,79,ciências contábeis,20,ciências da saúde,1,ciências econômicas,4,ciências sociais,2,claudiogaleno,1,colunas,11,comercio exterior,1,computação,2,comunicação social,1,concurso,288,conhecimento específico,3,conscam,45,conta pra mim,41,contabilidade,8,contabilidade avançada,1,contabilidade de custos,1,contabilidade pública,10,contabilidadedecustos,1,contador,2,coronavirus,8,criminologia,1,cultura,29,curiosidade,5,datas comemorativas,24,declaracoes,6,desenhos,378,design,5,design de interiores,1,design de moda,1,design grafico,1,destaque,3,detran,2,devry,1,dietética,2,direito,148,direito administrativo,25,direito ambiental,2,direito civil,25,direito constitucional,26,direito do trabalho,22,direito eleitoral,1,direito empresarial,24,direito financeiro,1,direito penal,26,direito processual civil,1,direito processual do trabalho,1,direito processual penal,2,direito tributário,24,direitoadministrativo,2,direitocivil,3,direitos humanos,1,duvidas,5,economia,2,educação,54,educação física,13,educação infantil,333,eleicoes,1,enade,196,encceja,24,enem,79,enfermagem,12,engenharia,2,engenharia ambiental,1,engenharia civil,1,engenharia da computação,2,engenharia de alimentos,1,engenharia de produção,2,engenharia eletrica,1,engenharia florestal,1,engenharia mecanica,1,engenharia quimica,1,ensino fundamental,308,escola,1,espanhol,36,espcex,30,especial,1,espm,6,esportes,1,estatística,2,exame nacional,2,explicacao,47,facid,1,faculdade,30,faculdade dinamica,2,fadip,1,fagoc,2,famema,27,famerp,13,farmacia,7,fasa,9,faseh,1,fatec,115,fcc,107,fdsbc,4,fei,19,fgv,26,filosofia,22,fiscal de obras e posturas,1,fisica,64,fisioterapia,6,fmabc,2,fmo,2,fonoaudiologia,4,formação geral,5,formula1,1,fps,35,frances,6,frases,1,fuvest,11,fuvest2018,79,gabaritos,33,gastronomia,2,geografia,71,gestao ambiental,2,gestão comercial,2,gestao de qualidade,1,gestao de recursos humanos,3,gestão financeira,3,gestao hospitalar,2,gestão pública,1,habilidades bncc,76,historia,184,ibade,5,ifce,12,iff,1,ifmg,3,ifmt,134,ifpe,70,ifpi,3,ifsul,67,ifto,12,imagens,96,ime,68,informatica,10,inglês,55,insper,52,instituto acesso,138,ita,18,jornalismo,14,legislação,10,legislação penal,1,legislação tributária municipal,13,lendas,23,letras,2,libras,1,liceu piauiense,1,literatura,23,lixo,12,logística,2,loja,3,mackenzie,13,marketing,3,matematica,111,matemática financeira,1,medicina,28,medicina legal,2,medicina veterinaria,5,meliuz,1,mtc,1,musica,2,música,1,natal,2,necropsia,1,nível médio,1,normal superior,1,noticias,91,nubank,4,nutrição,10,o que e,2,oab,181,obmep,6,odontologia,8,outros,75,pedagogia,5,piaui,1,pnaic,10,portugues,149,praticapsi,3,priuni,1,processos gerenciais,3,procurador,1,professor,7,pronatec,3,prouni,5,provas,739,provas albert einstein,5,provas cecierj,2,provas cefetmg,33,provas cfc,7,provas concurso,107,provas enade,195,provas encceja,19,provas enem,28,provas espcex,1,provas espm,3,provas famema,14,provas famerp,7,provas faseh,1,provas fatec,3,provas fdsbc,2,provas fei,2,provas fgv,1,provas fmabc,1,provas fundatec,2,provas fuvest,1,provas ifce,2,provas ifmg,3,provas ifpi,5,provas ifsul,9,provas ifto,8,provas ime,1,provas ita,7,provas mackenzie,1,provas nivel medio,9,provas nivel superior,40,provas oab,182,provas puc,8,provas pucgo,1,provas pucrj,1,provas residencia,21,provas revalida,3,provas santa casa,6,provas uece,5,provas uel,4,provas uem,3,provas uema,3,provas uerj,2,provas unemat,1,provas unesp,4,provas unicamp,6,provas unichristus,3,provas unifenas,4,provas unifesp,19,provas unifor,4,provas unioeste,1,provas unirg,3,provas unitins,1,provas upe,7,provas usp,25,provas vestibular,272,psicologia,21,publicidade e propaganda,3,publieditorial,2,puc-go,3,puc-pr,2,puc-rs,106,puc-sp,69,pucrj,1,questão agronomia,84,questão albert einstein,362,questão alemao,8,questão anasem,60,questão arquitetura e urbanismo,87,questão atualidades,35,questão automação industrial,26,questão auxiliar judiciário,48,questão avmoreira,59,questão biblioteconomia,15,questão biomedicina,67,questão cecierj,64,questão cederj,128,questão cefetmg,300,questão cesgranrio,72,questão cespe,124,questão ciências contábeis,53,questão ciências da computação,29,questão ciências econômicas,54,questão ciências sociais,51,questão comercio exterior,27,questão computação,74,questão comunicação social,24,questão construção de edifícios,27,questão coronavirus,25,questão crespe,659,questão da aocp,50,questão da espcex,300,questão da famema,441,questão da fasa,102,questão da fatec,449,questão da fau,96,questão da fcc,340,questão da fgv,644,questão da fuvest,411,questão da oab,2995,questão da obmep,164,questão da puc-pr,103,questão da puc-sp,243,questão da santa casa,300,questão da uece,638,questão da ueg,270,questão da uel,385,questão da uemg,115,questão da uerj,140,questão da unesp,695,questão da unicamp,547,questão da unicentro,155,questão da unirg,179,questão da usp,677,questão de administração,99,questão de administração financeira,6,questão de administração orçamentária,6,questão de administração pública,30,questão de anatomia,20,questão de arte,70,questão de auditoria,25,questão de biologia,946,questão de biomedicina,95,questão de ciências,682,questão de ciências da saúde,20,questão de concurso,4093,questão de conhecimento geral,5,questão de contabilidade,236,questão de criminologia,5,questão de defesa do consumidor,10,questão de dietética,40,questão de direito,2680,questão de direito administrativo,195,questão de direito ambiental,18,questão de direito civil,143,questão de direito constitucional,190,questão de direito da pessoa com deficiência,3,questão de direito do trabalho,120,questão de direito eleitoral,5,questão de direito empresarial,121,questão de direito financeiro,28,questão de direito penal,151,questão de direito penal militar,6,questão de direito previdenciario,10,questão de direito processual civil,27,questão de direito processual do trabalho,5,questão de direito processual penal,25,questão de direito tributário,163,questão de direito urbanistico,8,questão de direitos humanos,4,questão de educação física,130,questão de engenharia da computação,91,questão de engenharia de produção,47,questão de espanhol,503,questão de estatistica,24,questão de farmácia,213,questão de filosofia,233,questão de física,1218,questão de física médica,55,questão de fisioterapia,152,questão de fonoaudiologia,108,questão de frances,111,questão de geografia,907,questão de história,1503,questão de informática,127,questão de inglês,1045,questão de legislação,221,questão de legislação penal,15,questão de legislação tributária,23,questão de literatura,349,questão de matemática,2232,questão de medicina,409,questão de medicina legal,15,questão de medicina veterinária,130,questão de necropsia,20,questão de nutrição,180,questão de odontologia,127,questão de português,3108,questão de processo legislativo,5,questão de psicologia,208,questão de química,1038,questão de raciocínio lógico,110,questão de saúde pública,25,questão de segurança pública,5,questão de serviço social,55,questão de sociologia,152,questão de tecnologia em análise e desenvolvimentos,24,questão de tecnologia em redes de computadores,27,questão de terapia ocupacional,128,questão de vestibular,16838,questão design,37,questão design de interiores,26,questão design de moda,27,questão design gráfico,25,questão detran,96,questão do cfc,344,questão do enade,3296,questão do encceja,660,questão do enem,2348,questão do iff,53,questão do ime,40,questão do ita,315,questão do liceu piauiense,30,questão do mackenzie,391,questão do revalida,195,questão enfermagem,161,questão engenharia,25,questão engenharia ambiental,27,questão engenharia civil,27,questão engenharia de alimentos,27,questão engenharia de controle e automacao,27,questão engenharia eletrica,27,questão engenharia florestal,27,questão engenharia mecânica,27,questão engenharia quimica,27,questão espm,239,questão faculdade dinamica,108,questão fadip,54,questão fagoc,50,questão famerp,700,questão faseh,60,questão fdsbc,100,questão fei,210,questão fiscal,40,questão fmabc,80,questão fmo,90,questão funcern,240,questão fundatec,49,questão gastronomia,26,questão gestao comercial,26,questão gestão de qualidade,27,questão gestão de recursos humanos,27,questão gestão financeira,27,questão gestão pública,26,questão iave,60,questão ibade,107,questão idib,40,questão ieses,100,questão ifce,90,questão ifmg,126,questão ifmt,110,questão ifpi,295,questão ifsul,357,questão ifto,361,questão italiano,8,questão jornalismo,107,questão letras,65,questão lógica,5,questão logística,27,questão marketing,27,questão multidisciplinar,35,questão nucepe,46,questão obras e postura,28,questão pedagogia,53,questão processo do trabalho,10,questão processo tributario,15,questão processos gerenciais,27,questão publicidade e propaganda,27,questão pucgo,126,questão pucrj,70,questão radiologia,52,questão relações internacionais,27,questão secretariado executivo,53,questão servico social,75,questão slmandic,70,questão teatro,27,questão técnico agrícola,15,questão tecnologia agronegocio,26,questão tecnologia em alimentos,27,questão tecnologia em manutenção industrial,27,questão tecnologia em saneamento ambiental,25,questão tecnologia estética e cosmetica,27,questão tecnologia gestao ambiental,27,questão tecnologia gestao hospitalar,27,questão tecnologia seguranca do trabalho,27,questão teologia,27,questão turismo,57,questão ucb,106,questão udesc,106,questão uem,186,questão uema,193,questão uepg,69,questão uespi,127,questão ufpe,50,questão ufpr,30,questão ufsc,116,questão unemat,77,questão unichristus,253,questão unifaminas,54,questão unifenas,330,questão unifesp,155,questão unifil,29,questão unifor,258,questão unimontes,3,questão uninassau,90,questão unioeste,81,questão unitins,52,questão upe,588,questão urologia,15,questão vestibular,120,questão web design,40,questão zootecnia,69,questões,32427,quimica,62,raciocínio lógico,7,radiologia,3,redacao,129,Reflexão In Texto,8,relações internacionais,3,religiao,4,resumo,5,revalida,4,rhinsight,8,santacasa,90,saude publica,1,secretariado executivo,4,seguranca do trabalho,1,serviço social,6,sesc,1,sexto ano,1,silabas,18,simulado,2,sisu,2,slmandic,2,sociologia,13,teatro,2,técnico agrícola,1,tecnologia em agroindustria,1,tecnologia em agronegocio,2,teologia,1,terapia ocupacional,4,textos,45,textos paradidáticos,1,trechos,1,turismo,6,uber,1,ucb,10,udesc,14,uece,47,ueg,4,uel,24,uem,3,uema,8,uemg,13,uepg,3,uerj,73,uespi,3,ufam,3,ufc,2,ufes,2,uffs,4,ufg,1,ufgd,63,ufma,1,ufmg,1,ufpa,1,ufpi,2,ufpr,1,ufrgs,1,ufrn,2,ufsc,5,ufscar,1,uftm,188,unb,1,unemat,2,unesp,15,unicamp,16,unicentro,14,unichristus,12,unifaminas,1,unifenas,5,unifesp,29,unifor,8,uninassau,3,uninove,1,unioeste,3,unirg,5,unirv,41,unitins,2,upe,21,urbanismo,1,usp,27,vestibular,733,videos,5,vivo,1,zootecnia,4,
ltr
item
INDAGAÇÃO: Prova de Residência de Medicina UESPI 2019 Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia com Gabarito.
Prova de Residência de Medicina UESPI 2019 Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia com Gabarito.
Prova de Residência de Medicina UESPI 2019 Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia com Gabarito.
https://1.bp.blogspot.com/-digwt397ihk/YN4lUdJstKI/AAAAAAAAgO8/eX31ED9wVKk-2pFb2ey5UDzuuHwQfthWACLcBGAsYHQ/s16000/uespi-indagacao.png
https://1.bp.blogspot.com/-digwt397ihk/YN4lUdJstKI/AAAAAAAAgO8/eX31ED9wVKk-2pFb2ey5UDzuuHwQfthWACLcBGAsYHQ/s72-c/uespi-indagacao.png
INDAGAÇÃO
https://www.indagacao.com.br/2021/07/prova-de-residencia-de-medicina-uespi-2019-cirurgia-geral-clinica-medica-ginecologia-e-obstetricia-com-gabarito.html
https://www.indagacao.com.br/
https://www.indagacao.com.br/
https://www.indagacao.com.br/2021/07/prova-de-residencia-de-medicina-uespi-2019-cirurgia-geral-clinica-medica-ginecologia-e-obstetricia-com-gabarito.html
true
3110492279122331237
UTF-8
Todas as Postagens Não foram encontradas postagens VEJA TODOS Leia Mais Resposta Cancelar resposta Deletar Por Home PAGINAS POSTS Veja todos RECOMENDADOS PARA VOCÊ Tudo Sobre ARQUIVOS BUSCAR TODOS OS POSTS Nenhuma postagem foi encontrada Voltar para Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Sep Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutos agora 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar em uma rede social PASSO 2: Clique no link na sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados Não é possível copiar os códigos / textos, pressione [CTRL] + [C] para copiar Tabela de conteúdo