Prova de Concurso Professor de Educação Infantil com Gabarito


Prefeitura de Campo Magro - PR - 2024
Órgão: Prefeitura Municipal de Campo Magro
Banca: Núcleo de Concursos - UFPR
Cargo: Professor: Educação Infantil
Escolaridade: Superior

Prova de Concurso Professor de Educação Infantil com Gabarito

LÍNGUA PORTUGUESA  

O texto a seguir é referência para as questões 01 a 10.

O destino de ser mãe

A concepção e o valor da maternidade foram se transformando ao longo da história — e a ciência teve um papel fundamental nessas construções. “Não dá para falar em termos lineares e, ao longo do tempo, vemos muitas facetas de maternidade”, pontua a pesquisadora da UFPR [Marlene Tamanini]. Até a Idade Média, a maternidade era desvalorizada e as mulheres não tinham um papel de destaque na criação dos filhos. Entre os motivos que contribuíam para essa visão estavam a ênfase no poder paterno, a fragilidade física das crianças e a alta taxa de mortalidade infantil.

Durante o Renascimento (dos séculos 15 ao 17), a atenção materna às crianças começou a aparecer como valor essencial, especialmente nas classes mais abastadas. A ampliação dessas responsabilidades levou a uma crescente valorização do ideal mulher-mãe, ainda que isso não ultrapassasse o ambiente doméstico e não significasse a redução da autoridade paterna. No Ocidente, a mulher passou a ser vista como “predestinada” a ter filhos, principalmente a partir do século 18.

Segundo a filósofa francesa Elisabeth Badinter, uma das mais importantes pesquisadoras da área, dois discursos diferentes confluíram para modificar a atitude da mulher em relação aos filhos: um econômico, que se apoiava em estudos demográficos demonstrando a importância do crescimento populacional para o país; e o liberalismo, que favorecia ideias de liberdade, igualdade e felicidade individual. Para completar, um terceiro discurso, sustentado pelo desenvolvimento da biomedicina, reforçava a ideia de que era função da mulher se ocupar dos filhos. “O útero como definidor exclusivo das mulheres vira quase um fetiche dos discursos médicos. Ela passa a ser definida como um ser que se completa e se organiza no papel de mãe”, destaca Tamanini. “A maternidade entra como a solução para a vida das mulheres. Quem faz esse discurso agora é o médico, e essa construção moderna passa a ser necessária para organizar a ordem da sociedade.” [...]

Com o surgimento dos métodos contraceptivos e o avanço do movimento feminista nos anos 1960, a mulher contemporânea pode escolher não ter filhos. Entretanto, a maternidade segue um marcador social relevante. “Parece ser uma escolha individual, mas nem sempre é, porque existem muitas estruturas por trás dessa decisão. Existe uma cobrança, uma expectativa de que se não formos mães, não seremos mulheres de verdade. Às vezes ela é tão forte que faz muitas mulheres serem mães sem nem saberem por quê”, destaca a socióloga Thaís de Souza Lapa, professora adjunta da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e coordenadora do laboratório de Sociologia do Trabalho na mesma universidade. Na avaliação dela, embora atualmente consigam ocupar locais não permitidos no passado, como em cargos de chefia ou cursando ensino superior, muitas mulheres ainda são vistas como “estrangeiras” nesses espaços — e a maternidade é um dos poucos lugares onde isso não acontece.
Revista Galileu, ed. 384, mar. 2024. 

QUESTÃO 01
A partir das ideias apresentadas no texto, infere-se que:

a) a mulher não tem a obrigação de ser mãe.
b) os contraceptivos são consequência dos discursos médicos.
c) a mulher não é devidamente reconhecida no seu papel de mãe.
d) ser mãe significa ter felicidade, individualidade e igualdade em relação à paternidade.
e) o feminismo critica a maternidade por conta das mulheres que têm filhos sem planejamento. 


QUESTÃO 02
De acordo com a ideia central do texto, embora com várias facetas, historicamente, o ideal de maternidade é:

a) definido pelos discursos médicos.
b) imposto socialmente às mulheres.
c) superestimado pelo movimento feminista.
d) negligenciado pelas mulheres pesquisadoras.
e) estimulado pela necessidade de crescimento populacional.


QUESTÃO 03
As ideias apresentadas pelo texto deixam ver, nas entrelinhas, uma opinião sendo defendida. O recurso utilizado predominantemente no texto para marcar essa opinião é:

a) a menção aos séculos passados.
b) a voz do autor em primeira pessoa.
c) a ênfase dos verbos no tempo passado.
d) a voz direta de pesquisadores, marcada pelas aspas.
e) a comparação entre a mulher do passado e a contemporânea.


QUESTÃO 04
O trecho “sustentado pelo desenvolvimento da biomedicina”, destacado no terceiro parágrafo, exerce a função de:

a) alternância.
b) explicação.
c) conclusão.
d) oposição.
e) adição.


QUESTÃO 05
Em relação aos aspectos de concordância verbal, a forma verbal “estavam”, destacada no primeiro parágrafo, foi empregada em concordância com:

a) “as mulheres”.
b) “criação dos filhos”.
c) “os motivos”.
d) “essa visão”.
e) “a ênfase no poder paterno, a fragilidade física das crianças e a alta taxa de mortalidade infantil”.


QUESTÃO 06
O termo “Entretanto”, destacado no último parágrafo, pode ser substituído, sem prejuízo de sentido, por:

a) “Mas”.
b) “Embora”.
c) “Desde então”.
d) “Devido a isso”.
e) “Por conta disso”.
 

QUESTÃO 07
Releia o seguinte trecho:

Segundo a filósofa francesa Elisabeth Badinter, uma das mais importantes pesquisadoras da área, dois discursos diferentes confluíram para modificar a atitude da mulher em relação aos filhos: um econômico, que se apoiava em estudos demográficos demonstrando a importância do crescimento populacional para o país; e o liberalismo, que favorecia ideias de liberdade, igualdade e felicidade individual.

Sem prejuízo de sentido e observando-se a norma padrão escrita da língua, a seguinte alteração pode ser realizada:

a) Inserção de vírgula após “diferentes”.
b) Inserção de vírgula após “que se apoiava”.
c) Supressão da vírgula após “econômico” e “liberalismo”.
d) Substituição da vírgula após “liberdade” por dois-pontos.
e) Substituição das vírgulas antes e depois de “uma das mais importantes pesquisadoras da área” por travessão.


QUESTÃO 08
O termo “confluíram”, destacado no segundo parágrafo, é empregado no texto com o sentido de:

a) discrepância.
b) proporção.
c) convergência.
d) contrariedade.
e) desmembramento. 


QUESTÃO 09
O termo “que”, destacado no primeiro parágrafo, é relativo a:

a) “papel de destaque”.
b) “Entre”.
c) “motivos”.
d) “contribuíam”.
e) “essa visão”. 


QUESTÃO 10
No que diz respeito às relações de coesão textual, o termo “dela”, destacado no último parágrafo, é referente a:

a) “cobrança”.
b) “Thaís de Souza Lapa”.
c) “Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)”.
d) “mesma universidade”.
e) “avaliação”. 


RACIOCÍNIO MATEMÁTICO

QUESTÃO 11
Um proprietário possui um terreno de, precisamente, 300√3 m², com a forma de um trapézio isósceles em que a base maior é o dobro da base menor, que é, por sua vez, exatamente igual a 20 m. Qual o perímetro desse terreno?

a) 20 m
b) 20√3 m
c) 60 m
d) 80 m
e) 100 m


QUESTÃO 12
Barris de petróleo são cotados em dólar estadunidense no mercado internacional. Em um certo momento, a cotação de um barril de petróleo é de 80,00 dólares estadunidenses, quando a taxa de câmbio de moeda é de 5,00 reais para cada 1,00 dólar estadunidense. Se, em um momento seguinte, a cotação de um barril de petróleo for de 90,00 dólares estadunidenses, e a taxa de câmbio de moeda for de 4,40 reais para cada 1,00 dólar estadunidense, qual será a variação de preço do barril?

a) Em reais, o barril de petróleo teve exatamente um aumento de 1,01%.
b) Em reais, o barril de petróleo teve exatamente uma diminuição de 1%.
c) Em dólares, o barril de petróleo teve exatamente um aumento de 15%.
d) Em reais, o barril de petróleo não apresentou aumento nem diminuição.
e) Em dólares, o barril de petróleo teve exatamente um aumento de 12%.


QUESTÃO 13
Um avicultor possui galinhas e patos em sua propriedade, sendo a quantidade de patos 60% menor que a de galinhas. Sabe-se que, por dia, cada galinha come 100 gramas de ração, e cada pato, 250 gramas de ração. Em um certo dia, o avicultor dispunha de 85 kg de ração e ficou preocupado, pois sabia que faltariam 15 kg de ração para alimentar as galinhas e os patos nas quantidades citadas. Quantas galinhas e patos o avicultor possui, respectivamente?

a) 400 e 100
b) 400 e 220
c) 450 e 240
d) 500 e 200
e) 500 e 240


QUESTÃO 14
Um funcionário, ao receber seu contracheque, percebe que há 3 descontos em seu salário: um sexto de seu salário é usado para pagar seu plano de previdência, outro um sexto de seu salário é usado para pagar impostos, e um quinto do seu salário é usado para pagar uma dívida. Depois de subtrair esses descontos de seu salário, ele observou que ainda dispunha de R$ 1.470,00. Qual o salário desse funcionário?

a) R$ 3.005,00
b) R$ 3.015,00
c) R$ 3.150,00
d) R$ 3.175,00
e) R$ 3.250,00


QUESTÃO 15
Uma loja está anunciando uma geladeira por R$ 2.500,00, e há duas opções para o pagamento:

1ª opção: um desconto de 10% sobre o preço anunciado seguido de um acréscimo, como taxa de serviço, de 10% sobre o preço com o desconto. 
2ª opção: um acréscimo de 10% sobre o preço anunciado, como taxa de serviço, seguido de um desconto de 10% sobre o preço com o acréscimo.

Assinale a alternativa correta.

a) As duas opções são idênticas financeiramente, pois, tanto na 1ª como na 2ª, o valor final da geladeira é R$ 2.500,00.

b) A 1ª opção é mais vantajosa financeiramente que a 2ª, pois, na 1ª, o valor final da geladeira é R$ 2.475,00, e, na 2ª, R$ 2.750,00.

c) A 2ª opção é mais vantajosa financeiramente que a 1ª, pois, na 2ª, o valor final da geladeira é R$ 2.475,00, e, na 1ª, R$ 2.750,00.

d) As duas opções são idênticas financeiramente, pois, tanto na 1ª como na 2ª, o valor final da geladeira é R$ 2.475,00.

e) As duas opções são idênticas financeiramente, pois, tanto na 1ª como na 2ª, o valor final da geladeira é R$ 2.750,00.


QUESTÃO 16
Sendo A um número real, considere os cinco seguintes números também reais: A, 2A, 3A, 4A e 5A. Qual é a média aritmética simples desses cinco números?

a) A
b) 5A
c) 21, se A = 7
d) 15A
e) 5.000, se A = 1.000


QUESTÃO 17
Sejam A e B dois números inteiros não negativos e não nulos, simultaneamente. Se a média aritmética simples entre esses dois números é estritamente maior que o quadrado dessa média, então quanto vale o cubo de tal média aritmética simples?

a) 1/8
b) 1/4
c) 1
d) 9/4
e) 125/8


QUESTÃO 18
Considere um número inteiro X, seu antecessor e seu sucessor. A multiplicação desses três números é igual a –1 mais o cubo de X. É correto afirmar que:

a) X é um número negativo.
b) X é um número menor que –1.
c) X é um número ímpar.
d) X é zero.
e) X é maior que 1. 


QUESTÃO 19
Sabe-se que cem robôs constroem uma certa estrutura em 14 dias. Sendo assim, quantos robôs idênticos aos citados e sob as mesmas condições são necessários para se construir a mesma estrutura em 35 dias?

a) 20
b) 28
c) 40
d) 200
e) 240


QUESTÃO 20
Considere os seguintes números reais 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, X. Sabendo-se que a média aritmética simples entre esses números é 6, então quanto vale X?

a) 0
b) 1
c) 6
d) 10
e) 12


CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

QUESTÃO 21
Com o decorrer do tempo, a infância foi compreendida de diferentes formas pela sociedade. Sobre essas formas de compreensão, assinale a alternativa correta.

a) A preocupação com a criança torna-se presente a partir do século XVI, tanto no Brasil como em outros lugares do mundo.

b) A infância é um fenômeno natural, e as suas características no Ocidente moderno podem ser esquematicamente delineadas a partir da sujeição dos adultos à vontade das crianças.

c) A consciência social, antes do século XV, já admitia a existência autônoma da infância como uma categoria diferenciada do gênero humano.

d) A criança, hoje em dia, é tida como irracional e, portanto, incapaz de se movimentar com sobriedade e com coerência no mundo.

e) A falta de uma história da infância é reflexo da incapacidade, por parte do adulto, de ver a criança em sua especificidade.


QUESTÃO 22
Nas narrativas clássicas infantis, a imaginação não tem limite. De acordo com Calvino, no livro Por que ler os clássicos?, “toda primeira leitura de um clássico é na realidade uma releitura” (1993, p. 9). Com base nesse princípio, é correto afirmar que um clássico é:

a) uma obra já bastante conhecida que, por isso, revela-se acessível a todas as idades.
b) uma história que exerce influência coletiva quando se impõe como imemoriável.
c) uma produção literária com indicação da faixa etária, dado o teor do enredo.
d) uma obra que nunca esgota aquilo que tem para dizer.
e) um texto traduzido em muitas línguas e que passa a fazer parte da relação dos mais vendidos. 


QUESTÃO 23
No Brasil, o gênero literatura infantil é bastante jovem, contando com pouco mais de cem anos. Os primeiros livros voltados para crianças começaram a aparecer no país quando:

a) os impressos começaram a circular de modo gratuito em grande escala.
b) as crianças passaram a ter um papel definido na família e na sociedade.
c) a representação literária deixou de ser um elemento determinante da condição ideológica da obra.
d) os personagens passaram a ser geralmente pessoas adultas e/ou animais humanizados.
e) a condição ideológica das obras tornou-se emancipatória, assim como a sociedade que a abriga.


QUESTÃO 24
Na Educação Infantil, a avaliação é realizada mediante acompanhamento e registro do desenvolvimento da criança, voltada à formação integral. Nesse sentido, a avaliação deve:

a) oferecer às crianças formas de perceberem o que ainda não sabem e de se esforçarem mais para aprender.
b) fazer a correta verificação de conhecimentos, visando garantir uma justa classificação.
c) ser um procedimento dialógico e participativo, para trazer compreensão e novos caminhos para a educação.
d) oferecer indicadores concretos que justifiquem a retenção daqueles que não demonstraram aprendizagem.
e) aferir as performances dos professores, com a tarefa de formalizar e comprovar o trabalho realizado.


QUESTÃO 25
Na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a organização curricular da Educação Infantil está estruturada em cinco campos de experiência, intitulados “Corpo, gestos e movimentos”, “Traços, sons, cores e formas”, “Escuta, fala, pensamento e imaginação”, “Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações” e:

a) “A escola, o bairro e o município”.
b) “O eu, o outro e o nós”.
c) “A ciência, as artes e os esportes”.
d) “O tempo de dormir, o tempo de brincar e o tempo de estudar”.
e) “As pessoas, as plantas e os animais”.


QUESTÃO 26
É premissa do Referencial Curricular do Paraná (2018):

a) apresentar caráter obrigatório para a elaboração das propostas pedagógicas das escolas da Educação Básica.
b) adotar como princípio de aferição do desempenho dos alunos a perspectiva de avaliação somativa.
c) buscar fortalecer a lógica de disciplinarização que caracteriza o Ensino Fundamental adotando-a desde a Educação Infantil.
d) garantir uma grade curricular em consonância com os fundamentos religiosos adotados pela comunidade escolar.
e) propor uma educação especialmente voltada para atender, em salas separadas, o público com deficiência. 


QUESTÃO 27
O Projeto Pedagógico é:

a) um documento que traz unidade em relação às intencionalidades educativas da escola.
b) uma elaboração de calendários e de cronogramas de atividades do ano letivo.
c) uma forma de garantir a apropriação de um conjunto de planos e projetos dos professores.
d) um adendo ao Projeto Político das unidades escolares.
e) uma peça burocrática com orientações para os trabalhos a serem realizados na escola, de caráter facultativo. 


QUESTÃO 28
Em 1971, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei n.º 5.692/1971), no artigo 38, já determinava que os sistemas de ensino deveriam estimular a atualização e o aperfeiçoamento dos professores. É o que também está previsto na meta n.º 16 do atual Plano Nacional de Educação (PNE), que determina diretrizes, metas e estratégias para a política educacional no período de 2014 a 2024 e que diz respeito à formação:

a) inicial.
b) generalista.
c) permanente.
d) propedêutica.
e) profissional.


QUESTÃO 29
Inclusão é o processo que ajuda a superar barreiras que limitam a presença, a participação e as conquistas dos estudantes. A respeito dessa temática, é correto afirmar que:

a) equidade e inclusão são princípios contrários, cujos planos e práticas educacionais devem ser tratados em políticas separadas.

b) as diferenças devem ser suprimidas, porque impedem o fomento da aprendizagem entre crianças, jovens e adultos.

c) crianças com deficiência estão entre os grupos que mais receberam atenção até o momento, sendo, portanto, menos marginalizados.

d) escolas com currículos e práticas de ensino rigidamente organizadas têm demonstrado maior chance de incluir todos os alunos.

e) processos justos devem ser uma preocupação, de modo que a educação de cada estudante seja considerada com a mesma importância.


QUESTÃO 30
Para Vygotsky (1984, p. 101), “é na ludicidade que a criança mostra seu estado cognitivo, visual, auditivo, tátil, motor, seu modo de aprender e entrar em uma relação cognitiva com o mundo de eventos, pessoas, coisas e símbolos”. A respeito das brincadeiras na Educação Infantil, é correto afirmar que elas:

a) devem ser controladas pelo docente, para melhor cumprirem suas finalidades educativas.
b) são complementares ao processo pedagógico, por permitirem a educação também do corpo.
c) são uma oportunidade para as crianças experimentarem a zona de desenvolvimento proximal.
d) constituem um contraponto às atividades pedagógicas, intercalando momentos de relaxamento.
e) dispensam o docente do planejamento das atividades de cada dia, por terem caráter lúdico e aleatório.


QUESTÃO 31
Na organização das salas de Educação Infantil, o docente deve:

a) circunscrever um espaço que coloque o professor no centro das atenções, com as crianças em volta dele na maior parte do tempo.
b) organizar o espaço de acordo com suas ideias sobre desenvolvimento infantil e de acordo com os objetivos que estabelecer.
c) preferir uma sala com poucos móveis, objetos e equipamentos, o conhecido “arranjo espacial aberto”.
d) oferecer proteção e privacidade para as crianças, de modo que elas fiquem mais atentas na atividade e nas ações dos colegas.
e) optar por um projeto de arquitetura educativa que siga um modelo-padrão adotado por outros municípios brasileiros.


QUESTÃO 32
Com relação ao Referencial Curricular do Paraná: princípio, direitos e orientações, “identificar as necessidades dos estudantes, organizando recursos de acessibilidade e realizando atividades pedagógicas específicas que promovam o acesso do estudante ao currículo” diz respeito ao princípio da:

a) ressignificação dos tempos e espaços da escola.
b) valorização da diversidade.
c) prática fundamentada na realidade dos sujeitos da escola.
d) educação inclusiva.
e) compromisso com a formação integral. 


QUESTÃO 33
Considere o seguinte texto:

O professor de educação infantil precisa lidar, portanto, com o que alguns teóricos chamam de infância pós-moderna e não pode deixar de problematizar sobre o efeito de alguns artefatos culturais que fazem parte das culturas infantis […].
DORNELLES, L. V. Artefatos Culturais: Ciberinfâncias
 e crianças zappiens. In: DORNELLES, L. V. (Org.).
Educação e infância na era da informação. 
Porto Alegre: Mediação, 2012. p. 83.

A partir dessa afirmativa, no que diz respeito às tecnologias digitais, cabe à escola:

a) contrapor-se ao seu uso, tendo em vista o caráter altamente dispersivo e acrítico desses artefatos.
b) alternar as ações pedagógicas com períodos curtos de seu uso em sala de aula, por seu caráter viciante.
c) empregá-las no ambiente educacional com função transformadora, conjugadas com os objetivos pedagógicos.
d) adotá-las de forma irrestrita no ambiente educacional, porque despertam, por si só, a atenção das crianças.
e) propor atividades com elas para serem feitas em casa, reservando a sala de aula para o trabalho pedagógico. 


QUESTÃO 34
O currículo da Educação Infantil é:

a) uma seleção de conteúdos relacionados com o desenvolvimento cognitivo das crianças, com as respectivas metodologias de ensino nos espaços escolares.

b) um conjunto de práticas que buscam articular as experiências e os saberes das crianças com os conhecimentos que compõem o patrimônio cultural, artístico, científico e tecnológico.

c) um elenco de propostas elaborado pela equipe gestora que estabelece as formas de organização do tempo e do espaço dos conteúdos disciplinares.

d) uma compilação de boas práticas de cuidado, contendo orientações sobre alimentação saudável, rotinas, segurança e modos de relacionamento entre as crianças.

e) uma seleção organizada dos jogos e brincadeiras a serem desenvolvidos sistematicamente ao longo de cada ano escolar, agrupados de acordo com os objetivos pedagógicos definidos pela escola.


QUESTÃO 35
A Educação tem papel fundamental no cumprimento dos objetivos do Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos, a fim de combater o racismo, o sexismo, a xenofobia, o capacitismo, a LGBTfobia, a intolerância religiosa e a violência contra a mulher e de gênero. Para educar para o respeito, a promoção e a valorização da diversidade, é papel da escola desenvolver ações que:

a) resultem no conformismo em face das diferenças.
b) fortaleçam os estereótipos de cada grupo, para evidenciar as identidades.
c) se comprometam com garantia de territórios separados para cada grupo, evitando confrontos.
d) promovam o reconhecimento da pluralidade e da alteridade.
e) estimulem a normalização, disciplinamento e ajustamento de corpos, mentes, identidades e sexualidades. 


QUESTÃO 36
As diretrizes do Plano Municipal de Educação (PME) do Município de Campo Magro estão de acordo com o Plano Nacional de Educação para o período de 10 anos. Assinale a alternativa cuja diretriz refere-se especificamente ao Plano Nacional de Educação.

a) Erradicação do analfabetismo.
b) Superação das desigualdades educacionais, com ênfase na promoção da cidadania e na erradicação de todas as formas
de discriminação.
c) Promoção do princípio da gestão democrática e da educação pública.
d) Formação para o trabalho e para a cidadania, com ênfase nos valores morais e éticos em que se fundamenta a sociedade.
e) Estabelecimento de meta de aplicação de recursos públicos em educação como proporção do Produto Interno Bruto, que
assegure atendimento às necessidades de expansão, com padrão de qualidade e equidade.


QUESTÃO 37
O Plano Municipal de Educação de Campo Magro foi aprovado pela Lei n.º 887, de 12 de junho de 2015, alterada pelas Leis n.º 1.034, de 16 de julho de 2018, e n.º 1.118, de 24 de fevereiro de 2020, visando definir as linhas gerais para o estabelecimento de um marco fundamental para as políticas públicas educacionais do município. Junto à Lei n.º 887⁄2015, foram também anexadas as metas do Plano Municipal de Educação de Campo Magro e suas estratégias. Dentre as metas, a primeira prevê “Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender, no mínimo, 50% (cinquenta por cento) das crianças de até 3 (três) anos até o final da vigência deste PME.” Assinale a alternativa que contém uma das estratégias para o cumprimento dessa meta.

a) Garantir que todas as crianças de 4 e 5 anos estejam matriculadas nas escolas municipais no infantil 4 e infantil 5, ampliando as salas de aula, se necessário, a curto prazo.

b) Garantir o número de alunos por sala de aula, conforme legislação vigente.

c) Garantir a oferta de educação inclusiva, vedada a exclusão do ensino regular sob alegação de deficiência e promovida a articulação pedagógica entre o ensino regular e o atendimento educacional especializado.

d) Ampliar o atendimento a crianças de até 5 anos, com currículo específico da Educação Infantil, respeitando as fases do desenvolvimento.

e) Assegurar que os concursos públicos para o provimento de cargos de professor de Educação Infantil exijam formação mínima de magistério e, para o cargo de professor dos anos iniciais do Ensino Fundamental, ensino superior.


QUESTÃO 38
De acordo com as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, são conceituados como “professores capacitados” para atuar em classes comuns com alunos que apresentem necessidades educacionais especiais aqueles que:

a) desenvolveram competências para identificar as necessidades educacionais a fim de definir, liderar e apoiar a implementação de estratégias de flexibilização, adaptação curricular, procedimentos didáticos pedagógicos e práticas alternativas, adequados ao atendimento das necessidades educacionais.

b) comprovaram formação em cursos de licenciatura em educação especial ou em uma de suas áreas, preferencialmente de modo concomitante e associado à licenciatura para educação infantil ou para os anos iniciais do ensino fundamental.

c) comprovaram complementação de estudos ou pós-graduação em áreas específicas da educação especial, posterior à licenciatura nas diferentes áreas do conhecimento, para atuação nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio.

d) comprovaram que, em sua formação, de nível médio ou superior, foram incluídos conteúdos sobre educação especial adequados ao desenvolvimento de competências e valores para flexibilizar a ação pedagógica nas diferentes áreas de conhecimento de modo adequado às necessidades especiais de aprendizagem.

e) desenvolveram competência para trabalhar em equipe, assistindo o professor de classe comum nas práticas que são necessárias para promover a inclusão dos alunos com necessidades educacionais especiais.


QUESTÃO 39
A Resolução CNE⁄CEB nº 4⁄2010 “define Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para o conjunto orgânico, sequencial e articulado das etapas e modalidades da Educação Básica, baseando-se no direito de toda pessoa ao seu pleno desenvolvimento, à preparação para o exercício da cidadania e à qualificação para o trabalho, na vivência e convivência em ambiente educativo, e tendo como fundamento a responsabilidade que o Estado brasileiro, a família e a sociedade têm de garantir a democratização do acesso, a inclusão, a permanência e a conclusão com sucesso das crianças, dos jovens e adultos na instituição educacional, a aprendizagem para continuidade dos estudos e a extensão da obrigatoriedade e da gratuidade da Educação Básica.”

Assinale a alternativa que contém um dos objetivos das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Básica.

a) Considerar as dimensões do educar e do cuidar, em sua inseparabilidade, buscando recuperar, para a função social desse nível da educação, a sua centralidade, que é o educando, pessoa em formação na sua essência humana.

b) Estimular a reflexão crítica e propositiva que deve subsidiar a formulação, a execução e a avaliação do projeto político pedagógico da escola de Educação Básica.

c) Responsabilizar o poder público, a família, a sociedade e a escola pela garantia a todos os educandos de um ensino ministrado de acordo com os princípios de respeito à liberdade e aos direitos.

d) Desenvolver integralmente a criança em seus aspectos físico, afetivo, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade.

e) Prever, para a educação da população rural, as adequações necessárias às peculiaridades da vida no campo e de cada região.


QUESTÃO 40
De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a “educação básica tem por finalidade desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores.” Sabendo disso, assinale a alternativa que apresenta as etapas que compõem a educação básica.

a) Ensino fundamental, ensino médio e educação superior.
b) Educação infantil, séries iniciais do ensino fundamental e séries finais do ensino fundamental.
c) Educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.
d) Séries iniciais do ensino fundamental, séries finais do ensino fundamental e ensino médio.
e) Séries finais do ensino fundamental, ensino médio e educação superior.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.