Questões de Filosofia UNICENTRO 2019 com Gabarito

questoes-de-filosofia-unicentro-2019-com-gabarito
Questões de Filosofia UNICENTRO 2019 com Gabarito

Questões de:
Português
Literatura
Inglês
Espanhol
Biologia
Filosofia
Física
Geografia
História
Matemática
Química
Sociologia

FILOSOFIA

QUESTÃO 01
(UNICENTRO 2019) Podemos caracterizar a mitologia como resultante dos primeiros esforços do ser humano no Ocidente para dar explicações para as coisas e atribuir sentido à realidade. Com base nesta compreensão, é correto afirmar:

a) Os mitos foram as primeiras formas de manifestação escrita do homem no Ocidente e, nesse sentido, podem ser considerados registros fiéis da realidade no período pré-clássico.

b) O período mitológico teve pouca relevância para a história da humanidade, na medida em que se baseava sempre na religião predominante e, como tal, cumpriu um papel de dominação do homem.

c) Os mitos cumprem um papel importante na história do pensamento ocidental, dada, entre outras coisas, sua importância para o nascimento da filosofia.

d) A filosofia dos filósofos pré-socráticos construiu-se como uma radical oposição aos relatos mitológicos, rebatendo as ilusões epistemológicas e respondendo aos anseios de cientificidade da época.

e) Mito e filosofia pré-socrática se confundem. O que os diferencia é o rigor metodológico dos primeiros filósofos.

GABARITO.

QUESTÃO 02
(UNICENTRO 2019) Sobre as principais características dos relatos mitológicos, é incorreto afirmar que

a) eram transmitidos pela tradição oral e representavam o pensamento dos primeiros padres da igreja, tendo resultado no que hoje se conhece como filosofia patrística.

b) baseavam-se em personagens sobrenaturais para oferecer explicações a fenômenos naturais.

c) eram transmitidos pela tradição oral e cumpriam uma função de tranquilizar o homem frente ao desconhecido.

d) podem ser considerados como os primeiros esforços do homem ocidental para construir explicações para as coisas.

e) com a utilização da escrita para seu registro, os relatos foram submetidos, gradativamente, ao debate na Ágora, perdendo sua hegemonia explicativa.

GABARITO.

QUESTÃO 03
(UNICENTRO 2019) Dentre as alternativas abaixo, assinale a que melhor servir para explicar “por que” a filosofia grega divide-se em présocrática, socrática e pós-socrática.

a) Para homenagear o filósofo Sócrates, que foi morto injustamente pelo regime totalitário ateniense.

b) Para reconhecer a importância do pensamento de Sócrates, discípulo de Platão e grande mestre da antiguidade clássica.

c) Porque Sócrates foi o primeiro filósofo que se dedicou a demonstrar a inconsistência dos relatos mitológicos.

d) Porque no período socrático a filosofia deixou de ocupar-se somente do cosmos, passando a ter o homem como preocupação central.

e) Porque Sócrates conseguiu claramente determinar a importância da democracia como regime de governo justo, tendo sido morto por suas ideias consideradas subversivas.

GABARITO.

QUESTÃO 04
(UNICENTRO 2019) Quanto aos filósofos pré-socráticos, analise se V (verdadeiro) ou F (falso) e, em seguida, assinale a alternativa correta.

( ) A filosofia pré-socrática desenvolveu-se, fundamentalmente, como cosmologia.

( ) Os primeiros filósofos pré-socráticos foram também chamados de sofistas.

( ) Tales de Mileto é considerado, pelos historiadores da filosofia, como o primeiro filósofo grego, tendo se tornado conhecido por defender a tese segundo a qual a água é o maior dom de Deus para a humanidade.

( ) Opondo-se aos mitos, os primeiros filósofos gregos, também chamados de pré-socráticos, desenvolveram rigorosos métodos de comprovação de suas teorias sobre o universo, o que lhes assegurou o reconhecimento como fundadores da cosmologia crítica.

a) V, V, F e F.
b) V, F, V e F.
c) F, F, V e V.
d) V, F, F e V.
e) V, F, F e F.

GABARITO.

QUESTÃO 05
(UNICENTRO 2019) Em relação ao Helenismo, é correto afirmar.

a) Corresponde ao período em que o filósofo Heleno ocupou o centro dos debates em torno da moral e da ética.

b) É o período em que o pensamento helênico se expandiu para além das fronteiras da Grécia.

c) Após Aristóteles, mestre de Platão, nenhuma grande síntese filosófica foi produzida na Grécia Antiga e a filosofia passou a ocupar-se, principalmente, das discussões a respeito de como o homem deve viver para ser feliz.

d) Trata-se do período em que Plotino firmou as bases do pensamento religioso, tendo sido o Rei precursor do Cristianismo.

e) Foi quando Heleno, discípulo de Aristóteles, expandiu as ideias de seu mestre para além das fronteiras da Grécia.

GABARITO.

QUESTÃO 06
(UNICENTRO 2019) De acordo com M. L. A. ARANHA e M. H. P. MARTINS, na obra Filosofando: introdução à Filosofia (p. 45), “Se a ciência tende cada vez mais para a especialização, a filosofia, no sentido inverso, quer superar essa fragmentação do real, para que o homem seja resgatado na sua integridade e não sucumba à alienação do saber parcelado”.

Segundo essa concepção, podemos entender que:

a) Filosofia e ciência são diferentes formas do conhecimento humano, sendo que a primeira é superior à segunda, pois trata do homem integrado à sociedade como um todo.

b) Filosofia e ciência se confundem pois ambas tratam do ser humano em sua integralidade.

c) Nos primórdios, a ciência era ligada à filosofia, razão pela qual ser filósofo era ser um cientista dedicado à experimentação para a comprovação dos fenômenos estudados.

d) Filosofia não é ciência pois, como afirmou Kant, “não há filosofia que possa aprender; só se pode aprender a filosofar”. Nesse sentido, o filósofo se ocupa de discutir a ciência e apontar as suas fragilidades a respeito do conhecimento sobre a natureza.

e) Filosofia e ciência são diferentes formas do conhecimento humano que se valem de diferentes métodos de abordagem: enquanto a ciência é um saber que tende à especialização, a filosofia não abre mão de se constituir como uma visão de totalidade, exercitando sempre a crítica dos fundamentos de todo o saber.

GABARITO.

QUESTÃO 07
(UNICENTRO 2019) Do ponto de vista das reflexões filosóficas contemporâneas sobre o que foi a chamada Idade Média, é correto afirmar:

a) Constituiu-se num período em que o saber não evoluiu, representando uma “longa noite de mil anos”.

b) Foi um período em que o saber filosófico esteve atrelado ao saber religioso, tendo a filosofia como “serva” da teologia, ou seja, um saber voltado a fundamentar racionalmente os dogmas da fé.

c) Foi um período em que Santo Tomás de Aquino liderou a Filosofia Patrística e Santo Agostinho liderou a Escolástica.

d) Foi um período que ficou na média por ter preservado o saber greco-romano da destruição causada pela Santa Inquisição.

e) Foi uma importante era da história da humanidade em que René Descartes e Galileu Galilei lançaram as bases da ciência moderna, em contraposição ao teocentrismo do pensamento grego.

GABARITO.

QUESTÃO 08
(UNICENTRO 2019) Em termos de Filosofia Política, Thomas Hobbes é um pensador da modernidade que apresenta concepções de poder muito próximas das ideias predominantes na nobreza de sua época. Sobre o pensamento deste autor, analise como V (verdadeira) ou F (falsa) as seguintes afirmações.

( ) Hobbes viveu no século XIX e defendeu com veemência o papel da liberdade de pensamento e de ação na sociedade dominada pelo poder absoluto dos Reis.

( ) De acordo com Thomas Hobbes, o homem, em seu estado de natureza, não dominaria seus impulsos e viveria em um ambiente de guerra de todos contra todos, pois, sem o controle do Estado, “o homem é lobo do homem”.

( ) Vivendo em um contexto em que começam a se construir ideias liberais, Hobbes, partidário do Absolutismo, faz de sua filosofia política uma defesa do papel do Estado no controle da ordem social.

( ) Hobbes defende a importância de uma espécie de contrato, pelo qual os súditos abdicam de suas liberdades e conferem poder soberano ao Rei, a quem compete decidir sobre o bem e o mal, sobre o justo e o injusto.

( ) Thomas Hobbes utiliza-se da figura do Leviatã para definir o papel do Estado: um gigante cuja carne é a mesma de todos os homens pertencentes ao Estado, a quem ele defende.

Marque a alternativa correta.

a) todas as alternativas são verdadeiras.
b) V, F, F, F e F.
c) F, V, V,V e F.
d) V, V, F, V e V.
e) F, V, V, V e V.

GABARITO.

QUESTÃO 09
(UNICENTRO 2019) Podemos dizer que, no contexto da chamada “modernidade”, em seu conceito filosófico, a ciência passa a gozar de grande prestígio como forma de conhecimento rigoroso. Vários estudiosos de epistemologia afirmaram que, nesse período, as diferentes formas de conhecimento passaram a almejar a condição de ciência.

Por volta de 1750, Baumgarten falou de uma “ciência da arte e do belo”. Tal definição tornou-se clássica para designar uma das formas de expressão do saber construído pela humanidade. Escolha abaixo a alternativa que corresponde à forma de conhecimento referida por Baumgarten.

a) Física.
b) Filosofia.
c) Matemática.
d) Estética.
e) Literatura.

GABARITO.

QUESTÃO 10
(UNICENTRO 2019) Considere V (verdadeiro) ou F (falso) nas sentenças abaixo.

( ) A moral pode ser entendida como um conjunto de regras que orientam o comportamento dos indivíduos em sociedade.

( ) Ética é a parte da filosofia que se ocupa da discussão sobre os fundamentos da moral.

( ) A moral tem um caráter histórico na medida em que quando nascemos já nos deparamos com um conjunto de valores que nos são externos e que precisamos internalizar para bem viver em sociedade.

( ) Os valores morais, assim como as leis, são inquestionáveis e devem ser observados por todos os cidadãos de um determinado grupo social.

( ) Atos amorais e atos imorais são a mesma coisa, pois representam a ação daquelas pessoas que, mesmo conhecendo os valores morais, decidem, livre e voluntariamente, contrariá-los.

Marque a alternativa correta.

a) V, V, F, F e F.
b) F, V, F, V e V.
c) V, V, V, F e F.
d) V, F, V, F e V.
e) V, V, V, V e F.

GABARITO.

QUESTÃO 11
(UNICENTRO 2019) A respeito da célebre frase “só sei que nada sei”, atribuída ao filósofo grego Sócrates, marque com V as interpretações adequadas e com F as inadequadas.

( ) Trata-se de uma afirmação que demonstra o descompromisso de Sócrates com o saber da época.

( ) Representa o descontentamento de Sócrates com os sofistas que afirmavam certezas sobre a origem do cosmos.

( ) Representa a atitude humilde de quem, mesmo sendo considerado um sábio, reconhece a própria ignorância, isto é, reconhece que aquilo que sabe é muito pouco ou quase nada em relação a tudo que não sabe.

( ) Dela podemos extrair uma lição segundo a qual o ponto de partida para o conhecimento é a tomada de consciência da própria ignorância, na medida em que aquele que sabe que não sabe, está mais perto do saber do que aquele que julga saber tudo.

Assinale a alternativa correta.

a) F, V, V e V.
b) F, F, F e V.
c) V, V, F e F.
d) F, F, V e V.
e) V, F, F e F.

GABARITO.

QUESTÃO 12
(UNICENTRO 2019) Nicolau Maquiavel, filósofo italiano que viveu entre 1469 e 1527, pode ser considerado o primeiro pensador da chamada “ciência política”, tal qual a concebemos contemporaneamente.

A respeito desse filósofo é incorreto afirmar.

a) Tornou-se celebremente conhecido por sua obra intitulada “O Príncipe”, na qual esboça o perfil de um governante capaz de promover um estado forte e estável, coerente com o espírito da época em que Maquiavel viveu, período em que se formavam e se afirmavam as monarquias nacionais absolutistas.

b) Criticava o pensamento político grego, acusando-o de não ter ido além da construção de utopias, na medida em que partia de considerações sobre como o homem deve agir e não sobre como ele age efetivamente.

c) Afirmou um pensamento político calcado em uma moral utilitarista, ou seja, uma moral segundo a qual o resultado benéfico da ação do governante para os governados importa mais do que a forma da ação em si.

d) Defendeu que o governante pode abrir mão de suas convicções e valores pessoais quando compreender que sua ação, mesmo contrariando a sua moral, resultará em benefícios aos governados.

e) Concebeu a sua principal obra, “O Príncipe”, em que defende a necessidade do poder absoluto dos reis, enquanto exercia a função de tutor do governante do Estado Absolutista Francês.

GABARITO.

QUESTÃO 13
(UNICENTRO 2019) Para Jean Paul Sartre, filósofo existencialista contemporâneo, a liberdade não é uma escolha, pois o ser humano está “condenado a ser livre”. Assinale a alternativa mais adequada para fundamentar a concepção sartreana de liberdade.

a) A liberdade se impõe ao homem, pois a sua natureza determinada o faz um ser limitado frente ao poder de Deus e as forças naturais.

b) A vida humana se assemelha à vida de uma planta, cujo futuro já está escrito na semente, o que corresponde a compreender que Deus já determinou a essência de cada pessoa desde o seu nascimento.

c) O ser humano não está sujeito ao determinismo, ou seja, o seu ser não lhe é dado pronto e ele necessita, a cada momento, fazer escolhas a partir das quais vai construindo a sua essência, o seu ser, ou seja, o homem está obrigado a decidir o que fazer de si.

d) Ser livre é o mesmo que ser condenado, pois o destino da humanidade é avançar rumo ao aperfeiçoamento, com vistas à construção de um mundo melhor.

e) Condenação e liberdade andam juntas porque, ao ser livre, o homem está sujeito ao erro que o leva à condenação.

GABARITO.

QUESTÃO 14
(UNICENTRO 2019) Sobre a distinção entre conhecimento do senso comum e conhecimento científico, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo e, em seguida, marque a alternativa correta.

( ) A ciência é uma forma de conhecimento para a qual os saberes do senso comum são completamente inúteis.

( ) O conhecimento do senso comum é um saber empírico, pois se baseia na experiência cotidiana das sociedades onde é produzido.

( ) A ciência é uma forma de saber que se caracteriza, principalmente, pela determinação do objeto de estudo e pelo emprego de método rigoroso no processo de construção do conhecimento.

( ) Ciência e senso comum não se diferenciam, pois ambas se constituem em conhecimentos fundamentados na experimentação com rigor metodológico.

a) Todas as afirmações são verdadeiras.
b) Apenas a primeira é falsa.
c) A primeira e a última são falsas, enquanto a segunda e a terceira são verdadeiras.
d) A primeira afirmação é falsa, enquanto as demais são verdadeiras.
e) A primeira e a segunda afirmações são falsas, enquanto as duas últimas são verdadeiras.

GABARITO.

QUESTÃO 15
(UNICENTRO 2019) É comum se afirmar que Sócrates era um filósofo dado ao diálogo e que se encontrar com ele para debater era sempre uma atividade de risco. Isso porque a forma dialogal preferida desse pensador consistia em colocar em prática a sua Maiêutica, cuja primeira parte era a Ironia. Essa Ironia Socrática deve ser interpretada como

a) uma postura de deboche e desconsideração em relação ao saber popular da época.

b) uma etapa do método socrático segundo o qual o saber dos filósofos pitagóricos precisava ser ironizado para demonstrar sua fragilidade e inconsistência.

c) um método criado por Sófocles e adotado por Sócrates para provar a existência de seres superiores, também chamados deuses.

d) uma prática discursiva criada pelos sofistas e adotada por Sócrates para defender a importância da filosofia crítica.

e) uma etapa do método socrático que consiste em utilizar-se de perguntas com o objetivo de levar o interlocutor a reconhecer a impropriedade de seu saber e, assim, torná-lo apto a construir um novo saber a partir das ideias inatas.

Comentários