Questões de História da FMO 2019 com Gabarito

historia
Questões de História da FMO 2019 com Gabarito

HISTÓRIA

QUESTÃO 31
Quem foram os jacobinos europeus? Suspeitamos que não haja resposta simples a tal questão. Nos países onde a estrutura social era mais próxima da França (Bélgica, Países Baixos, Renânia, Suíça, Itália Setentrional), um recrutamento de domínio burguês tem um lugar importante junto aos intelectuais, por vezes aos nobres (Itália), mas pode abrir-se a elementos do artesanato e do comércio em meio urbano. [...] Mas, o jacobinismo guarda um caráter minoritário e se choca com fortes resistências populares...
(Disponível em: https://pt.scribd.com/document/343830845/ARevolucao-Francesa-e-seu-eco-pdf)

FMO 2019: No contexto da Revolução Francesa, os jacobinos, por suas características peculiares, desempenharam, entre outros, o papel de:

(A) Radicalizar os rumos da revolução, angariando a simpatia e o apoio, mesmo que temporário, de camponeses e trabalhadores urbanos.

(B) Manter a revolução nos moldes iluministas de igualdade, liberdade e fraternidade; sem, contudo, propor mudanças na ordem hierárquica estabelecida.

(C) Fazer emergir, em toda sua opulência, os privilégios aristocráticos que constituíam o cerne da sociedade francesa estruturalmente estamental.

(D) Garantir a eficácia capitalista da revolução, atendendo às reivindicações máximas dos industriais e financistas que até então sustentavam a economia francesa.

GABARITO.

QUESTÃO 32
Texto I

A atuação de Antônio Conselheiro como líder religioso também foi extremamente importante e responsável por atrair milhares de pessoas à procura do beato, e isso fez de Canudos um centro de romaria. Canudos não era um arraial com estilo de vida igualitário, mas, nas palavras das historiadoras Lilia Schwarcz e Heloisa Starling, tratava-se “de uma experiência social e política distinta daquela do governo central republicano”.
(SCHWARCZ, 2015.)

Texto II

Os episódios de perseguição policial contra o monge José Maria foram motivados pelo temor da concentração de gente pobre do campo. As autoridades locais e estaduais, em sua maioria grandes fazendeiros e oficiais da Guarda Nacional, sentiam que tinham como missão subjugar os sertanejos que não se submetiam mais aos seus respectivos coronéis.
(MACHADO, 2012.)

FMO 2019: Os fragmentos de texto referem-se a dois movimentos sociais da República Brasileira que, além de guardarem semelhanças pelo messianismo que os caracteriza, foram considerados também:

(A) Cada um a seu modo, experiências anarcossindicalistas, embora estivessem fora do contexto urbano-industrial.

(B) No contexto em que ocorreram, ameaças à ordem vigente e, principalmente, ao novo modelo político que se instalara.

(C) Uma revolução cultural, pelo teor de ideias e hábitos liberais, antidemocráticos e antimonarquistas que preconizavam.

(D) Uma mudança de paradigma, pois, a partir daí, oficializava-se a preponderância da Igreja Católica no cenário político nacional.

GABARITO.

QUESTÃO 33
Texto I

santo do p oco

Texto II
A Coroa Portuguesa, com o objetivo de controlar toda transação de compra e venda de ouro no Brasil, cria uma série de tributações consideradas absurdas aos olhos dos colonos. Indignados, muitos mineradores começaram a criar artifícios para driblar os impostos quando realizavam a compra e venda de ouro. Uma das formas era esculpir imagens de santos em madeira oca e “rechearem” com o ouro.
(Disponível em: http://www.comproourobh.com.br/santo-do
-pau-oconasceu-da-compra-e-venda-de-ouro/)

FMO 2019: Além da incidência de “santos do pau oco”, bem como de algumas tradições marcadas pelo sincretismo religioso, a época colonial brasileira, especificamente o período minerador, é também caracterizado pelo(a):

(A) Inexistência de trabalhadores livres, numa sociedade estamental, ou seja, sem mobilidade social.

(B) Fato do Brasil ser exclusivamente agrário e rural, o que impediu o desenvolvimento de uma cultura urbana e regional.

(C) Emergência de movimentos sociais que, mesmo sem a ideia emancipacionista, logo de início, visavam burlar o fisco metropolitano.

(D) Exclusão econômica de uma classe média colonial (profissionais liberais: médicos, professores, padres), mas com domínio nas atividades culturais.

GABARITO.

QUESTÃO 34
Para nós, operários, milagre é conseguir sobreviver com os baixossalários que recebemos. Para isso,somos obrigados a trabalhar 12 a 13 horas por dia, e muitos trabalham aos domingos, o que significa, na prática, o fim de uma das maiores conquistas da classe operária: a jornada de 8 horas e o descanso semanal. (Manifesto da Oposição Metalúrgica de São Paulo, 1975.)
(Disponível em: https://educador.brasilescola.uol.com.br/estrategi
asensino/a-crise-milagre-economico-movimento-operario.htm)

FMO 2019: Sobre o Milagre Econômico, suas características e consequências, analise as afirmativas a seguir.

I. O crescimento da economia brasileira, atestado em diversos documentos e pesquisas da época, não implicou em uma distribuição de renda mais ampla.

II. Os efeitos do milagre econômico repercutiram na condução de grandes obras públicas e ampliação do crédito para os setores médios da população.

III. Os trabalhadores viveram uma situação marcada pelas longas jornadas de trabalho e baixos salários, ou seja, o modelo de desenvolvimento não era para todos.

Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s)

(A) I, II e III.
(B) I, apenas.
(C) II, apenas.
(D) III, apenas.

GABARITO.

QUESTÃO 35
Texto I

Na América, contudo, como em escala mundial desde 500 anos atrás, o capital existe apenas como o eixo dominante da articulação conjunta de todas as formas historicamente conhecidas de controle e exploração do trabalho, configurando, assim, um único padrão de poder, histórico-estruturalmente heterogêneo, com relações descontínuas e conflitivas entre seus componentes. [...] A dominação é o requisito da exploração, e a raça é o mais eficaz instrumento de dominação que, associado à exploração, serve como o classificador universal no atual padrão mundial de poder capitalista. [...]
(BALANDIER, Georges. 1993.)

Texto II

O Imperialismo surgiu como desenvolvimento e continuação direta das características fundamentais do capitalismo em geral. Mas o Capitalismo só se transformou em Imperialismo Capitalista quando chegou a um determinado grau, muito elevado, do seu desenvolvimento, quando algumas das características fundamentais do Capitalismo começaram a transformar-se na sua antítese, quando ganharam corpo e se manifestaram em toda a linha os traços da época de transição do Capitalismo para uma estrutura econômica e social mais elevada.
(LENINE, Vladimir Llitch. 1984.)

FMO 2019: Tendo em vista os contextos colonialista e neocolonialista dos respectivos séculos XVI e XIX, é correto afirmar, acerca da relação entre dominação colonial e capitalismo, que:

(A) Em ambos os casos, as alterações sociais estão ligadas apenas às questões culturais e étnicas, como comprovam os textos, e não às questões econômicas de fato.

(B) No Colonialismo do século XVI, a teoria do Darwinismo social possibilitou uma miscigenação não aceita mais tarde, no contexto do Neocolonialismo do século XIX.

(C) Tanto num caso quanto no outro pode-se considerar que as práticas de dominação, com a intervenção maior ou menor do Estado, colaboraram com a expansão capitalista.

(D) No conjunto das relações estabelecidas, em ambos os contextos, nota-se a preocupação com a manutenção do Antigo Regime e de suas características socioeconômicas aristocráticas.

GABARITO.

QUESTÃO 36
A China censurou, no dia 3 de junho de 2009, as informações sobre a repressão do movimento democrático na Praça da PazCelestial. O veto prossegue e afeta também os canais de TV estrangeiros captados no país. Os internautas chineses não conseguiram acessar vários serviços da Microsoft. O Google com fotos da repressão ainda era acessado. O bloqueio provocou discussões nos fóruns virtuais especializados.
(Disponível em: www.1folha.uol.com.br/folhas/informática/uli124.)

FMO 2019: A notícia, datada de junho de 2009, faz referência à tentativa do governo Chinês de censurar informações sobre a repressão aos manifestantes que protestaram, em 1989, há 30 anos atrás, na Praça da Paz Celestial. Nos dias atuais, em relação à situação da China, é correto afirmar que:

(A) Três décadas depois, os tanques da Praça da Paz Celestial foram substituídos por milhares de câmeras atentas ao menor sinal de protesto, igualmente eficazes para o regime chinês.

(B) A abertura econômica chinesa, iniciada no século passado, foi acompanhada de reformas políticas, com direitos individuais, liberdade de imprensa e de expressão finalmente respeitados.

(C) Desde a chegada do presidente Xi Jinping ao poder, em 2012, a China reduziu ainda mais a vigilância, garantindo, assim, o exercício das liberdades civis, econômicas e religiosas dos cidadãos.

(D) Capitaneados pelos ideais socialistas, os chineses, principalmente após os protestos de 1989, conseguiram uma abertura maior com o governo, sobretudo através das mídias sociais amplamente difundidas no país.

GABARITO.

QUESTÃO 37
FMO 2019: Com a morte de D. José I, em 1777, o trono português foi assumido por sua filha: D. Maria I. A expectativa dos portugueses era de que a rainha virasse pelo avesso a política de Pombal. Por isso sua política ficou conhecida como “Viradeira”. Muitas medidas tomadas por Pombal, entretanto, permaneceram inalteradas. A decisão de se estimular as manufaturas em Portugal foi mantida. Ela proibiu, em 1785, as atividades de ourives e a instalação de manufaturas no Brasil. [...]
(Disponível em: http://emanuelnunessilva.blogspot.com/2013/
12/asurpreendente-d-maria-i-rainha-do.html)

Dentre as consequências da proibição supracitada podemos apontar:

(A) O fim das capitanias hereditárias e sua posterior transformação em províncias autônomas.

(B) O reforço dos vínculos entre colônia e metrópole, através da instalação do chamado self government.

(C) A instalação das companhias de comércio holandesas, para tentar, então, suprir a falta de manufaturas no território.

(D) A permissão da produção têxtil apenas para a fabricação de vestuário dos escravos e sacos para empacotamento.

GABARITO.

QUESTÃO 38
Uma bomba americana de 100 quilos da II Guerra Mundial foi desativada na madrugada deste sábado (15), após sua descoberta no centro de Berlim, perto da icônica Praça Alexanderplatz, informou a polícia. “O detonador foi destruído com sucesso. Estamos retirando aos poucos os bloqueios. Em breve, vocês poderão retornar a suas casas”, indicou a polícia em uma rede social.
(Disponível em:
https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2019/06/bomba
-da-segundaguerra-e-desativada-no-centro-de-berlim.shtml)

FMO 2019: Se a discussão atual sobre armas de guerra é permeada por questionamentos sobre os limiares éticos no uso dos drones e pela condenação do uso de armas químicas no conflito da Síria, há 80 anos a humanidade começava a acompanhar o que seria o morticínio generalizado representado pela II Guerra Mundial. Em relação a essa grande guerra, no aspecto tecnológico em específico, é correto afirmar que:

(A) Foi apenas a partir da entrada inusitada dos EUA, após o famoso ataque da base naval do Pacífico, Pearl Harbor, que a tecnologia de fato passou a ser usada em armas de guerra.

(B) Devido às limitações econômicas advindas da II Guerra Mundial, a “Tríplice Aliança” não teve muitas condições de investir muito em tecnologia bélica, o que determinou sua derrota.

(C) A Alemanha se destacou com armas absurdamente modernas e inovadoras para a época, pois o Partido Nazista apostava muito em pesquisas científicas e tinha ótimos engenheiros à disposição.

(D) A retaliação econômica infringida aos derrotados em “Versalhes” refletiu na maneira como os povos passaram a ver a guerra e suas consequências, limitando, a partir daí, o poder de destruição das armas.

GABARITO.

QUESTÃO 39
Para Eugenio Garin (1972) trata-se de uma revolução cultural que tem origem nos modos de vida das cidades italianas nos séculos XIV e XV e nas transformações no conhecimento que abrem o mundo para o novo. Essa perspectiva, embora acentuadamente Italiana, dá conta da complexidade de mudanças que ocorreram na passagem da Idade Média para a Idade Moderna.

Nossa proposição, no entanto, não toma a ideia de revolução cultural como um processo de ruptura radical, principalmente porque sendo cultural ela se processa de forma mais lenta, indo e vindo, por meio da renovação de ideias que só adquirem o sentido do novo expostas a um debate.
(FALCON, Francisco; RODRIGUES, Antonio Edmilson.
A formação do Mundo Moderno – A construção do ocidente
dos séculos XIV ao XVIII. 2ª ed. Rio de Janeiro:
Elsevier, 2006. p 107. Com adaptações.)

FMO 2019: Quando o autor menciona “revolução cultural”, ele se refere a:

(A) Reforma.
(B) Renascimento.
(C) Estado Absolutista.
(D) Revolução Industrial.

GABARITO.

QUESTÃO 40
A União Europeia deu uma semana para a Itália responder aos questionamentos sobre suas contas públicas e apresentar novos dados que evitem a abertura de uma denúncia por violação das normas fiscais do bloco. Em 5 de junho, a Comissão Europeia afirmou que a Itália não respeitou as regras orçamentárias da UE, o que “justifica” a abertura de um procedimento de infração.
(Disponível em: https: //noticias.uol.com.br/ultimasnoticias/
ansa/2019/06/14/ue-da-ultimato-para-italia-explicar-deficit.htm)

FMO 2019: Atualmente, fazem parte da União Europeia 28 países; a sede do bloco fica em Bruxelas, capital da Bélgica. Em relação a esse bloco econômico e político, analise as afirmativas a seguir.

I. A bandeira oficial da União Europeia é composta por doze estrelas douradas, cujo número de estrelas está relacionado com a quantidade de Estados-membros que formam o bloco europeu.

II. Todos os países que integram a União Europeia adotaram o Euro como moeda oficial, sendo esse um critério de aceitação no grupo.

III. Ao longo da existência da UE foram criados vários Tratados que definem como são tomadas as decisões e como os países integrantes devem se relacionar entre si.

IV. Na atualidade, entre as principais funções do Tribunal de Justiça da UE estão a aplicação das leis e a interpretação uniforme da lei para evitar conflitos na aplicação.

Estão corretas apenas as afirmativas

(A) I e II.
(B) I e III.
(C) II e III.
(D) III e IV.

GABARITO.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.