Atividade de História - O Egito - 6º ano com Gabarito

atividade-de-historia-o-egito-6-ano-com-gabarito
Atividade de História - O Egito - 6º ano com Gabarito

1. (UFRN) As sociedades que, na Antiguidade, habitavam os vales dos rios Nilo, Tigre e Eufrates tinham em comum o fato de:

A. Terem desenvolvido um intenso comércio marítimo, que favoreceu a constituição de grandes civilizações hidráulicas.

B. Serem povos orientais que formaram diversas cidades-estado, as quais organizavam e controlavam a produção de cereais.

C. Haverem possibilitado a formação do Estado a partir da produção de excedentes, da necessidade de controle hidráulico e da diferenciação social.

D. Possuírem, baseados na prestação de serviço dos camponeses, imensos exércitos que viabilizaram a formação de grandes impérios milenares.

Resposta.

2. (FUVEST) A partir do III milênio a.C., desenvolveram-se, nos vales dos grandes rios do Oriente Próximo, como o Nilo, o Tigre e o Eufrates, estados teocráticos fortemente organizados e centralizados e com extensa burocracia. Uma explicação para o seu surgimento é:

A. A revolta dos camponeses e a insurreição dos artesãos nas cidades, que só puderam ser contidas pela imposição dos governos autoritários.

B. A necessidade de coordenar o trabalho de grandes contingentes humanos, para realizar obras de irrigação.

C. A influencia das grandes civilizações do Extremo Oriente, que chegou ao Oriente Próximo através das caravanas de seda.

D. A expansão das religiões monoteístas, que fundamentavam o caráter divino da realeza e o poder absoluto do monarca.

E. A introdução de instrumentos de ferro e a consequente revolução tecnológica, que transformou a agricultura dos vales e levou à centralização do poder.

Resposta.

3. (UFES) O surgimento do Estado no Oriente Próximo, no decorrer da segunda metade do IV milênio a.C., foi marcado por um conjunto de transformações tecnológicas, entre as quais não se inclui:

A. A construção de templos e palácios, a exemplo dos zigurates mesopotâmicos e das pirâmides egípcias.

B. A agricultura irrigada, baseada nas exploração das águas do Tigre, Eufrates e do Nilo.

C. A utilização da escrita hieroglífica, no Egito, e da escrita cuneiforme, na Mesopotâmia.

D. O advento da metalurgia do bronze, na Mesopotâmia, e do cobre, no Egito.

E. O predomínio da economia pastoril, na Mesopotâmia, e da cultura da oliveira, no Egito.

Resposta.

4. (UNESP) Os Estados Teocráticos da Mesopotâmia e do Egito evoluíram acumulando características comuns e peculiaridades culturais. Os egípcios desenvolveram a prática de embalsamar o corpo humano porque:

A. Se opunham ao politeísmo dominante na época.

B. Os seus deuses, sempre prontos para castigar os pecadores, desencadearam o dilúvio.

C. Depois da morte, a alma podia voltar ao corpo mumificado.

D. Constituíram túmulos, em forma de pirâmides truncadas, erigidos para a eternidade.

E. Os camponeses constituíam categoria social inferior.

Resposta.

5. (UFMS) A respeito da sociedade egípcia da Antiguidade Oriental, é correto afirmar que:

A. A formação dos nomos, as reuniões de comunidades de aldeias, ocorreu após a formação do Estado, o qual emergiu entre 4000 e 3000 a.C.

B. O Estado egípcio era uma monarquia despótica, isto é, uma monarquia em que o soberano era, ao mesmo tempo, uma governante e um deus.

C. O faraó governava por meio de uma aparelho burocrático bastante simples e eficiente, constituído basicamente por alguns escribas e soldados.

D. O exército egípcio era pequeno, não profissionalizado e empregado apenas nas defesa do faraó e de sua família.

E. A escravidão coletiva foi o regime de produção dominante na época.

Resposta.

6. (Enem) O Egito é visto anualmente por milhões de turistas de todos os quadrantes do planeta, desejosos de ver com os próprios olhos a grandiosidade do poder esculpida em pedras há milênios: as pirâmides de Gizé, as tumbas do Vale dos Reis e os numerosos templos construídos ao longo do Nilo. O que hoje se transformou em atração turística era, no passado, interpretado de forma muito diferente, pois:

A. Significava, entre outros aspectos, o poder que os faraós tinham para escravizar grandes contingentes populacionais que trabalhavam nesses monumentos.

B. Representava, para as populações do alto Egito, a possibilidade de migrar para o sul e encontrar trabalho nos canteiros faraônicos.

C. Significava a solução para os problemas econômicos, uma vez que os faraós sacrificavam aos deuses suas riquezas, construindo templos.

D. Representava a possibilidade de o faraó ordenar a sociedade, obrigando os desocupados a trabalharem em obras públicas, que engrandeceram o próprio Egito.

E. Significava um peso para a população egípcia, que condenava o luxo faraônico e a religião baseada em crenças e superstições.

Resposta.

MAIS ATIVIDADES DE HISTÓRIA 6º ANOS

A Pré-História e a História
Por que estudar História?
O Povoamento da América
A Mesopotâmia
O Egito
Os Povos do Oriente
A Civilização Grega
Esparta e Atenas
Grécia: legado e declínio
Alexandre, o Grande, e o helenismo
A Civilização Romana
Realeza, república e império
O Império Bizantino
A Independência dos Estados Unidos

7. (UFPE) Em relação à arte do Egito Antigo, assinale a alternativa correta.

A. Visava à valorização individual do artista?

B. Manifestava as ideias estéticas com representação da natureza, evitando a representação da figura humana.

C.  Estava destinado à glorificação do faraó e à representação da vida além-túmulo.

D. Aproveitava os hieróglifos como ornamentação.

E. Era uma arte abstrata de difícil interpretação.

Resposta.

8. (UFC) O nome do rei egípcio Amenófis IV (c. 1377 a.C. - c. 1358 a.C.) está ligado à reforma religiosa que substituiu o culto de Amon-Rá por Áton e determinou o fim do politeísmo. Além do caráter religioso, essa reforma buscava:

A. Limitar a riqueza e o poder político crescentes dos sacerdotes.

B. Reunificar o Egito, após as disputas promovidas pelos nomarcas.

C. Pôr fim às revoltas camponesas motivadas pelos cultos antropomórficos.

D. Reunir a população, por meio da religião, para fortalecer a resistência aos hicsos.

E. Restabelecer o governo teocrático, após o crescimento da máquina administrativa.

Resposta.

9. (Emescam-ES) A vida política do Antigo Império do Egito possuía alguns traços peculiares, como o fato de que:

A. A separação entre o Estado e a religião era total, pois não havia uma religião oficial.

B. Os governos dos nomos eram diretamente eleitos pelo povo, ainda que subordinados pelo faraó.

C. A monarquia, a fim de evitar o despotismo, não tinha caráter hereditário.

D. O faraó exercia o poder como Deus; assim, era mais uma teocracia que autocracia.

E. Os poderes executivos e judiciários confundiam-se, sendo o faraó o juiz supremo, salvo nos casos que envolvessem crime político.

Resposta.

10. (UNESP) É certo que as civilizações da Antiguidade Legaram à posteridade um respeitável acervo cultural. No entanto, para superar equívoco, assinale a alternativa incorreta:

A. A pintura egípcia revela belos exemplos de descrição de movimento, sendo a figura humana representada com a cabeça e os pés de perfil.

B. Entre as civilizações mesopotâmicas que se desenvolveram no vale dos rios Tigre e Eufrates, predominou, durante certo tempo, a forma asiática de produção.

C. No período denominado Homérico, houve a dissolução das comunidades gentílicas e a formação gradativa das cidades-Estado da Grécia.

D. A escrita egípcia era em caracteres cuneiforme.

E. O Direito Romano, sujeito a novas interpretações, tornou-se parte importante do Código de Justiniano, influenciou juristas da Idade Média e até das fases históricas subsequentes.

Resposta.

11. (UFC) Observe a ilustração apresentada abaixo:
Considerando a representação da escrita egípcia, é correto afirmar que:

A. A utilização de recursos decorativos favoreceu a escrita em virtude de facilitar a compreensão popular.

B. Os sinais apresentados constituíam um aperfeiçoamento da arte profana como forma de expressão.

C. A diversidade de sinais utilizados tornava complexa a representação do que se queria exprimir.

D. A diversidade de sinais utilizados na escrita resultou de uma imposição religiosa.

E. Os desenhos elaborados representavam uma simplificação da escrita hierática.

Resposta.

12. (PUC-PR) "A literatura era consumida apenas pela aristocracia. As obras eram impregnadas de ideias religiosas e morais: entre elas, podemos citar o Livro dos Mortos, o Discurso do Camponês Eloquente."

"A arquitetura era solida, de proporções colossais, tentando representar toda a força e o poder da monarquia; entre os exemplos, podemos citar os templos de Lúxor e Karnac."

"A escultura caracterizou-se pelo convencionalismo e pala rigidez, explicados pelas concepções religiosas."

(AQUINO, Rubim Santos Leão de. História das Sociedades. São Paulo: Ao Livro Técnico, 2009)
Os aspectos artísticos e literários expressam a personalidade de um povo. Analisando o quadro acima, concluímos que se refere aos:

A. Sumérios.
B. Persas.
C. Hebreus.
D. Assírios.
E. Egípcios.

Resposta.
Atividade de História - O Egito - 6º ano com Gabarito Atividade de História - O Egito - 6º ano com Gabarito Reviewed by Redação on abril 17, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.