Atividade sobre Nova República (História 9º ano) com Gabarito

atividade-sobre-nova-republica-historia-9-ano-com-gabarito
Atividade sobre Nova República (História 9º ano) com Gabarito

QUESTÃO 01
(Fatec) Sobre o governo do Presidente Itamar Franco, considere as seguintes afirmações:
Sobre o governo do Presidente Itamar Franco considere as seguintes afirmações:

I - Embora os graves problemas sociais e econômicos continuassem a exigir providências, o grande debate político dava-se em torno da definição das futuras candidaturas para presidente da república.

II - Após a realização do plebiscito que decidiu sobre o regime e a forma de governo que deveriam vigorar no país, a revisão constitucional (questão de fundamental importância) não foi adiante.

III - A culminância da atuação do Ministério da Fazenda deu-se com a implantação de um novo plano econômico: o Plano Real. Tratava-se de um conjunto de medidas que deveriam recuperar a moeda e promover a estabilidade da economia.

Dessas afirmações:

a) apenas a II e a III são corretas.
b) apenas a I e a III são corretas.
c) apenas a I e a II são corretas.
d) apenas a I é correta.
e) todas são corretas

RESPOSTA.

QUESTÃO 02
(Mackenzie) O confisco das contas bancárias descontentou todos os setores da população. A inflação não foi controlada e o desemprego cresceu, e o serviço público desorganizou-se. A abertura para o capital estrangeiro e o fechamento de estatais faziam parte do plano e do governo, respectivamente:

a) Plano Collor - governo Collor de Mello.
b) Plano Cruzado - governo José Sarney.
c) Plano Bresser - governo Itamar Franco.
d) Plano Real - governo Fernando Henrique Cardoso.
e) Plano de Metas - governo Juscelino Kubitschek.

RESPOSTA.

MAIS ATIVIDADES DE HISTÓRIA DO 9º ANO:

- A Primeira República (1889-1930)
- As Revoltas na Primeira República
- A Primeira Guerra Mundial
- As Revoluções Russas
- A Revolução Mexicana
- A Crise de 1929
- As Ideias Fascistas
- Artes e Ciências do Século XX
- O Varguismo
- A Segunda Guerra Mundial
- O Mundo Dividido: Guerra Fria
- A Independência da África e da Ásia
- A República Populista
- Os anos 1960: agitação e protestos.
- O Mundo Capitalista da Década de 1970
- As Revoluções na América Latina
- Os Governos Civis-militares
- A Derrocada do Comunismo
- O Neoliberalismo e a Globalização
- Nova República

QUESTÃO 03
(UFU) A foto ao lado, publicada na Folha de S. Paulo em 07 de maio de 2005, mostra imagens de uma marcha dos trabalhadores sem-terra entre Goiânia e Brasília. Ao final da marcha, representantes do movimento foram recebidos em audiência pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Sobre os significados políticos dessa marcha e sobre o relacionamento entre o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra e o governo Lula, assinale a alternativa correta.

a) A defesa do impeachment do Presidente Lula, em função das denúncias de corrupção no seu governo, foi a principal bandeira levantada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra, na marcha de Goiânia a Brasília.

b) Na audiência com o Presidente da República, os representantes do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra entregaram-lhe um documento que continha, entre outras reivindicações, a necessidade do governo aumentar significativamente o número de famílias assentadas até o fim de seu mandato, além de liberar crédito especial para os trabalhadores assentados.

c) A marcha de Goiânia à Brasília unificou as organizações dos trabalhadores sem-terra, que externaram, em documento, a sua completa desconfiança em relação ao Presidente da República, considerando-o representante dos setores conservadores da sociedade brasileira; portanto, sem nenhuma credibilidade para implementar os assentamentos de reforma agrária pretendidos.

d) A decisão do Presidente Lula de compor seu governo com ministros do campo progressista foi determinante para lhe assegurar maioria no Congresso Nacional, possibilitando o cumprimento das promessas de campanha relativas ao número de assentamentos de reforma agrária e colocando fim aos conflitos e à violência no campo. Por isso, a marcha objetivou explicitar o apoio do movimento ao Presidente da República. 

RESPOSTA.

Comentários